Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




image_2016-11-18_17-32-14.jpeg

 

Hoje assinala-se o Dia Europeu dos Antibióticos. Neste dia, o Infarmed e a Direção Geral da Saúde (DGS) alertam os profissionais de saúde, em especial os médicos e os farmacêuticos, para a necessidade de sensibilizarem a população em geral para o uso adequado dos antibióticos.

Neste sentido, estes profissionais de saúde receberam cartas a pedir que informem os doentes sobre o risco de tomarem antibióticos de forma desadequada. 

 

Em toda a Europa existem programas de apoio à prescrição dos antibióticos, numa tentativa de ajudarem o médico a tomar a melhor decisão terapêutica. Também é importante que os médicos aprendam a resistir à pressão dos doentes para a prescrição destes medicamentos. Alguns doentes, chegam a ir a mais do que uma consulta, na tentativa de obterem a tal "receitinha milagrosa" do "antibiótico mágico" que cura tudo tão rápido...

E os farmacêuticos? Aqui o alerta vai no sentido de não venderem antibióticos sem receita médica. De uma vez por todas, resistam à pressão dos doentes e alertem para o perigo da toma desadequada destes medicamentos! Se todos estivermos a caminhar no mesmo sentido, o sucesso destas campanhas e, mais importante do que os números, a saúde de todos nós, vai com toda a certeza melhorar.

 

Nesta altura do ano, este alerta é particularmente importante, pois todos sabemos que muitas pessoas continuam a achar que os antibióticos curam gripes e constipações. Termos cidadãos conscientes em termos de conhecimentos básicos de saúde deveria ser o grande objetivo de todos os países e é nesse sentido que devemos todos trabalhar.

 

De qualquer forma, os números são animadores e, em 2014, Portugal conseguiu diminuir o consumo de antibióticos, situando-se abaixo da média europeia. 

 

Como é sempre importante relembrar, deixo-vos com 6 dicas importantes para o correto uso dos antibióticos:

1 - Não tomar antibióticos sem receita médica (não se automedique!).

2 - Não alterar a dose prescrita nem o intervalo entre as tomas.

3 - Não partilhar os antibióticos com ninguém (vizinhos, amigos, família).

4 - Tomar o antibiótico até ao fim (os dias aconselhados pelo médico, normalmente, a embalagem até ao fim).

5 - Não usar sobras de tratamentos anteriores.

6 - Cozinhar bem os alimentos, pois podem ter antibióticos ou bactérias resistentes.

 

Não se esqueça que tem sido o uso excessivo destes medicamentos que tem levado ao aparecimento de bactérias multirresistentes, responsáveis por mais de 700 mil mortes no mundo!

E já agora, não se esqueça que os antibióticos não curam gripes e constipações, pois a maioria destas doenças são provocadas por vírus e não por bactérias!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:29

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Novembro 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog