Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




image.jpeg

Novecentas? Mil? Ninguém sabe ao certo, mas o número de mortes semanais em Angola de crianças e adultos vítimas de malária, cólera, febre amarela, chikungunya e outras doenças não pára de crescer.

 

Há prevenção contra muitas das doenças que continuam a matar pelo mundo fora, comprimidos e vacinas que não chegam a quem mais precisa. Para os visitantes e ainda bem, a prevenção é obrigatória mas, e os que lá vivem e convivem todos os dias com os mosquitos? Para esses, apesar do esforço, a palavra prevenção é ainda uma raridade.

 

O problema agrava-se quando há falta de medicamentos e camas nos hospitais. Isso é o que se está a passar agora, uma terrível crise sem precedentes no sector da saúde.

A par da crise da saúde, o lixo acumula-se nas ruas e as condições de higiene também não são muitas...

 

A malária continua a ser a doença que mais mata em Angola e, só em Luanda, morrem dez crianças por dia com a doença.

 

Não é só em Angola...os mosquitos continuam a ser os animais que mais matam no mundo. E porquê? Como é que animais tão pequenos matam tanta gente? É que eles picam, transportam sangue, logo, transportam doenças, até longas distâncias.

 

Vejam os números:

 

Tubarões: Causam em média 10 mortes por ano.

Lobos: Causam em média 10 mortes por ano.

Leões: Causam em média 100 mortes por ano.

Elefantes: Causam em média 100 mortes por ano.

Hipopótamos: Causam em média 500 mortes por ano.

Crocodilos: Causam em média 1.000 mortes por ano.

Caramujos: Causam em média 10.000 mortes por ano.

Barbeiros (Doença de Chagas): Causam em média 10.000 mortes por ano.

Cachorros: Causam em média 25.000 mortes por ano.

Cobras: Causam em média 50.000 mortes por ano.

Humanos: Causam em média 475.000 mortes por ano.

Mosquitos: Causam em média 725.000 mortes por ano.

 

É urgente que se continuem as medidas de combate a estas "pragas" e que as medidas de prevenção sejam alargadas a todos os "cantos" do mundo!

 

 

 

 

publicado às 18:28

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog