Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Estou com medo de tomar a Pílula...

por dicasdefarmaceutica, em 14.03.15

image.jpg

 

"Uma jovem de 18 anos, atleta e não fumadora, esteve às portas da morte depois de tomar a pílula Yasmin durante dois anos."

"Pílula pode ter estado na origem da morte de Carolina."

"Diane 35 suspensa em França por ter estado associada a quatro mortes por trombose venosa."

 

Notícias como estas assustam qualquer mulher que está a usar um contraceptivo oral e têm sido muitas as perguntas nos balcões das farmácias e algumas até aqui no blog:

"- O que faço? Devo parar de tomar a Yasmin?"

"- Tomo a Diane 35. Também posso morrer por causa da pílula?"

"- O médico receitou Yasmin à minha filha de 17 anos para controlar o acne. Não vai tomar mais, não acha?"

 

É muito difícil responder a quem ouve as notícias, que falam como se todas as raparigas fossem sofrer de uma embolia pulmunar por tomarem esta ou aquela pílula.

 

Se lerem a bula do medicamento (VER AQUI), está bem descrito que uma contra-indicação é a presença ou risco de Tromboembolismo Venoso (TEV); é mesmo a primeira contra-indicação descrita.

 

Algumas Dicas Importantes:

1 - Se quer iniciar um método anticoncepcional, consulte o médico. Compete a este profissional de saúde prestar as informações adequadas à situação concreta de cada utente, por forma a que, na posse desse conhecimento, ela possa optar pelo método mais indicado.

2 - Se tiver algum antecedente familiar de acidentes vasculares, nomeadamente varizes, tromboses ou tromboflebites em familiares diretos (pais, irmãos ou mesmo avós), informe sempre o médico.

3 - Siga todas as indicações que lhe forem fornecidas pelo médico e farmacêutico na maneira de tomar o contraceptivo.

4 - Se sentir algum dos efeitos secundários descritos na bula, páre a toma e consulte o médico.

5 - Lembre-se que fumar aumenta os factores de risco associados à toma da pílula.

6 - Lembre-se que se trata de um medicamento sujeito a receita médica. Na impossibilidade de obter a receita, traga consigo uma fotocópia recente da última receita prescrita para comprovar na farmácia que já está a utilizar esse medicamento. Mesmo assim, o farmacêutico pode não lhe vender a caixinha da sua pílula.

 

Como viram nas notícias, os farmacêuticos foram os "maus da fita", aqueles que vendem tudo sem receita médica...chegaram a dizer "e é assim que estamos de farmacêuticos..."como se tudo fosse feito sem regras e "à balda"...

Por acaso, a rapariga que tomava a pílula há dois anos e que teve o tal acidente, foi a uma consulta e foi a médica que lhe prescreveu a Yasmin.

 

Não devemos culpabilizar, nem médico (receitou), nem farmacêutico (vendeu sem receita) nem o laboratório Bayer (comercializa com todas as autorizações e regras impostas).

Temos é que ter noção que tomar a pílula, assim como outros medicamentos, não é o mesmo que comer rebuçados.

Todos os contraceptivos hormonais combinados têm riscos, mas na grande maioria dos casos, os benefícios são superiores aos riscos.

 

Informe-se e lembre-se que "Cada Caso é um Caso"!

publicado às 14:29

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Março 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog