Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Adolescentes - Relógios Desregulados

por dicasdefarmaceutica, em 14.05.14

A nós, pais, parece-nos que os horários internos dos adolescentes são desregulados e isto prolonga-se durante uns bons anos...
Adiam ao máximo a hora de deitar e acordam sempre ensonados. Quem ouve quase todos os dias frases como "só mais um bocadinho" ou "já vou"? Parece-me que quase todos os pais...

O problema é que, muitas vezes, saem de casa ainda meio a dormir e assim permanecem nas aulas.


Serão preguiçosos? Estarão a desafiar as regras?
Não, o que acontece é que esta desregulação tem uma causa fisiológica, sendo uma consequência da puberdade. Nesta fase, o relógio do adolescente atrasa, adiando a hora a que ele começa a ter vontade de dormir. Vários estudos revelam que, a produção diária de melatonina (hormona que regula a vontade de dormir) sofre um atraso que pode ir até 4 horas, na adolescência. Se os nossos jovens lêem isto, começam a dizer que "a culpa é da malvada da melatonina"...

Claro que a estes fatores internos, juntam-se os fatores externos, tão comuns nesta sociedade em que vivemos: o computador e o telemóvel, sempre ligado aos amigos, através das redes sociais, a televisão e também o estudo deixado para a última hora.

O que acontece é que a maioria dos adolescentes e jovens adultos dorme pouco e o sono é vital para o bem-estar, é tão vital como comer, beber ou respirar. Diz-se que o sono é uma espécie de alimento para o cérebro. Sem dormir, os jovens ficam mais nervosos, menos concentrados e tudo isto vai comprometer o desempenho nas atividades diárias.

Claro que, ao fim-de-semana, querem dormir horas extra e isto ainda baralha mais o relógio interno.
No entanto, dou-vos um conselho: não fiquem ansiosos com este problema, pois é comum na grande maioria dos jovens e passa com a idade e com o aumento das responsabilidades.
O excesso de sono é normal entre adolescente e faz parte do seu desenvolvimento.

Há, contudo, algumas regras que ajudam a minimizar este contra-tempo:
- Fazer o adolescente entender a importância do sono.
- Fazer um esforço para manter uma certa regularidade na hora de deitar (e dormir, pois às vezes vão para a cama "teclar"...).
- Manter o quarto em silêncio e sem luz.
- Evitar consumir estimulantes nas horas que antecedem a ida para a cama, como bebidas com cafeína ou com chocolate.

E MUITO IMPORTANTE: é totalmente sedaconselhado dar aos adolescentes comprimidos para dormir ou calmantes.

Se notar que os hábitos de sono começam a suscitar preocupação, por estarem a interferir no quotidiano, o melhor é consultar um médico...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:00

Moda das Tatuagens - Cuidados a ter

por dicasdefarmaceutica, em 15.04.14

Mais ou menos visíveis, as tatuagens estão na moda.
Para fazer uma tatuagem, utilizam-se objetos que penetram na pele (agulhas) para aí depositarem os pigmentos, que irão fazer os contornos do desenho escolhido. O processo é feito sem anestesia, podendo originar alguma dor.
São vários os riscos ao fazer uma tatuagem; vou só referir alguns deles:
- Risco de infeções, decorrentes da possibilidade das bactérias que existem na pele, entrarem no organismo durante o processo de execução da tatuagem. Os Staphylococcus aureus estão em ascensão entre pessoas tatuadas, e isto é particularmente preocupante, porque esta espécie de bactérias é altamente resistente à maior parte dos antibióticos.
- Risco de problemas de pele, como granulomas (caroços vermelhos) e quelóides.
- Risco de reações alérgicas às tintas usadas para tatuar, ou mesmo aos materiais utilizados. Algumas reações de sensibilidade podem ocorrer algum tempo após fazer a tatuagem; as toxinas de algumas tintas podem entrar nos rins, pulmões e nódulos linfáticos, através do sistema circulatório.
- Risco de contrair doenças, como Hepatite B, Hepatite C e SIDA. Este risco só existe se o material utilizado não for rigorosamente esterilizado e descartável.

Eu não gosto de tatuagens mas, se é realmente muito importante "estar na moda" e marcar, desta forma, um acontecimento importante, então há que ter alguns cuidados:
- Escolher um bom tatuador e certificar-se de que utiliza material esterilizado e descartável; deve também utilizar luvas de látex durante todo o processo.
- Deve seguir os conselhos do tatuador e manter todos os cuidados para que a cicatrização decorra sem sobressaltos.
- Normalmente, a tatuagem é coberta com uma película aderente e/ou gaze esterilizada durante as primeiras horas.
- No dia , não se deve molhar a tatuagem.
- Deve ser aplicada uma pomada hidratante e cicatrizante, várias vezes ao dia, durante 7 a 10 dias, na zona tatuada (a pomada mais utilizada é à base de dexpantenol, mas há outras).
- Não se devem usar roupas apertadas nem fibras sintéticas em cima da tatuagem.
- Nas primeiras três semanas após fazer a tatuagem, deve-se evitar ir à praia ou à piscina e só se pode apanhar sol quando a cicatrização está perfeita. Após cicatrização, deve utilizar-se protetor solar.
- Durante o processo de cicatrização, às vezes, a tatuagem ganha uma crosta e dá comichão; não se deve coçar e deve-se deixar a crosta desaparecer por si só.

Mas não se esqueçam: as tatuagens são uma marca para a vida; eliminá-las é complicado e é mais doloroso do que fazer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:40

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog