Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




População idosa portuguesa é pouco saudável

por dicasdefarmaceutica, em 21.09.18

DAB62649-F86A-4525-8A8D-392C22C67A5D.jpeg

 

Segundo um estudo europeu, apenas 9% da população idosa em Portugal apresenta boa saúde, comparativamente a 58% dos idosos na Áustria e 51% na Suíça.

Estes são os resultados preliminares do DO-HEALTH, o maior estudo europeu sobre envelhecimento e saúde. A percentagem de pessoas com mais de 70 anos consideradas saudáveis é de 51% na Suíça, 58% na Áustria, 38% na Alemanha e 37% em França. Por oposição, apenas 9% dos homens e mulheres, nesta faixa etária, em Portugal, apresentam uma boa saúde. Os números foram divulgados no princípio deste ano pela Universidade de Coimbra.

 

Só vale pena ter muita idade se formos saudáveis. De que nos serve vivermos muitos anos se a imagem que aparece dos idosos em Portugal é quase sempre a que vemos em cima, acamados ou nos ditos “lares”, muitos deles sem condições mínimas para uma vida feliz?

 

O que se passa em Portugal para os números serem tão diferentes do resto da Europa? Não é um único fator a provocar esta desgraça. São uma conjunto de fatores, de ordem genética, social e ambiental que têm que ser alterados para envelhecermos com qualidade. Os idosos europeus preocupam-se cada vez mais com a alimentação e com o estilo de vida, tentando manter-se ativos o maior período de tempo possível.

Em Portugal, parece que só agora é que estamos a começar a ter preocupações com esta parte da vida, tão importante para cada um em particular, mas também para a sociedade. Está a ser feito um grande esforço para mudar mentalidades e, como diz o ditado, “mais vale tarde do que nunca”!

 

Por vezes, até comemos bem e achamos que ingerimos todos os nutrientes necessários, mas só através de determinadas análises, é que conseguimos avaliar a falta de determinados nutrientes, tão importantes para manter uma vida saudável. É por isso que outra estratégia que parece ter um impacto positivo na saúde é o consumo de determinados suplementos alimentares.

 

Por exemplo,um  grupo de cientistas suecos, coordenado pelo cardiologista Urban Alehagen, da Universidade de Linköping, publicou o primeiro estudo que mostra que um suplemento diário de selénio (SelenoPrecise) e coenzima Q10 (BioActivo Q10 Forte 100 mg), administrado a um grupo de homens e mulheres saudáveis, melhorou a qualidade de vida em vários aspectos. Este estudo, denominado KiSel-10, foi publicado no International Journal of Cardiology, tendo sido notícia em todo o mundo.

No estudo KiSel-10 “participaram 443 homens e mulheres na faixa etária 70-88 anos. Os intervenientes foram divididos aleatoriamente em dois grupos. Um grupo recebeu diariamente suplementos de Q10 (200 mg) e selénio orgânico (200 microgramas), o outro grupo recebeu placebo. O estudo teve uma duração de cinco anos. Verificou-se que o grupo que recebeu os suplementos activos apresentou um menor risco de morte em mais de 50%, em comparação com o grupo placebo. Além disso, os doentes do grupo de tratamento apresentaram o músculo cardíaco significativamente mais forte. As amostras de sangue revelaram níveis inferiores de uma hormona denominada NT - proBNP, a qual é produzida pelo músculo cardíaco quando entra em esforço. Além disso, os cientistas puderam ver, através de ultrassonografia, que os corações trabalhavam com muito menos esforço.”

 

Outro exemplo de um suplemento que poderá ser benéfico para determinadas pessoas, é a vitamina D. A luz solar é a melhor fonte de vitamina D e está provado que muitos de nós não recebe esta vitamina, sobretudo durante o Inverno. De acordo com vários estudos, os indivíduos com baixos níveis de vitamina D no sangue são duas vezes mais propensos a sofrer de ataque cardíaco ou trombose coronária, em comparação com quem apresenta níveis elevados da vitamina D.

 

É importante salientar que os suplementos não são para toda a gente e nem todos necessitam dos mesmos suplementos e nas mesmas quantidades. Convém estar informado, fazer análises e conversar com o médico sobre estes assuntos, até porque alguns suplementos não se podem tomar com determinados medicamentos. Fale sempre com o seu médico e aconselhe-se com o seu farmacêutico!

 

Em resumo, para os idosos portugueses, aqui ficam algumas recomendações:

- Alimente-se de forma saudável!

- Faça exercício físico!

- Mantenha-se ativo!

- Veja se necessita de algum suplemento alimentar!

- Durma bem e o número de horas suficiente!

- Divirta-se e mantenha contacto com os seus amigos!

- Seja Feliz!

 

 

 

Alguns dos suplementos:

BioActivo Q10 Forte 100mg

BioActivo Selénio + Zinco

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:54

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Pesquisar

  Pesquisar no Blog