Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ajude o seu amigo a livrar-se das carraças

por dicasdefarmaceutica, em 29.07.16

image.jpeg

As carraças andam por aí, por isso, cuidado! O seu nome diz isso mesmo, as verdadeiras carraças não largam e gostam especialmente dos cães, apesar de também aparecerem nos gatos.

As carraças são parasitas externos, que se alimentam do sangue do hospedeiro. Em Portugal, como o clima é ameno, estão ativas durante todo o ano, mas é sobretudo do calor que elas mais gostam. 

 

As carraças rastejam, não voam nem saltam e só as adultas podem ser vistas a olho nú. As larvas e as ninfas das carraças são difíceis de ver, sobretudo nos cães de muito pêlo.

 

As carraças podem provocar doença nos cães, transmitindo outras doenças e podem ter efeitos tóxicos bastante graves. Como conseguem "sugar" grandes quantidades de sangue, podem ainda fazer como que o cão fique anémico e, por isso, muito debilitado.

As carraças são portadoras de protozoários (Babésia), bactérias (Borrélia), riquétsia (Ehrlichia) e vírus, podendo também causar doença nos seres humanos.

 

O ideal é prevenir e evitar que as carraças cheguem perto dos nossos amigos e aí se instalem.

Existem no mercado várias soluções para isso, desde pipetas, sprays, coleiras, shampoos e até comprimidos. O melhor é aconselhar-se sempre com o veterinário e escolher o método e a dosagem que é mais indicada para o seu animal.

 

image.jpeg

O meu Pipo, que ainda só tem 10Kg, está a fazer esta pipeta uma vez por mês:

 

image.jpeg

 

Com esta prevenção, livramo-nos também das pulgas. As infestações com pulgas parece-me que ainda são piores, pois podem sair rapidamente do nosso controlo. Sabiam que uma única pulga pode produzir 2500 ovos? Elas põem 40 a 50 ovos por dia, durante 50 dias. Imaginem o que é isto no nosso cão ou gato e em nossa casa...

 

O que fazer se a malvada carraça já se instalou no nosso amigo?

- Não aplicar nenhuma substância (como álcool) para fazer com que a carraça se desprenda.

- Utilizar luvas de látex para proteger as mãos.

- Usar uma pinça de pontas afiadas (existem umas especiais para o efeito).

- Agarrar a carraça (com a pinça) o mais próximo possível da pele do animal.

- Rodar suavemente a carraça até que esta se desprenda da pele.

- Lavar a área picada com água morna e sabão neutro.

- Observar a área picada durante os dias seguintes e se a ferida não sarar, consultar o veterinário.

Pode ainda guardar-se a dita carraça num frasco, de forma a que o veterinário possa identificar qual o seu tipo e a gravidade da picada.

 

Proteja o seu amigo e aconselhe-se sempre com o médico veterinário!

image.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:25

Dia Mundial das Hepatites

por dicasdefarmaceutica, em 28.07.16

image.jpeg

Assinala-se hoje o Dia Mundial das Hepatites e este ano o lema é “Conhecer a hepatite. Agir agora”.

O objetivo deste lema é apelar aos países e às pessoas para se informarem sobre os riscos da infeção pela hepatite, para fazerem os respetivos testes e para promoverem um maior acesso a tratamento e cuidados.

 

Em Portugal, a propósito da data comemorativa, recorda-se que o programa para o tratamento da hepatite C foi anunciado a 6 de fevereiro de 2015, após meses de negociações com o Infarmed.

 

Foi a 18 de Abril de 2014 que fiz o primeiro post sobre o novo medicamento inovador que iria curar a Hepatite C (ver AQUI). Felizmente, e para Portugal, a luta de muitos doentes, teve um final feliz e os números revelam isso mesmo.

 

"Passado quase um ano e meio da formalização do acordo, e de acordo com os dados disponibilizados pelo Infarmed, à data de 27 de julho, contabilizam:

Tratamentos iniciados – 8.136
Doentes curados – 3.234
Doentes não curados – 128

Alerta-se, porém, que os dados do Infarmed abrangem, também, doentes tratados por medicamentos fora do âmbito do referido acordo."

 

A taxa de cura é de 96%. Sabendo que, em Portugal, toda a gente tem acesso ao tratamento inovador, mesmo sem ter a doença grave, podemos estar no caminho certo, desde que o diagnóstico seja feito precocemente, a ter praticamente todas as pessoas com Hepatite C, curadas.

 

Neste momento, o problema é existirem muitos doentes por diagnosticar, daí a importância de estarmos todos atentos aos sintomas, para que o tratamento seja eficaz, não havendo complicações associadas a uma hepatite prolongada, como cirrose ou carcinoma hepatocelular.

 

Gostaria de deixar aqui também uma nota relativa ao sucesso dos transplantes de fígado feitos no nosso país e que chegam já a 250 pessoas por ano.

 

Saiba AQUI um pouco mais sobre as várias hepatites.

 

Ligue-se ao site "World Hepatitis Day" e ajude a eliminar a Hepatite Viral até 2030!

 

image.jpeg

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:57

Dia Mundial do Cancro da Cabeça e Pescoço

por dicasdefarmaceutica, em 27.07.16

image.jpeg

 

Assinala-se hoje o 2.º Dia Mundial do Cancro de Cabeça e Pescoço. Para comemorar este dia, o Grupo de Estudo de Cancro de Cabeça e Pescoço (GECCP) vai estar presente na prova mais esperada do ciclismo nacional: a 78.ª edição da Volta a Portugal em Bicicleta, com a campanha “A primeira etapa é fazer o rastreio”.

image.png

Apoiado pela Liberty Seguros, o GECCP vai percorrer 1.618,7 km de estrada, de 26 de julho a 7 de agosto, para realizar rastreios gratuitos ao cancro de cabeça e pescoço, doença que, em Portugal, mata três pessoas por dia e que poderia ser diagnosticada e tratada precocemente se houvesse mais informação e sensibilização da população e dos médicos de medicina geral e familiar.

 

Os rastreios serão realizados diariamente, entre as 15h00 e as 17h00, nos pontos de chegada de todas as etapas da Volta a Portugal, estando sujeitos a uma inscrição prévia na tenda do Grupo de Estudos.

 

"Estes cancros são, muitas vezes, infelizmente diagnosticados em fases tardias, uma vez que há uma tendência para desvalorização dos sintomas. Por isso, o diagnóstico precoce é muito importante. Os sinais de alerta são ainda pouco conhecidos pela população em geral e podem muitas vezes ser confundidos com outras doenças. Feridas na boca que não cicatrizam, língua dorida ou com úlceras, rouquidão persistente, nariz entupido ou hemorragias nasais, dificuldade ao engolir ou uma simples dor de garganta são apenas alguns dos sinais que não podem ser ignorados e aos quais se deve ficar alerta se persistirem mais de três semanas” alerta José Alves, Presidente da Associação ASADOCORAL e sobrevivente de cancro oral.

image.jpeg

 

Paralelamente a esta iniciativa, o Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço (GECCP) e a Associação dos Amigos dos Doentes com Cancro Oral (ASADOCORAL), lançam a Petição Pública “Reabilitação oral dos doentes com cancro de cabeça e pescoço pelo SNS”.

image.pngASSINE AQUI 

 

A petição pública, assinada em primeiro lugar pela médica oncologista e Presidente do Grupo de Estudos do Cancro de Cabeça e Pescoço, Ana Castro, pretende levar à discussão na Assembleia da República a cobertura, por parte do Serviço Nacional de Saúde, da reabilitação oral dos doentes com esta patologia.

 

“Uma das consequências das terapêuticas do cancro de cabeça e pescoço é a extração de dentes. Esta situação implica alterações que condicionam significativamente o estilo de vida do doente, na medida em que podem existir mudanças na imagem corporal, na respiração, na mastigação e na comunicação. A petição que vai ser posta a circular na Internet a partir deste Dia Mundial do Cancro de Cabeça e Pescoço pretende refletir sobre a necessidade do SNS passar a apoiar a reconstrução oral deste sobrevivente para restabelecer a capacidade de os doentes se puderem alimentar por via oral” sublinha Ana Castro.

 

Mais uma iniciativa neste dia: Paralelamente será desenvolvida a campanha Ciclas Solidário em que a Mascote da Liberty Seguros – o Ciclas - este ano assume o formato de porta-chaves e vai estar disponível no stand do GECCP para aquisição em todas as cidades de chegada por onde a Volta a Portugal vai passar, mediante um donativo de 5 euros. A verba angariada com esta ação de solidariedade reverte na íntegra para a prevenção do Cancro de Cabeça e Pescoço.

image.jpeg

Mais um dia de reflexão para esta doença, de forma a estarmos atentos a todos os que nos rodeiam e àqueles que, de uma forma ou de outra, nos chegam com as suas queixas.

Na prevenção, nós, farmacêuticos, somos muitas vezes os que damos o alerta e os que fazemos o encaminhamento para o médico. Há patologias em que o encaminhamento precoce é fundamental e o Cancro da Cabeça e Pescoço é uma delas. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:03

image.jpeg 

Foi já há um ano que falei AQUI da App "Poupe na Receita". 

Após alguns ajustes, parece que esta App gratuita está já a funcionar em pleno.

O Infarmed fez agora uma atualização da mesma e são já muitas as pessoas a utilizá-la.

 

"A aplicação Poupe na Receita é uma aplicação mobile gratuita que permite aos utentes aceder aos preços dos medicamentos de modo a facilitar a identificação das opções mais baratas.

Permite também visualizar o folheto informativo do medicamento, consultar as novidades e alertas sobre medicamentos e produtos de saúde, localizar farmácias na proximidade do utilizador e criar um plano de tomas de medicamentos com um sistema de alertas.

Para além destas funcionalidades, esta aplicação oferece a possibilidade de ler códigos de barras nas receitas médicas (medicamentos e substâncias ativas) ou nas embalagens dos medicamentos, para aceder no imediato à informação."

 

Num universo em que o smartphone deve ser o objeto que mais passeia nas nossas mãos, estas aplicações são uma ferramenta preciosa para uma gestão cuidada é responsável da medicação.

Com esta App e sempre com a ajuda do seu farmacêutico, vai ser mais fácil escolher o genérico que mais lhe convém, na farmácia que mais lhe agrada, podendo ainda aceder de forma rápida a toda a informação sobre os medicamentos que lhe foram receitados.

 

Com as receitas eletrónicas a funcionar em pleno e com esta App, dispensamos as resmas de papel, muitas vezes em triplicado, e perdidos em qualquer canto da casa ou do carro.

 

Claro que, quem não tem smartphone ou mesmo quem não consegue ver as mensagens no telemóvel, continua a ter alternativa; deve informar o médico e a "papelada" com os códigos respetivos será entregue em mão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:34

Bébéu: um novo projeto para grávidas e para bebés

por dicasdefarmaceutica, em 21.07.16

image.jpeg

 Raquel Pacheco Neves, farmacêutica, é a mentora de um novo projeto, de nome "Bébéu". Trata-se de uma fusão entre duas das suas grandes paixões, o aconselhamento farmacêutico e a área da gravidez e da puericultura.

 

Hoje deixo-vos com um artigo da Raquel, muito útil quando temos crianças por perto:

 

KIT PRIMEIROS SOCORROS

image.jpeg

"Normalmente quando temos crianças é quando damos mais uso ao nosso kit de primeiros socorros.

As crianças são exploradoras natas do mundo e, por vezes, sofrem algum tipo de acidentes mais ou menos graves. Por isso devemos estar preparados com tudo o que possamos precisar para as tratar num primeiro momento. Este kit que vos trago hoje é um kit básico.

Que artigos devemos ter em casa quando temos crianças por perto?

- Soro Fisiológico -se possível em doses individuais estéreis (pode ser utilizado em várias situações, como por exemplo, para a limpeza de feridas);

- Desinfectante - como por exemplo o betadine (é utilizado na desinfecção de uma ferida ou corte);

- Gazes estéreis-de vários tamanhos ou então de tamanho grande que se possam cortar (servem para limpar as feridas ou cortes ou também para envolver e fechar uma ferida grande até chegar ao hospital);

- Luvas descartáveis-para não contaminarmos a ferida/corte com as nossas próprias mãos;

- Ligaduras-podem servir, por exemplo, para segurar as compressas e fechar uma ferida/corte;

- Fita adesiva-para selar uma ferida/corte;

- Tesoura-para cortar a fita adesiva e as compressas ou gazes (esta tesoura só pode ser utilizada para primeiros socorros e depois de utilizada deve ser desinfectada);

- Gaze gorda -pode ser utilizada em caso de queimaduras; como é revestida por uma substância gordurosa não se cola às feridas nem às queimaduras (pode ser utilizada para selar uma queimadura até chegar ao hospital);


Tenho aqui que juntar mais uma coisa ao nosso kit : CALMA!!! Está provado que se os adultos se mantêm calmos, a criança também vai estar porque se vai sentir mais segura. Por exemplo, se for preciso ir ao hospital por causa de uma ferida, primeiro é sempre muito importante fazer a limpeza e tentar estancar o sangue fechando a ferida e fazendo compressão. Façam a viagem para o hospital com calma e expliquem à criança o que se vai passar lá."

 

Aconselho-vos a visitar AQUI o projeto "Bébéu".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:28

Dia do Transplante

por dicasdefarmaceutica, em 20.07.16

image.jpeg

 

Em Julho de 1969 realizava-se o primeiro transplante no nosso país. Quarenta anos depois, em 2009, a  Sociedade Portuguesa de Transplantação assinalou a 20 de julho, o 1º Dia do Transplante.

 

Este ano, comemora-se o 8 º Dia de Transplante, que tem como mote” A Fotografia e o Transplante”. Para além dos habituais testemunhos, nas comemorações deste dia, que estão a ter lugar na mata de Monsanto, foi divulgado um pequeno filme com fotografias dos próprios doentes, representando as suas experiências e emoções nos diversos momentos do seu percurso de doentes transplantados.

 

image.jpeg

 

Susana Sampaio, presidente da SPT, adianta que “as campanhas de sensibilização da população e a formação de médicos e enfermeiros são um importante impulsionador para a doação de órgãos e consequente aumento de transplantes. A SPT tem trabalhado nesse sentido e acredita que Portugal continuará a ocupar um lugar de destaque a nível mundial”.

 

Este dia tem como principal objetivo alertar a população para a importância da transplantação como forma de tratamento mais eficaz em muitas situações, com maioria sobrevivência e mais qualidade de vida. Não há que ter medo deste método de tratamento, quando o médico o aconselha, e quando estão reunidas todas as condições para o transplante.

 

Os números já são significativos e, o sucesso dos vários transplantados está "espelhado" em muitos rostos deste país. Até ao  final de 2015 e desde 1980, foram realizados 16.974 transplantes de todos os órgãos:

- Rim, desde 1980 - 11.622

- Coração, desde 1986 - 783

- Fígado, desde 1988 - 4.182

- Pâncreas, desde 1993 - 262

- Pulmão, desde 1997 - 125

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:46

O gel duche perfeito para as férias

por dicasdefarmaceutica, em 19.07.16

image.jpeg

A vinha e a uva têm poderes excecionais na pele e a marca Caudalie é a prova disso mesmo.

 

Experimentei agora dois geles de duche desta marca e não podia deixar de vos dar a conhecer estes produtos. Tenho a certeza que toda a gente gosta de sair do duche com a pele perfumada, sobretudo nestes dias quentes em que, com um bom duche, "ganhamos o dia".

 

São eles o gel duche Rose de Vigne e o gel duche Figue de Vigne:

image.jpeg

Ambos são formulados sobre uma base levante suave de origem vegetal, que respeita o pH da pele. Após o duche, deixam no corpo uma delicada fragrância perfumada, muito agradável.

A fragrância fresca e vegetal do gel duche Rose de Vigne evoca a rosa da vinha ao amanhecer, húmida do orvalho, cujo perfume se mistura com as notas aciduladas do ruibarbo.

A fragrância sofisticada e amadeirada do gel Figue de Vigne foi inspirada numa bela tarde de verão na ilha de La Lande, à sombra das folhas de figueira onde se misturam as notas de citrinos e de madeira clara.

 

A Caudalie tem mais geles de duche, mas ainda não os experimentei. De certeza, que também são fantásticos...

image.jpeg

Vou exagerar um pouco, mas uma boa chuveirada, com um destes produtos, pode mesmo ter uma função terapêutica. Nunca vos aconteceu entrar no chuveiro e deixar cá fora todos os problemas, desfrutando aquele momento, como num verdadeiro spa? Experimentem...

 

Estas embalagens são muito práticas para levar para as férias e estão à venda em muitas farmácias.

As peles sensíveis e bronzeadas vão agradecer mais este cuidado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:40

A falta de uma sanita pode matar

por dicasdefarmaceutica, em 18.07.16

 

image.jpeg

O livro "The Big Necessity", da jornalista britânica Rose George, escrito em 2008, fala de um tema que, infelizmente, continua  a preocupar todo o mundo: como nos diz a autora, "fala de porcaria". Sim, hoje vou falar-vos de cocó e da importância da sanita.

 

Em pleno século XXI, milhões de pessoas não têm acesso a uma sanita. Quando não há sanita, onde é que se faz cocó? Na rua, provavelmente junto das fontes de água e alimento, causando incalculáveis mortes e doenças através da contaminação. Quantas imagens já viram como esta?

image.jpeg

Estas crianças e todos os adultos que com elas vivem fazem cocó todos os dias, ao ar livre, sem qualquer balde, caixa ou "buraco" que recebam as ditas fezes.

 

O pior é que o cocó transporta passageiros. Sabiam que mais de 50 doenças gostam de passear no cocó humano?

image.jpeg

O sintoma mais comun associado a este "transporte de merda humana" de um lado para o outro, é a diarreia. Todos os dias morrem milhares de crianças e adultos devido à diarreia, sendo mesmo a segunda causa de morte infantil no mundo.

 

Falamos e preocupamo-nos com o HIV, com a tuberculose ou até com o sarampo. Pois é, a diarreia mata mais do que estas três doenças em conjunto. "A diarreia é uma potente arma de destruição maciça".

image.jpeg

Neste livro, a autora lembra como o saneamento foi eleito por mais de 11.000 médicos e cientistas como o maior avanço médico desde 1840, num concurso realizado pelo British Medical Journal, em 2007. Tratar o esgoto salvou milhões de vidas, vencendo concorrentes como os antibióticos e as vacinas. Rose George não brinca quando diz que “devíamos venerar a sanita”. Ela pode não curar doenças, mas faz algo ainda melhor, evita que fiquemos doentes.

Ter sanita deveria ser um direito mas, em quase metade do mundo, parece que é um privilégio.

 

Neste livro, a autora dá vários exemplos de como está o saneamento no mundo. 

No Paquistão, por exemplo, todos os anos morrem 150 mil crianças devido às deficientes condições de higiene. Contudo, este país gasta 47 vezes mais em forças armadas do que em saneamento.

Na Índia, 25% das meninas desistem da escola por não terem sanita. Alguém as pode incriminar? Como será estar menstruada e ter que fazer "todo o serviço" na rua, "a céu aberto"? Na TED que estive a ouvir desta autora, e que aconselho vivamente (ver AQUI) fala-nos   também de uma campanha na Índia, que visa a obrigatoriedade de uma sanita para que as mulheres aceitem um pedido de casamento. A campanha tem o nome "Sem retrete eu não aceito".

image.jpeg

Rose George fala ainda numa outra perspectiva, de como o cocó pode ser uma fonte inesgotável de combustível. Será que está a ser aproveitado como tal? Parece que não...

 

Sabemos que mudar o comportamento humano não é nada fácil mas, perante este problema vergonhoso, será que não vale a pena investir no saneamento, considerando-o a principal prioridade do mundo?

 

Vou acabar este post a fazer o mesmo pedido que a autora deste livro: "Não tenham vergonha de falar de cocó!" Talvez com muitas conversas à volta do tema, se consiga "manipular a emoção humana" e evitar que tantas crianças continuem a morrer todos os dias de diarreia ou cólera. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:26

Hoje e nos próximos 3 dias, cuidado com o Sol!

por dicasdefarmaceutica, em 14.07.16

image.jpeg

A radiação ultravioleta (UV) faz parte do espectro da radiação solar nos comprimentos de onda compreendidos entre 290 nm a 400 nm.

A chamada radiação UV-B corresponde ao intervalo espectral de 280 nm a 320 nm e é a principal responsável pela formação de queimaduras na pele, cancro da pele, cataratas e outros efeitos na saúde humana. 

 

Hoje e os próximos três dias são de alerta máximo, pois o nível de UV excede os limites de segurança. Vejam só o que nos diz o Instituto Português do Mar e Atmosfera sobre este assunto:

 

Hoje

image.png

 Amanhã

image.png

 Sábado

image.png

O índice de UV varia entre menor que 2 e 11. Nestes tês dias só temos índices UV de 10 (Muito Elevado - Vermelho) e 11 (Extremo - Roxo).

 

E, com estes índices, os conselhos são:

 

UV 10 - Cuidado!

- Utilizar óculos de sol com filtro UV

- Utilizar chapéu e t-shirt

- Estar protegido com o guarda sol

- Usar protetor solar

- Evitar exposição de crianças ao sol

 

UV 11 - Perigo!

- Evitar o mais possível a exposição ao sol

- Aproveitar para descansar em casa

 

Gosto muito de calor, de praia, de ar livre, e as férias são sinónimo de tudo isto. Contudo, há dias que é preferível gozar a sombra e o prazer de ler um bom livro ou, para quem não tem muita afinidade com os livros, pode sempre distrair-se com o tablet ou a ver um filme no conforto do sofá, na companhia da família e dos amigos.

 

Qualquer que seja o índice UV para os próximos dias, para quem pode, BOAS FÉRIAS!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:08

"A morte por afogamento é rápida e silenciosa"

por dicasdefarmaceutica, em 12.07.16

image.jpeg

 

Ao longo dos últimos quatro anos 35 crianças morreram por afogamento e 129 foram internadas. Como os meses mais críticos são julho e agosto, a APSI (Associação Para a Segurança Infantil) lançou mais uma campanha neste verão.

 

Muito importante também é ter noção que o afogamento pode acontecer em muita ou pouca água e a morte por afogamento é rápida e silenciosa.

 

A maior parte dos afogamentos acontece com rapazes e com crianças dos 0 aos 4 anos de idade.

As piscinas, os rios, as ribeiras e as lagoas são os locais onde se verificam mais afogamentos. Nas piscinas acontecem com as crianças mais pequenas, em casa ou perto dela, com os adultos presentes; nos rios, ribeiras e lagoas com as crianças mais velhas, quando vão passear ou brincar com os amigos ou familiares para estes locais.

 

Estes são os conselhos da APSI:

 

"- Perto de água não perca as crianças de vista nem por um segundo.

 - Redobre a vigilância com as crianças mais novas ou com necessidades especiais.

 - Nunca deixe uma criança com menos de 3 anos sozinha na banheira durante o banho.

 - Despeje toda a água de baldes, alguidares e banheiras, logo após a utilização. 

 - Dificulte o acesso das crianças aos locais com água: vede as piscinas e tanques e    cubra poços.

 - Escolha praias e piscinas vigiadas e cumpra a sinalização.

 - Coloque sempre colete salva-vidas às crianças em águas agitadas, turvas ou profundas.

 - Coloque sempre braçadeiras às crianças em águas paradas, transparentes e pouco profundas.

 - Aprenda a fazer reanimação cardio-respiratória. Esse gesto pode salvar uma vida.

 - Em caso de afogamento, ligue 112.

 - Ensine as crianças a nadar mas mantenha uma vigilância próxima.

 - Ensine a criança a não mergulhar em pontões ou em zonas que não conheça a profundidade da água ou se existem rochas submersas ou desníveis.

 - Ensine as crianças a nunca irem nadar sozinhas e a manterem-se perto das margens."

image.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:05

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Julho 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Pesquisar

  Pesquisar no Blog