Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mitos sobre o Sol

por dicasdefarmaceutica, em 03.06.15

image.jpg

 

A época balnear abriu há dois dias. Está na hora de voltar a abordar o tema dos protetores solares e das ideias e mitos à volta deste assunto.

 

MITO 1 - O sol faz mal à pele!

Parcialmente verdade. O sol é um dos principais fatores de envelhecimento cutâneo e o principal responsável pelo temível cancro da pele.

É também um dos elementos mais importantes para a vida, ajudando no fabrico da vitamina D, fundamental para o desenvolvimento ósseo, além de ter outras vantagens por nós tão apreciadas...

 

MITOS 2 - Os UVB's são o "bicho papão"!

Na realidade, podemos dizer que os UVA's é que são o "bicho papão", pois estes penetram na pele em profundidade, até às camadas profundas da derme e estão por detrás dos grandes danos da pele. O problema destes é que não se sentem e podem passar as barreiras da roupa e do vidro.

Os UVB's sentem-se e bem, pois são os responsáveis pelas queimaduras solares.

É muito importante proteger-se simultaneamente contra os UVA's e UVB's.

 

MITO 3 - Um SPF alto dá para tudo!

Pois...só que um SPF é apenas uma medida de proteção contra UVB's. A legislação exige agora também a proteção contra UVA's, que têm uma medida de graduação diferente (chamada PPD).

Para terem a certeza que o creme tem a proteção UVA, tem que estar escrito na embalagem a palavra "UVA"(normalmente, num círculo ao lado da indicação do SPF).

 

MITO 4 - Um SPF alto dá para mais tempo de exposição ao sol!

Este é dos mitos mais comuns e mais perigosos. Quer o creme tenha SPF 15, quer tenha um SPF 50, tem de ser reposto de 2 em 2 horas!

Existe a ideia banalizada que quanto maior o SPF, maior o intervalo de tempo entre as aplicações. Erro, erro, erro! De 2 em 2 horas, sempre!

 

MITO 5 - Tenho que repor o protetor porque fui à água!

Muitos cremes são à prova de água. Mesmo assim, como normalmente não colocamos o creme em quantidade suficiente, a acção mecânica (nadar, mergulhar) acaba por "limpar" o creme do rosto e do corpo. Por isso, pelo sim pelo não, quando vai à água, é preferível não facilitar e repor o protetor.

 

MITO 6 - Só devo usar cremes de SPF 50+

Porquê? Sabemos que, por acção do homem, a camada de ozono está cada vez mais fraca e a barreira de proteção é cada vez menor, mas o creme que comprar nada tem a ver com isso. Deve sim, ser de acordo com o seu tom de pele e/ou grau de sensibilidade ao sol.

É melhor aconselhar-se com o farmacêutico antes de pegar o primeiro protetor da prateleira. Uma pele mais escura irá necessitar de um SPF mais baixo; para uma pele clara ou sensível, é aconselhado um SPF mais alto.

Para muitas pessoas, dado o seu tipo de pele e/ou algum problema específico, a exposição ao sol pode mesmo ser interdita.

 

MITO 7 - Um SPF alto deixa a pele branca!

Deixar ou não a pele branca, nada tem a ver com o SPF, mas sim com a presença de algum composto na fórmula do creme (por exemplo, o dióxido de titânio).

 

MITO 8 - Só ponho protetor na praia...e chega!

Mais um erro...os UV's não estão só na praia. Devemos utilizar protetor em todas as áreas expostas ao sol, nomeadamente no rosto.

O protetor deve ser colocado numa quantidade generosa, que cubra toda a área exposta e deve ser regularmente reposto (de 2 em 2 horas).

 

MITO 9 - Posso guardar o resto do protetor solar para o ano!

Grande parte dos protetores solares tem um prazo de validade de um ano a dois, depois de aberto. O que se passa é que o calor e o sol a que expomos o produto, durante a época de praia, faz com que o mesmo vá perdendo propriedades ao longo da sua utilização. Assim, aconselho a não guardarem os protetores de um ano para o outro...utilizem até ao fim, pois durante o ano, neste nosso país, estamos muitas vezes expostos ao sol.

 

MITO 10 - Não preciso de chapéu nem óculos de sol!

Devemos proteger a cabeça com protetor ("ai, os meus cabelos...") ou com chapéu e devemos utilizar óculos de sol, pois os UV's também afetam os olhos.

 

MITO 11 - Os cremes auto-bronzeadores fazem mal à pele!

A não ser que a pessoa tenha alergia ao produto que está a utilizar, os cremes bronzeadores não fazem mal à pele, pois apenas pigmentam a última camada da epiderme, conferindo coloração semelhante ao bronzeado. 

 

MITO 12 - Posso usar o mesmo protetor solar no rosto e no corpo!

Poder posso, mas não devo. Os protetores solares para o rosto devem ser apropriados a cada tipo de pele e, normalmente, têm princípios ativos específicos para esta área do corpo, nomeadamente com propriedades anti-rugas, anti-manchas ou simplesmente hidratantes.

Se não tiver à mão o protetor de rosto, pode utilizar o do corpo, mas o ideal é ter um para o rosto e outro para o corpo.

 

Para ter uma entrada "em grande" nesta época balnear, comece por ir à sua farmácia comprar o protetor solar para toda a família...se for já, ainda poderá beneficiar de alguma promoção, como a oferta de um saco, de um brinquedo, de uma toalha ou de outro produto da mesma marca.

image.jpg

 

publicado às 17:17

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


1 comentário

Imagem de perfil

De Helena Le Blanc a 05.06.2015 às 23:11

Ola

Não fazia a mínima relativo À existência e perigo dos UVAs!!!

O resto já sabia, felizmente.

Obrigada.

Um abraço

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog