Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cuidado com as Pernas Cansadas!

por dicasdefarmaceutica, em 12.05.14

A sensação de pernas cansadas é muito comum, sobretudo nas mulheres e, com o calor, as queixas aumentam.

Muitas vezes, esta sensação é o primeiro sinal de insuficiência venosa, uma doença que não deve ser ignorada, pois pode tornar-se grave.

Nas pernas existem artérias (que transportam o sangue de cima para baixo) e veias (que trazem o sangue dos pés para o coração). Para que as veias consigam vencer a força da gravidade, possuem válvulas que forçam o sangue a subir. Quando as veias estão dilatadas, as extremidades das válvulas não se tocam e elas fecham mal, deixando o sangue venoso descer e acumular-se nas pernas, o que lhes confere a sensação de peso, típica da insuficiência venosa.

 

PRINCIPAIS SINTOMAS DA INSUFICIÊNCIA VENOSA:

- Cansaço ao fim do dia (pernas pesadas).

- Comichão.

- Derrames e veias dilatadas.

- Hemorragias, úlceras, flebites e tromboses (em fases avançadas da doença).

 

FATORES QUE PODEM INFLUENCIAR AS DOENÇAS VENOSAS:

- Sexo (é mais frequente nas mulheres).

- Idade (é mais frequente acima dos 40 anos).

- Hereditariedade.

- Excesso de peso e alimentação inadequada.

- Sedentarismo.

- Estilos de vida (permanência prolongada de pé ou sentado).

- Alterações hormonais (por exemplo, gravidez ou toma de pílula contraceptiva).

- Calor ou exposição solar (dilata as veias superficiais).

- Roupas e sapatos apertados.

 

Existem no mercado vários produtos para aliviar os sintomas de pernas cansadas ou para prevenir o seu aparecimento, tanto em forma de gel (ajuda na massagem) como em comprimidos.

Estes produtos são, na grande maioria das vezes, à base de produtos naturais, como flavonóides, videira vermelha (antistax), extrato de semente de uva (circuvein), castanheiro-da-Índia, etc... A drenagem linfática manual e outras técnicas são também muito utilizadas.

Mas, na realidade, o principal é prevenir.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO:

- Fazer exercício físico, pois músculos tonificados são a base do retorno venoso. Os desportos de eleição para este mal são a marcha diária, o ciclismo, a dança, a natação e a ginástica.

- Durante o banho, fazer uns jactos de água fria nas pernas, pois isto vai ativar a circulação venosa. Na praia, faz bem caminhar com a água fria a bater nas pernas. - Repousar de pernas elevadas.

- Fazer massagens de baixo para cima, de preferência com um gel.

- Usar vestuário cómodo (não apertado) e calçado adequado (saltos médios é o ideal...). Por vezes, é conveniente o uso de meias de descanso.

- Lutar contra o excesso de peso. Fazer uma alimentação rica em fibras, evitando a ingestão de gorduras saturadas (manteiga, carne de porco, etc) , sal, especiarias e bebidas alcoólicas.

- Beber pelo menos 1,5 Lt de água. Se tiver dificuldade em beber água, beba chás, infusões ou mesmo sopas.

- Evitar calor nas pernas (sol, depilação a quente, aquecedores, lareiras, banhos muito quentes, sauna).

- Evitar permanecer muito tempo de pé ou sentado.

- Evitar cruzar as pernas (aumenta a pressão na perna que fica por baixo).

- Evitar fumar.

 

Lembre-se sempre que o mais importante é evitar que a doença venosa avance. Esteja atento aos sintomas!

Se sente as suas pernas cansadas, consulte o médico!

publicado às 19:46

22 a 26 Abril - Semana Europeia da Vacinação

por dicasdefarmaceutica, em 24.04.14

A Direção Geral da Saúde (DGS) associou-se, mais uma vez, à Semana Europeia da Vacinação, que decorre durante esta semana (22 a 26 de Abril).
Esta iniciativa tem como objetivo a divulgação dos benefícios da vacinação e alerta para que todas as pessoas tenham as vacinas em dia.
Em Portugal, o programa nacional de vacinação infantil é cumprido com rigor e tem-se revelado eficaz. Para os adultos, o programa apenas prevê a vacina contra o Tétano de 10 em 10 anos. Aproveite e vá agora ver se a sua vacina está em dia...

Achei importante falar desta semana porque, de vez em quando, surgem grupos de pressão antivacinas, devido ao receio dos efeitos adversos. Na última década, surgiram alguns surtos de Sarampo em crianças, devido à recusa de alguns pais em vacinarem os filhos, por acreditarem que a vacina poderia causar autismo. Foi provado que tal relação não tem fundamento. Se tiver dúvidas, nunca opte por não vacinar o seu filho; fale com o médico que o acompanha e, de certeza que vai tomar a melhor decisão.

Vacinar-se é uma opção individual, mas com muito peso na sociedade, pois todos os anos, as vacinas salvam milhões de pessoas no mundo inteiro.
Informe-se sobre as vacinas aconselhadas para todas as faixas etárias da sua família; fale com o seu médico, pergunte no centro de saúde, pergunte na farmácia, enfim, mantenha-se informado e vacine-se!

publicado às 17:37

Feridas - Primeiros Cuidados

por dicasdefarmaceutica, em 23.04.14

No trabalho, na escola ou mesmo em casa, os pequenos acidentes podem acontecer em qualquer altura e há que saber o que fazer de imediato, quando nos deparamos com uma ferida (lesão da pele); por mais pequenas que sejam, todas as feridas necessitam de ser devidamente limpas e desinfectadas e os primeiros cuidados são essenciais para prevenir eventuais infecções:
- Manter a zona afetada imóvel e, se necessário, sentar ou deitar a pessoa acidentada.
- Lavar as mãos devidamente e, se possível, usar luvas.
- Lavar a ferida com soro fisiológico ou com água corrente. Pode complementar-se a limpeza com uma gaze humedecida.

- Se houver hemorragia, deixar sangrar um pouco (o sangue arrasta as impurezas e ajuda a limpar a ferida) e estancar o sangue, fazendo ligeira pressão com uma compressa.
- Desinfectar a ferida, aplicando um anti-séptico que assegure a eliminação de microrganismos que possam provocar infecção. O ideal é utilizar uma gaze esterilizada e um anti-séptico líquido incolor dos diversos que existem na farmácia (ex: Diaseptyl); a povidona iodada (Betadine), que tem uma cor amarelada, é dos desinfectantes mais utilizados e é muito eficaz contra uma grande maioria de microorganismos patogénicos. (Ver NOTA)

- Se possível, deixar a ferida ao ar livre; se tal não for possível, cobrir com material de penso adequado.
- Assegurar-se de que a vacina do tétano está em dia.
- Observar a evolução da ferida, de modo a detectar sinais de infecção, como vermelhidão, tumefação, pus, dor ou febre, o que, a confirmar-se, exige imediata consulta médica.
- Caso se forme uma crosta, não se deve arrancá-lá, já que a sua presença é útil na prevenção de uma contaminação; ela acabará por cair ao fim de alguns dias, de forma espontânea.

Há que ter noção que só se deve solucionar o problema de uma ferida com métodos caseiros, quando não existir qualquer dúvida de que se trata de uma ferida ligeira.

NOTA:
O que não se deve utilizar nos primeiros cuidados perante uma ferida:
- Algodão, devido à libertação de alguns filamentos que podem penetrar na ferida.
- Anti-sépticos em forma de pomada, pois amolecem a pele, não favorecendo a cura (as pomadas funcionam bem na cicatrização).
- Água oxigenada, pois esta, apesar de poder ser utilizada na limpeza da ferida, nunca assegura a sua desinfecção, uma vez que não destrói todos os microorganismos.
- Álcool, uma vez que é muito irritante para uma pele danificada.

publicado às 13:40

Amêndoas na Páscoa

por dicasdefarmaceutica, em 19.04.14

Saudável e altamente nutritiva, a amêndoa é uma abundante fonte de proteína e gordura insaturada e é um fruto muito versátil na culinária, pois doce ou amarga, tem múltiplas utilizações.
É um alimento muito importante quando falamos de dietas de emagrecimento e de alimentação vegetariana.

As amêndoas têm múltiplos benefícios para a saúde, nomeadamente:
- Ajudam a prevenir doenças cardiovasculares.
- Ajudam a baixar o colesterol total e a subir o colesterol HDL (bom colesterol).
- Ajudam a prevenir a diabetes.
- Dada a quantidade de fibra, quando comidas com a casca, têm um efeito laxante.
- Têm um efeito antioxidante (ricas em vitamina E e vitaminas do complexo B).
- Ajudam no fortelacimento dos ossos (ricas em cálcio).
- Têm um efeito diurético (ricas em água e potássio).
- Têm propriedades estimulantes do cérebro (ricas em fósforo).
- Os seus óleos essenciais são muito utilizados na cosmética, contribuindo para a saúde e nutrição da pele.

Bastam 4 ou 5 amêndoas por dia para tirar todos os seus benefícios.

E, em altura de Páscoa, todos temos direito a comer umas amêndoas doces...Boa Páscoa para todos!

publicado às 10:28

Cura da Hepatite C - Novo Medicamento

por dicasdefarmaceutica, em 18.04.14

Há já alguns anos, mais precisamente em 1990, trabalhava eu na Ortho Diagnostic Systems ( Johnson & Johnson), tive o privilégio de colaborar no lançamento do primeiro teste para a deteção de anticorpos da Hepatite C, em Portugal.
O vírus foi identificado há 25 anos e o caminho para o tratamento tem sido penoso. A doença afeta 169 milhões de pessoas no mundo e, em Portugal, calcula-se que mais de cem mil esteja infetados.
O VHC (Vírus da Hepatite C) é uma das principais causas de cirrose, carcinoma hepatocelular e transplantes hepáticos.
É com satisfação que tenho seguido as notícias recentes sobre o lançamento de novos medicamentos que possibilitam a cura de doentes com Hepatite C em mais de 90% dos casos
No início deste ano, a Comissão Europeia aprovou a Autorização de Introdução do Mercado (AIM) do medicamento Sofosbuvir 400mg, indicado no tratamento da Hepatite C crónica em adultos, em associação com a Ribavirina(RBV) e o Peginterferão alfa (peg-IFN).
Na sua edição de hoje, o Diário de Notícias adianta que há cerca de 80 doentes graves em todo o país que estão à espera há meses deste novo medicamento. A introdução do Sofosbuvir em Portugal já foi aprovada, mas o estudo relativo à comparticipação ainda não foi concluído. Decorrem ainda negociações entre o Ministério da Saúde e os laboratórios.
Em declarações à agência Lusa, o bastonário da Ordem dos Médicos disse que a situação "não é normal nem aceitável", uma vez que a vida dos doentes está a ser posta em causa.
Há doentes com Hepatite C "condenados à morte". Até quando esta espera?

publicado às 12:14

Dia Mundial da Voz

por dicasdefarmaceutica, em 16.04.14
Dia Mundial da Voz

Hoje, dia mundial da voz, impõe-se falarmos deste instrumento precioso que utilizamos na nossa interação com os outros.
Vou deixar aqui algumas dicas importantes para prevenir a rouquidão e a afonia (ausência de voz), mantendo a voz "afinada":
- Beber água em abundância (6 a 8 copos por dia), de modo a manter as cordas vocais lubrificadas e reforçar a ação do muco na laringe.
- Não fumar, pois o fumo, ao passar nas cordas vocais, irrita-as, podendo causar inflamação. Evitar exposição ao fumo passivo.
- Evitar o consumo de álcool e café, pois ambos deixam a garganta seca e desidratada.
- Usar corretamente a voz; evitar gritar ou usar a voz num tom diferente do que é habitual.
- Quem usa a voz profissionalmente, deve aprender técnicas de colocação da voz e recorrer, sempre que possível, a microfones.

Muitos profissionais que utilizam a voz como instrumento de trabalho, recorrem, muitas vezes, a pastilhas "milagrosas". Quem conhece estas caixinhas?


Aproveitem e cuidem bem da voz que têm! Hoje, dia Mundial da Voz, vamos conversar muito, cantar e rir com vontade!

publicado às 18:15

Moda das Tatuagens - Cuidados a ter

por dicasdefarmaceutica, em 15.04.14

Mais ou menos visíveis, as tatuagens estão na moda.
Para fazer uma tatuagem, utilizam-se objetos que penetram na pele (agulhas) para aí depositarem os pigmentos, que irão fazer os contornos do desenho escolhido. O processo é feito sem anestesia, podendo originar alguma dor.
São vários os riscos ao fazer uma tatuagem; vou só referir alguns deles:
- Risco de infeções, decorrentes da possibilidade das bactérias que existem na pele, entrarem no organismo durante o processo de execução da tatuagem. Os Staphylococcus aureus estão em ascensão entre pessoas tatuadas, e isto é particularmente preocupante, porque esta espécie de bactérias é altamente resistente à maior parte dos antibióticos.
- Risco de problemas de pele, como granulomas (caroços vermelhos) e quelóides.
- Risco de reações alérgicas às tintas usadas para tatuar, ou mesmo aos materiais utilizados. Algumas reações de sensibilidade podem ocorrer algum tempo após fazer a tatuagem; as toxinas de algumas tintas podem entrar nos rins, pulmões e nódulos linfáticos, através do sistema circulatório.
- Risco de contrair doenças, como Hepatite B, Hepatite C e SIDA. Este risco só existe se o material utilizado não for rigorosamente esterilizado e descartável.

Eu não gosto de tatuagens mas, se é realmente muito importante "estar na moda" e marcar, desta forma, um acontecimento importante, então há que ter alguns cuidados:
- Escolher um bom tatuador e certificar-se de que utiliza material esterilizado e descartável; deve também utilizar luvas de látex durante todo o processo.
- Deve seguir os conselhos do tatuador e manter todos os cuidados para que a cicatrização decorra sem sobressaltos.
- Normalmente, a tatuagem é coberta com uma película aderente e/ou gaze esterilizada durante as primeiras horas.
- No dia , não se deve molhar a tatuagem.
- Deve ser aplicada uma pomada hidratante e cicatrizante, várias vezes ao dia, durante 7 a 10 dias, na zona tatuada (a pomada mais utilizada é à base de dexpantenol, mas há outras).
- Não se devem usar roupas apertadas nem fibras sintéticas em cima da tatuagem.
- Nas primeiras três semanas após fazer a tatuagem, deve-se evitar ir à praia ou à piscina e só se pode apanhar sol quando a cicatrização está perfeita. Após cicatrização, deve utilizar-se protetor solar.
- Durante o processo de cicatrização, às vezes, a tatuagem ganha uma crosta e dá comichão; não se deve coçar e deve-se deixar a crosta desaparecer por si só.

Mas não se esqueçam: as tatuagens são uma marca para a vida; eliminá-las é complicado e é mais doloroso do que fazer.

publicado às 12:40

Dicas para acalmar a Tosse

por dicasdefarmaceutica, em 14.04.14

Há já alguns dias que a tosse não me larga. Tossir é natural, é uma proteção das vias respiratórias e um mecanismo de defesa do organismo, mas tossir todo o dia e não dormir por causa da tosse é muito mau, causa incómodo a quem tosse e a quem ouve tossir.
Há algumas dicas caseiras que vos deixo aqui e que, na maioria das vezes, alivia este problema:
- Beber muita água durante todo o dia.
- Comer uma colher de mel antes de deitar (o mel atua como anti-inflamatório e anti-séptico, ajudando a combater a tosse e a garganta irritada). Atenção: ver NOTA!
- Elevar a cabeceira da cama, colocando, por exemplo, algumas almofadas.
- Evitar ambientes poluídos e centros comerciais, preferindo passeios ao ar livre.

A tosse é um reflexo natural, mas também pode ser sintoma de uma doença. Por isso, quando é persistente e se prolonga por mais de duas ou três semanas, não deve ser ignorada. Também se impõe uma consulta médica se a tosse é acompanhada de:
- Produção excessiva de muco de cor amarelada ou esverdeada.
- Sangue
- Febre alta
- Dores no peito
- Dificuldade respiratória
- Perda de peso involuntária

NOTA: o mel é um alimento saudável, mas não é totalmente inofensivo. O mel não deve ser consumido por crianças até aos dois anos, pela possibilidade de intoxicação por Clostridium botulinum (bactéria causadora do botulismo) nem por diabéticos, por ser constituído por açúcares vários (frutose, glicose e sacarose).

publicado às 13:49

Suplementos Alimentares - Sim ou Não?

por dicasdefarmaceutica, em 11.04.14

Os suplementos alimentares são substâncias produzidas para complementar a alimentação.
Uma alimentação equilibrada deve fornecer todos os nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo. Contudo, há situações em que pode ser indicado algum suplemento, mas este deve ser sempre feito mediante o conselho de um profissional habilitado (médico, farmacêutico, enfermeiro, nutricionista).
Engane-se quem pensa que os suplementos são inofensivos. Neste caso, a lógica " quanto mais melhor"parece estar errada e , em determinadas situações, o uso de suplementos é mesmo desaconselhado.
Não quero que os meus colegas farmacêuticos digam que lhes estou a estragar o negócio dos suplementos; o importante é ter noção que não adianta entrar na farmácia e comprar o suplemento só porque "está na moda"; há que avaliar qual a necessidade real desse suplemento.
Em minha casa também utilizo suplementos, nomeadamente: magnésio (para os mais idosos, quando se queixam de fadiga muscular), caroteno (aconselhado pelo dermatologista, utilizo antes e durante a exposição solar, devido a um carcinoma basocelular já resolvido) e um suplemento multivitamínico ( em determinadas alturas do ano, para os mais " fracalhotes").

Também já fui tentada a utilizar os chamados suplementos antioxidantes, mas sobre estes, vou falar noutra ocasião.
Suplementos sim, mas com "conta, peso e medida". Todos os organismos são diferentes e cada um tem as suas necessidades específicas. Não vamos para o ginásio com a "garrafinha da moda" na mão tomar o batido que todos tomam, nem vamos andar na rua a passear aquelas garrafas com um líquido de cor estranha para ficarmos mais magras no Verão...
Uma importante dica: se acha que necessita de suplementos, informe-se e vá a uma consulta, mas não se esqueça que a base está sempre na quantidade e na qualidade da sua alimentação.

publicado às 15:04

Animais

por dicasdefarmaceutica, em 06.04.14

Também com os nossos amigos animais, o importante é que vivam com saúde e bem-estar.
Algumas "dicas de farmacêutica" podem também ajudar a escolher os produtos mais adequados para os nossos companheiros de 4 patas e a esclarecer algumas dúvidas sobre os cuidados a ter com eles.

publicado às 09:46

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog