Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Distúrbios alimentares: Anorexia e Bulimia

por dicasdefarmaceutica, em 18.06.14

Ontem falei Aqui dos sinais de alerta dos distúrbios alimentares na adolescência, os quais podem levar a doenças graves, como a anorexia e a bulimia.

Nas farmácias, na realidade, não é habitual lidarmos com estes casos extremos, pois já estão encaminhados para os especialistas. No entanto, convém estarmos informados para podermos ajudar e aconselhar familiares e amigos a lidar com estas situações.

 

ANOREXIA

 

Com o receio de engordar, rejeitam alimentos, comem cada vez menos e vão perdendo peso. Cada quilo perdido é encarado como uma vitória pessoal. Fazem dietas radicais e praticam exercício de forma exaustiva, com o objetivo de emagrecer cada vez mais.

É uma doença que fragiliza a saúde e pode levar à morte, em casos extremos.

Coração, fígado e rins podem deixar de funcionar se a pessoa não comer o suficiente; o metabolismo desacelera, causando quebras na pressão sanguínea, no ritmo cardíaco e nos movimentos respiratórios. A anemia é frequente e a menstruação é interrompida. Casos de depressão são também muito comuns.

A negação da evidência é uma reação típica dos jovens anoréticos.

 

Imagens de modelos que nem vou comentar...

BULIMIA

 

Trata-se de outro transtorno alimentar resultante de uma insatisfação com o próprio corpo, em que a pessoa come exageradamente num espaço curto de tempo. Após o episódio de compulsão, o bulímico força o vómito, utiliza laxantes e diuréticos ou pratica exercícios físicos constantes e intensos para eliminar toda a comida ingerida.

As dores de estômago são frequentes, os dentes perdem o esmalte (presença excessiva de ácidos provocada pelos vómitos), as glândulas salivares expandem-se e o rosto parece inchado. A menstruação é interrompida e a regularidade do vómito pode levar a défices de potássio, facilitando problemas cardíacos.

 

 

Ambas as doenças precisam de tratamento multidisciplinar: psiquiatras, terapeutas, médicos de clínica geral, pediatras, nutricionistas e endocrinologistas dão o suporte adequado para diminuir os quadros associados a estas doenças.

 

O acompanhamento familiar desde o início é primordial para o sucesso da cura. Para ajudar as famílias das vítimas a enfrentar estas doenças nasceu a Associação dos Familiares e Amigos dos Anoréticos e Bulímicos (AFAAB).

 

Desenganem-se os que pensam que estas são doenças apenas de adolescentes. A procura de um corpo dito "perfeito" faz com que muitos adultos (sobretudo mulheres) possam cair neste exagero e contrair uma destas doenças.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:54

Crescer implica mudanças no corpo e na mente. Se muitos se sentem bem com o "novo" corpo, outros nunca gostam do que vêem ao espelho por mais bonito que seja.

Normalmente, são as raparigas as mais vulneráveis às pressões sociais e culturais e, muitas vezes, a obsessão de perder quilos, conduz a comportamentos extremos, que pode levar a graves distúrbios alimentares.

Os familiares e amigos devem estar muito atentos aos sinais de alerta, conseguindo evitar situações extremas de doença, como a anorexia e a bulimia.

 

Sinais de alerta:

- Emagrecimento rápido sem causa aparente.

- Grandes oscilações de peso.

- Redução da quantidade de alimentos ingeridos ou escolha permanente de alimentos de baixo valor calórico.

- Desculpas permanentes para não comer.

- Cortar os alimentos em pedaços mínimos e espalhar a comida no prato.

- Prática excessiva de exercício físico.

- Ingestão de grandes quantidades de comida de uma forma compulsiva.

- Provocar o vómito.

- Uso de laxantes e diuréticos.

- Irritabilidade emocional e alterações de humor.

- Tendência para o isolamento social.

- Amenorreia (ausência de menstruação) ou irregularidades menstruais nas raparigas.

- Perda de erecção nos rapazes.

- Atitude crítica em relação à imagem e ao corpo.

 

Amanhã voltarei a este assunto para vos falar da anorexia e da bulimia. Estejam atentos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:44

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog