Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



093F4621-FD56-4354-8DA9-E88C6418B051.jpeg

As infeções vaginais, quando resolvem aparecer, são uma preocupação para as mulheres, dado o desconforto e o incómodo que causam. É sempre uma situação urgente e arranjar rapidamente o melhor tratamento é a primeira preocupação. Mas que tratamento? O que será isto?

Para dar resposta a estas perguntas surgiu o Gyno-Canestest que, com mais de 90%de precisão, ajuda a mulher a fazer o seu próprio diagnóstico e a arranjar a melhor solução para o problema.

 

As infeções vaginais mais comuns são as Candidíases (provocadas pelo aumento do fungo Candida albicans) e as Vaginoses Bacterianas VB (provocadas pelo aumento de bactérias que existem normalmente na vagina).

 

Sintomas da Candidíase:

- Prurido ou comichão

- Dor na zona à volta da vagina

- Corrimento branco 

Sintomas da Vaginose Bacteriana (VB):

- Odor desagradável (às vezes a peixe)

- Corrimento aquoso, de cor branco-acinzentado

 

O que é o Gyno-Canestest?

O Gyno-Canestest é um teste de autodiagnóstico de fácil utilização que ajuda a descobrir se sofre de Candidíase ou VB e a encontrar o tratamento adequado.

O teste em si consiste num cotonete, simples e fácil de utilizar, que indica se o nível do seu pH vaginal se encontra fora do normal. Os resultados do teste devem ser interpretados em conjunto os sintomas atrás descritos. 

 

Como interpretar os resultados?

Se a extremidade do teste não mudar de cor após 10 segundos, significa que possivelmente sofre de Candidíase. 

Se a extremidade do teste mudar de cor para azul ou verde, significa que possivelmente tem uma Vaginose Bacteriana (VB).

Contudo, no caso de corrimento viscoso amarelo-esverdeado associado a mau odor e a dor ao urinar, pode estar sofrer de Tricomoníase, e neste caso deve consultar o seu médico.

B08D4AB6-7339-4BF7-98C8-F1FAE02B750F.png

Precauções e Considerações (descritas na bula)

- Não deve adotar nenhuma decisão de carácter médico sem primeiro consultar o seu médico. Além disso, se não tem certeza sobre qual o tratamento adequado ou se está confusa relativamente aos resultados, consulte o seu médico ou farmacêutico.

- Lembre-se que Gyno-Canestest não permite um diagnóstico preciso em qualquer uma das seguintes situações:

  • Faltar menos de 1 dia ou se estiver no dia a seguir ao seu período
  • Existirem sinais do período de ou hemorragia vaginal
  • Passarem menos de 12 horas após relações sexuais ou duche vaginal

- Se está grávida, fale como o seu médico pois a interpretação dos resultados do teste durante a gravidez e a escolha da medicação requer aconselhamento médico.

- Algumas mulheres na menopausa podem ter um pH vaginal elevado, e por isso poderão obter um resultado verde/azul na extremidade do dipositivo mesmo que não tenham Vaginose bacteriana ou Tricomoníase. Como tal, não deve utilizar este teste se estiver na menopausa.

 

Aqui fica mais uma dica de saúde, desta vez para ajudar a resolver este problema de tantas mulheres.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:20

image.jpg

 

"Um patologista estuda as origens, os sintomas e a natureza das doenças, nomeadamente as reações básicas das células e tecidos a estímulos anormais provocados pelas doenças, mas também as respostas específicas de órgãos e tecidos especializados a estímulos definidos."

"Patologista é o especialista responsável pelos diagnósticos anatomopatológicos dentro de uma estrutura hospitalar ou de uma comunidade".

 

Isto são algumas definições do que é um patologista mas, na realidade, pouca gente dá importância a esta especialidade, tantas vezes "escondida" atrás das bancadas dos laboratórios. Análises laboratoriais, biópsias, citologias, autópsias fazem parte do dia-a-dia destes especialistas.

 

Já ouvi chamarem os patologistas clínicos de "médicos dos médicos" e tal não deixa de ser verdade, pois eles ajudam os médicos no diagnóstico, no tratamento e no seguimento deste mesmo tratamento, fazendo parte integrante de todo o processo que acompanha os doentes, desde a entrada num hospital ou numa consulta até à sua alta.

 

Durante dois meses, patologistas de todos os continentes votaram para eleger o patologista mais influente de 2015 e o eleito foi um português. Trata-se de Manuel Sobrinho Simões, professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), presidente do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (Ipatimup) e patologista do Hospital de S. João.

 

Uma das razões indicadas para a nomeação do Professor Sobrinho Simões foi, precisamente, ter contribuído, "mais do que qualquer outra pessoa, para a visibilidade da patologia na Europa". Patologistas de todo o mundo seguem as suas regras e rotinas diárias, por exemplo, no diagnóstico clínico do cancro da tiróide.

 

Ouvi-o falar na televisão, li algumas entrevistas e percebi porque é que o Professor Sobrinho Simões foi o eleito: na simplicidade com que fala sobre o assunto, sente-se a paixão por aquilo que faz e, sobretudo por aquilo que tão sabiamente transmite aos outros, deixando que os seus conhecimentos e práticas atravessem fronteiras e cheguem a todo o mundo.

 

image.jpg

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:34

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog