Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




image_2017-03-13_08-36-40.jpeg

 

Sabiam que o Glaucoma afeta 80 milhões de pessoas no mundo, sendo a segunda maior causa de cegueira? Sabiam também que é a primeira causa de cegueira irreversível evitável? 

 

Por tudo isto, nesta Semana Mundial do Galucona (de 12 a 18 de março), vale a pena alertar para esta doença que, se for detetada numa fase precoce, pode evitar uma cegueira irreversível.

É conhecida por muitos como "cegueira silenciosa", pois vai causando danos sem qualquer aviso e, muitas vezes, a consulta ao oftalmologista já acontece tarde de mais, quando pouco há a fazer.

 

Para sensibilizar a população para os perigos desta doença degenerativa, sem sintomas na fase inicial, o Grupo Português de Glaucoma (GPG) da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) lançou uma campanha pública para assinalar a Semana Mundial do Glaucoma, que está difundida em painéis publicitários e em centros comerciais nas cidades de Lisboa, Porto e Coimbra.

Esta campanha chama o Glaucoma de "Ladrão silencioso", pois vem, sem aviso, roubar um dos nossos bens mais preciosos, a visão.

 

Não facilite, não ande a empatar a colocar gotinhas nos olhos ou a ver se passa, se sentir algum sintoma estranho nos seus olhos e na sua visão, consulte o oftalmologista. Vá a este especialista se:

- Tem mais de 45 anos e não sabe a sua tensão ocular

- Tem familiares com glaucoma

- Dor nos olhos

- Visão alterada

 

Lembre-se que só o oftalmologista consegue detetar o Glaucoma na sua fase inicial e apanhar o "ladrão" que queria "roubar-lhe" a visão!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:46

image_2017-03-09_11-39-46.jpeg

 
A Esclerose Múltipla é uma doença crónica, inflamatória e degenerativa, que afeta o Sistema Nervoso Central (SNC). É uma doença que surge frequentemente entre os 20 e os 40 anos de idade, ou seja, entre os jovens adultos. Afeta com maior incidência as mulheres do que os homens.

 

Começa hoje no Porto, o Congresso Internacional da Esclerose Múltipla. Em simultâneo, a Merck vai iniciar uma ação de sensibilização com o objetivo de mostrar, através de experimentação física e virtual, como é viver com Esclerose Múltipla (EM). Assim, foi construída uma casa, chamada Casa da EM, onde é possível experienciar as dificuldades e limitações destas pessoas nas tarefas diárias.

 

A casa é constituída por três divisões: sala de estar, cozinha e casa de banho. Na sala de estar, o sofá é mais baixo do que o normal e um tapete de água dá a sensação de desequilíbrio, por exemplo. Na cozinha, os participantes vão perceber como um gesto tão simples como pegar numa caneca pode exigir um imenso esforço a estes doentes e na casa de banho, o espelho vai apresentar uma imagem desfocada. Todas estas características levam a que as pessoas diagnosticadas com EM tenham que se adaptar a uma nova realidade.

 

image_2017-03-09_11-49-55.jpeg

 

image_2017-03-09_11-49-59.jpeg

 

Os sintomas mais comuns da EM são:

- Fadiga

- Neurite óptica

- Perda da força muscular nos braços e pernas

- Alterações da sensibilidade

- Dor

- Alterações urinárias e intestinais

- Problemas sexuais

- Alterações no equilíbrio e coordenação

- Alterações cognitivas

- Alterações de humor e depressão

"Os efeitos que todos estes sintomas têm na qualidade de vida variam muito. Dependem bastante da forma como o doente vive estes sintomas e como consegue lidar com eles. Com o tempo, acabará por aprender a lidar com eles e a compensá-los, realizando coisas de que ainda é capaz e descobrindo novas capacidades.
Não irá acontecer de um dia para o outro: é um processo que requer esforço e tempo, não só da sua parte, mas de todos os que o rodeiam (companheiro/a, filhos ou outros membros da família)". É importante rodear-se das pessoas que se preocupam em ajudar e apoiar-se em grupos que sabem lidar com a doença, como a Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM).

 

Segundo Bruno Wohlschlegel, Diretor-Geral da Merck em Portugal, “Hoje em dia, os avanços terapêuticos na área da EM já permitem que as pessoas prossigam a sua vida e consigam manter uma atividade profissional. Contudo, para as pessoas que sofrem desta doença é de suma importância criar uma maior consciencialização sobre o tema e daí surge a Casa da EM. Na Merck, é nosso objetivo contribuir para melhorar a qualidade de vida dos doentes nas suas várias dimensões, seja no âmbito clínico, como no âmbito dos relacionamentos interpessoais.”

 

O Congresso Internacional de Esclerose Múltipla do Porto marca o primeiro momento de apresentação da Casa da EM, que segue para o Congresso da Associação Portuguesa de Farmacêuticos Hospitalares. Ao longo do ano de 2017 a Casa será estrategicamente apresentada em vários eventos, com o objetivo de formar e sensibilizar o maior número de pessoas.

 

Todos os dias, de uma ou de outra forma, "topeçamos" com doenças crónicas como a Esclerose múltipla. É muito bom sabermos o que sentem e de que forma é o dia a dia das pessoas que vivem com estas doenças, pois só assim poderemos ajudar e encaminhar da melhor forma aqueles que pedem a nossa ajuda.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:20

"Dia Internacional da Mulher"

por dicasdefarmaceutica, em 08.03.17

 

image_2017-03-08_09-14-50.jpeg

 

Todas as mulheres que têm um blog, falam deste tema neste dia e eu não quis se exceção.

"Dia Internacional da Mulher", porquê a 8 de março? Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica em Nova Iorque entraram em greve, ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia, para 10 horas. Estas operárias que, nas suas 16 horas, recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como “Dia Internacional da Mulher”.

 

A mais antiga referência à presença das mulheres na profissão farmacêutica, remonta à Idade Média, a Maria Nunes, boticária em Lamego no séc. XIV.

Mais tarde, nos séculos XV e XVI surgem igualmente referências a boticárias que manipulavam medicamentos para senhoras da alta nobreza: “A Rainha D. Joana (1462-1530) mulher de D. Afonso V, tinha ao seu serviço como boticária, Isabel de Sequeira. Também D.Brites, mãe de D. Manuel, duque de Beja e futuro rei de Portugal, tinha como sua boticária Isabel Lopes, cuja botica era tão bem equipada com material farmacêutico que após a morte de D. Brites a botica e a boticária foram transferidas para o Hospital de Beja."

Ao longo dos séculos, várias mulheres se afirmaram como "boticárias" em Portugal. Em 1947, Maria Serpa dos Santos, natural do sítio do Mirante, freguesia da Conceição, concelho da Horta (Açores), foi a primeira mulher a doutorar-se em farmácia em Portugal. Foi professora e investigadora da faculdade de farmácia de Coimbra.

 

As mulheres farmacêuticas não pararam mais e, na atualidade, 80 por cento dos farmacêuticos inscritos na Ordem, são mulheres.

Não vou referir nomes, mas são muitas as mulheres a ocupar lugares de topo nas empresas farmacêuticas e a "dar a cara" em organizações internacionais, representando o que melhor se faz em Portugal e no Mundo, no sector farmacêutico.

 

Não gosto particularmente destes dias "temáticos", mas dadas as disparidades ainda existentes neste mundo do século XXI entre homens e mulheres, ainda faz todo o sentido, continuarmos a refletir sobre este assunto.

 

Homens e Mulheres são diferentes e a neurociência mostra isso mesmo: existem diferenças anatómicas e funcionais assinaláveis nos cérebros masculino e feminino. Os homens parecem usar mais o hemisfério esquerdo para pensar e comunicar os seus pensamentos, orientando o seu discurso de forma mais linear. As mulheres parecem usar mais áreas dos dois hemisférios quando comunicam, prefigurando uma utilização mais rica da informação armazenada. Segundo o Dr George Keeler "os homens falam a linguagem das partículas, as mulheres a linguagem das ondas". 

Por isto mesmo, não somos melhores nem piores do que os homens, somos diferentes e essa diferença complementa-se nas várias profissões e na vida. 

As oportunidades, assim como os reconhecimentos e as renumerações, deveriam ser iguais para todos.

 

Um bom "Dia da Mulher" para todos os farmacêuticos (Mulheres e Homens) deste país! 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:14

Rastreios gratuitos ao cancro do intestino

por dicasdefarmaceutica, em 07.03.17

image_2017-03-06_18-58-32.png

As Farmácias Holon e a Europacolon Portugal promovem, pelo 4º ano consecutivo, uma campanha de sensibilização para o cancro colorretal, uma doença que ainda é responsável pela morte de 11 portugueses todos os dias.

 

Quando detetado numa fase precoce, este tipo de cancro tem cura em 90 por cento dos casos, daí a importância destes rastreios. A doença é, muitas vezes, silenciosa e, por isso mesmo, pode passar despercebida, sem sintomas, durante alguns anos.

 

O método de rastreio utilizado nestes rastreios feitos nas farmácias é a pesquisa de sangue oculto nas fezes (PSOF). Este método permite identificar precocemente a presença de um tumor ou de pólipos no intestino e o encaminhamento imediato da pessoa para exames complementares de diagnóstico, como a colonoscopia.

 

Este rastreio é dirigido à população em geral e tem em consideração os seguintes critérios de inclusão:

- Idade compreendida entre os 50 e os 74 anos;
- Não realizou PSOF no último ano ou colonoscopia nos últimos 5 anos;
- Sem sintomas relevantes;
- Sem ligações hereditárias de primeiro grau a doentes de cancro colorretal;
- Sem história pessoal anterior de cancro;
- Sem diagnóstico prévio de pólipos colorretais ou doenças inflamatórias do intestino (doença de Crohn ou colite ulcerosa).

 

A par do rastreio, a Europacolon Portugal promove ainda, nas Farmácias Holon, um peditório público, cujo objetivo é a angariação de fundos para o desenvolvimento da sua missão, nomeadamente ações de sensibilização enquadradas na prevenção e apoio aos pacientes e familiares de cancro digestivo.

 

Se tem entre 50 e 74 anos e se inclui nos critérios que referi, dirija-se a uma farmácia Holon durante os meses de março e abril. Veja AQUI a lista de farmácias aderentes.

 

O diagnóstico precoce do cancro do intestino pode salvar a sua vida!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:31

Prevenir a Meningite

por dicasdefarmaceutica, em 05.03.17

 

IMG_1387.JPG

 

Conheci um rapazinho que teve uma Meningite bacteriana e não resistiu. Desde esse dia que o nome Meningite me mete medo e surge na minha lista de "doenças más". Também o meu filho, com três anos, acabadinho de entrar no colégio, apanhou esta doença, mas desta vez era a chamada Meningite viral e, felizmente, passou sem causar danos, após a terapêutica instituída.

 

Estou a escrever este post porque li hoje o site da nova campanha de sensibilização para esta doença e tinha que partilhar convosco. É bom que todos, sobretudo pais e educadores, estejam atentos aos sintomas e saibam como prevenir a Meningite, pois pode ser uma doença fatal.

 

Os sintomas iniciais da doença podem confundir-se com uma gripe, daí a importância de um diagnóstico correto. Um em cada cinco sobreviventes da doença, apresenta sequelas e danos para toda a vida. 

A Meningite atinge sobretudo bebés, crianças, adolescentes e jovens adultos e a melhor forma de prevenção é a vacinação. Fale com o seu médico e proteja os seus filhos!

 

Para saber tudo o que precisa sobre esta doença, visite o site www.prevenirameningite.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:08

Dê mais atenção à saúde dos seus pés!

por dicasdefarmaceutica, em 05.03.17

image_2017-03-01_18-00-05.jpeg

Sofrer dos pés é muito mau e, quem sofre de algum mal a a este nível, sabe do que estou a falar. Por isso mesmo, e porque sabemos que muitos desses problemas têm solução, há que procurar a ajuda de especialistas.

A prevenção é a melhor solução para evitar problemas futuros ao nível dos pés, com repercussões, às vezes graves, noutras zonas do corpo, nomeadamente ao nível das costas. 

 

Já ouviram falar de podologistas? Neste momento, são muitas as clínicas do país que já têm esta especialidade e também muitas farmácias já oferecem este serviço.

"A Podologia é a ciência que analisa e investiga os membros inferiores e tem por objetivo o diagnóstico e terapêutica das patologias que afetam não só o pé, mas as suas repercussões em todo o corpo".

 

Em Portugal, cerca de 85% da população sofre de doenças dos pés, que afetam diferentes grupos etários, desde a criança ao idoso, exigindo vários níveis de intervenção. Dentro da podologia, temos várias "especialidades":

- Podologia infantil, que é especializada no diagnóstico e tratamento das patologias que afetam os pés das crianças.

- Podologia desportiva, que tem como objetivo a prevenção, o diagnóstico e o tratamento das lesões no atleta.

- Podologia geriátrica, que é direcionada aos idosos.

- Pé de risco, compreende o tratamento do pé diabético, do pé reumático, entre outros.

- Dermatologia podológica, que é recomendada para o tratamento de pele e unhas ao nível do pé.

- Reprogramação postural, que corrige a postura a partir dos pés e recorre a palmilhas personalizadas.

- Patologia laboral,que é destinada a tratar o pé segundo a área profissional.

- Podologia cirúrgica, compreende o recurso à cirurgia para tratar o pé.

 

Março é o mês da Saúde do Pé e a Walk’in Clinics assinala a data com rastreios de podologia, entre os dias 01 e 05 de março, mediante marcação prévia e sem qualquer custo, através do número 808 20 20 80.

Durante todo o mês de março, pode ainda beneficiar de 25% na marcação da primeira consulta (sobre pvp).

Aproveite e aprenda a tratar da saúde dos seus pés!

 

 

image_2017-03-01_18-01-35.jpeg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:11

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog