Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




image.jpeg

 

A empresa japonesa Wish Hills desenvolveu calçados com GPS com intuito de ajudar a localizar idosos com demência, que se podem perder e não conseguir voltar para casa.

 

Os “GPS Dokodemo Shoes” mostram a posição do usuário em dispositivos como smartphones e computadores com um número de identificação e senha. Quando o idoso se afasta mais de 50, 100 ou 500 metros de casa, dependendo do número programado, uma notificação é enviada ao dispositivo móvel, que mostra a posição do usuário num mapa, para que seja mais fácil iniciar a procura. 

 

Será possível que um par de sapatos diferente possa tornar mais segura a vida dos idosos com demência? Esperemos que esta "invenção" chegue rapidamente à Europa, já que, por enquanto, ainda não saiu de terras Japonesas.

 

image.jpeg

 

image.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:01

A importância da Reabilitação Respiratória

por dicasdefarmaceutica, em 22.04.16

image.jpeg

 

Assinalou-se ontem, pela primeira vez, o Dia da Reabilitação Respiratória. O principal objetivo deste dia é alertar para os benefícios desta reabilitação.

 

“Estudos comprovam que a reabilitação respiratória atua positivamente na diminuição dos sintomas, no aumento da capacidade para o exercício físico, na melhoria da qualidade de vida, na redução do número de hospitalizações e de dias de internamento dos doentes com doenças respiratórias crónicas”, comenta Teles de Araújo, presidente da Fundação Portuguesa do Pulmão e do Observatório Nacional das Doenças Respiratórias, em representação das entidades.

 

Apesar dos benefícios da Reabilitação Respiratória estarem comprovadíssimos, em Portugal, apenas 1% dos doentes respiratórios, têm acesso aos programas desta reabilitação. É urgente a organização dos serviços e dos recursos para que estes programas se encontrem mais próximo dos doentes com DPOC e outras doenças respiratórias crónicas.

 

As farmácias têm feito um excelente trabalho na ajuda destes doentes, tanto a nível de prevenção, como de tratamento e até no auxílio do diagnóstico e encaminhamento para o médico, mediante a execução de vários rastreios.

 

" Reabilitar o doente respiratório crónico é urgente e mandatário!"

 

Para mais informações sobre este assunto, consultem o site RESPIRA (Socidedade Portuguesa das Pessoas com DPOC e outras Doenças Respiratórias Crónicas).

image.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:10

image.jpeg 

Ouvi esta notícia hoje no noticiário da manhã e, como acho um projeto fantástico, vou partilhar convosco.

O Hospital Garcia de Orta tem 20 camas domiciliárias e já internou 115 doentes agudos nas próprias casas. Mas afinal, o que é isto?

 

Trata-se de um serviço para internar doentes agudos que, apesar de necessitarem de cuidados permanentes, têm condições para serem tratados nas suas casas. A exigência principal é terem um familiar cuidador, o qual se vai tornar no grande aliado do médico e dos restantes profissionais que fazem parte dessa equipa, para que nada falte ao doente.

 

Tudo está preparado para o doente ser tratado na sua própria casa e os procedimentos que exigem a presença de profissionais especializados, são sempre realizados por estes. Por exemplo, o familiar pode aprender a dar oxigénio ao doente, mas se houver necessidade de antibioterapia diária (intravenosa), essa será sempre feita pela equipa que diariamente se desloca ao domicílio.

A recolha para as análises também são feitas na casa do doente e, desta forma, este só se deslocará ao hospital para realizar exames mais específicos.

Quando o médico dá alta ao doente, a única diferença é que ele já está na sua própria casa, mas a partir desse dia, deixará de ter a visita dessa equipa multidisciplinar que o acompanhou durante a doença.

 

A grande vantagem, além do conforto e do "mimo" da própria casa, junto dos familiares e amigos, é o menor risco de apanhar bactérias multirresistentes, responsáveis por grande parte da infeções hospitalares.

Para o sistema de saúde, apesar de ter que disponibilizar os meios técnicos e humanos (equipa de médicos e enfermeiros) para assegurar este novo serviço de internamento,  vai poupar no custo da cama hospitalar, sobretudo na parte hoteleira, além de deixar mais camas livres nas unidades hospitalares.

 

Este é um bom exemplo a seguir nos restantes hospitais do país!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:37

Dia Mundial da Voz - Cancro da laringe

por dicasdefarmaceutica, em 16.04.16

image.jpeg

Hoje é o Dia Mundil da Voz e, apesar de falar deste dia todos os anos, este ano vou dedicar este post a falar de uma doença que, grande parte das vezes, poderia ser evitada e que, quando aparece, causa verdadeiros "dramas" na vida quotidiana dos doentes. É o cancro da laringe.

 

Portugal é o terceiro país europeu com maior incidência de cancro da laringe e, por isso, torna-se fundamental alertar a população para eventuais alterações na voz e para alguns sinais de alerta.

 

Quais são os sinais de alerta?

- Rouquidão

- Dificuldade em engolir

- Dificuldade em respirar

- Dor (às vezes correndo para o ouvido)

- Nódulos no pescoço

Apesar de serem queixas muito comuns e de na maioria das vezes não serem causadas por tumores, o aparecimento das mesmas, durando mais de duas semanas, em fumadores ou pessoas com hábitos alcoólicos, deve motivar a ida a uma consulta de otorrinolaringologia.

 

Estes tumores resultam principalmente da agressão permanente das mucosas e, sem dúvida que o tabaco e e álcool são os principais fatores de risco.

Assim, no caso de ser um fumador habitual ou consumir álcool em excesso, deverá realizar consulta periódica com o seu médico, para efectuar um diagnóstico precoce do cancro da laringe ou de outro tipo de cancro da cabeça e do pescoço. 

 

Detectado precocemente, o cancro da laringe tem grandes hipóteses de cura. Passe esta mensagem aos seus amigos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:38

Nutrição e queda de cabelo

por dicasdefarmaceutica, em 12.04.16

image.jpeg

A Viviscal, marca líder em suplementos destinados à investigação, crescimento e fortalecimento do cabelo, apresentou as grandes conclusões do mais recente estudo de mercado desenvolvido em Portugal, no âmbito da saúde capilar (estudo "Nutrição e Saúde Capilar"):

-76% das portuguesas assumem uma maior preocupação com o enfraquecimento capilar.

- 50% das inquiridas que sofrem deste problema assumem que a sua auto-estima está debilitada.

- Apenas 32% das inquiridas tem efetivo conhecimento das mais-valias que os alimentos oferecem e quais os mais indicados perante uma situação de carência ou problema de saúde.

- O maior problema de saúde detetado no estudo, em 57% dos inquiridos, é ainda a falta de queratina, uma proteína fibrosa composta por cerca de 21 aminoácidos, presente nos cabelos e nas unhas.

 

Quando se fala em queda de cabelo, o primeiro profissional que vem à cabeça é o cabeleireiro. Quando o caso começa a ser mais sério e, por isso mesmo, muito mais difícil de resolver, é que a grande maioria das pessoas consulta outro profissional, como o farmacêutico. Por último, vêm então as consultas de nutrição e de endocrinologia na tentativa de resolução do problema.

 

Se o cuidado com aquilo que comemos estiver em primeiro lugar, talvez os problemas capilares apareçam de uma forma muito mais ténue e mais tardiamente.

Segundo Natália Costa, nutricionista consultora de Viviscal,  “A alimentação afeta diretamente a saúde capilar e uma dieta pobre em proteínas, vitaminas B, C e E, zinco, ferro e cálcio, entre outros minerais, vai influenciar negativamente a produção de queratina. E no caso especifico das proteínas, estas são o elemento estruturante para desenvolver os fios de cabelo, ou seja a queratina. Sem os aminoácidos que compõem essas proteínas, a queratina será insuficiente, retirando força e vitalidade ao cabelo.”

 

Assim, podemos concluir que uma alimentação pobre em proteínas, minerais e vitaminas, além de provocar danos noutros órgãos do corpo, prejudica a qualidade e a quantidade de cabelo. Não é por acaso que as pessoas que têm a sua alimentação baseada quase exclusivamente em vegetais, têm muitos problemas capilares, por vezes difíceis de reparar, sobretudo devido a um baixo consumo de proteínas.

 

Por tudo isto, muitas vezes, é fundamental o recurso a suplementos alimentares, como o Viviscal, pois o exagero das dietas "radicais" e aparentemente saudáveis, faz com que as carências de determinados nutrientes, se reflitam de forma significativa na saúde capilar.

 

O nosso cabelo também é o reflexo daquilo que comemos!

 

image.jpeg

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:56

"Proteção para a vida. A vacinação é a solução"

por dicasdefarmaceutica, em 11.04.16

image.jpeg

Este é o lema da nova campanha das farmácias, que tem como principal objetivo o incentivo à vacinação.

 

Para além da sensibilização para a importância da vacinação, a campanha responde também a questões de como e onde se pode vacinar, recomendando a consulta médica sempre que se justifique.

 

Normalmente, os mais pequeninos começam as primeiras vacinas no centro de saúde e, nessa altura, a grande maioria dos pais não questiona a necessidade de vacinar os seus filhos. Contudo, apareceram nos últimos anos, umas correntes anti vacinação que, mesmo ainda não tendo produzido efeitos negativos assinaláveis no nosso país, levantam sempre algumas dúvidas, sobretudo na população com menor acesso à informação. É aqui que a figura do farmacêutico, enquanto profissional de saúde de primeira linha no aconselhamento, pode assumir especial importância, nomeadamente, no esclarecimento de dúvidas sobre as vacinas e o processo de imunização. Penso que este é o grande motivo desta campanha.

 

Os benefícios da imunização estão amplamente comprovados, de acordo com os estudos, normas e recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Direção-Geral da Saúde. Segundo dados da OMS, a vacinação é responsável por erradicar por completo diversas doenças e impedir milhões de mortes anualmente em todo o mundo. 


Informe-se sobre as vacinas aconselhadas para todas as faixas etárias da sua família; fale com o seu médico, pergunte no centro de saúde, pergunte na farmácia, enfim, mantenha-se informado e vacine-se!

 

image.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:10

Dia Mundial da Saúde: "Vencer a Diabetes"

por dicasdefarmaceutica, em 07.04.16

image.jpeg

"Vencer a Diabetes" é o tema escolhido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para celebrar o Dia Mundial da Saúde 2016, que se comemora hoje.

 

A principal preocupação com esta doença é o seu aumento em tantos países. Os números são assustadores e prevê-se que, até 2030, a Diabetes seja a sétima causa de morte no mundo.

Os "pré-diabéticos" são muitos e o nosso país não foge à regra (ver AQUI).

 

Por se tratar de uma doença (Diabetes tipo 2) que pode ser evitável, é muito importante a conscencialização das pessoas para este problema pois, muitas vezes, são medidas simples de alteração de estilos de vida, que vão fazer a diferença.

 

O principal objetivo da OMS é aumentar a prevenção, dando uma maior atenção à Diabetes e reforçando a vigilância.

Para que tal seja possível, todos temos que estar atentos: profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, farmacêuticos, nutricionistas), educadores, governantes, enfim, todos nós, de uma forma ou de outra, podemos combater esta epidemia.

 

Apesar de já ter falado muito destas medidas de prevenção, aqui ficam algumas que nunca é demais lembrar:

- Mantenha uma alimentação saudável, rica em frutas e legumes e evitando os açúcares.

- Vigie o seu peso corporal.

- Não fume.

- Faça exercício físico com regularidade.

- Vigie os valores de açúcar (glicémia).

- Controle a tensão arterial.

image.jpeg

 

Peça ajuda ao seu farmacêutico! Ele vai ajudá-lo:

- A adotar as devidas medidas de prevenção da Diabetes.

- A diagnosticar a doença (e fazer o encaminhamento para a consulta médica).

- A vigiar a doença.

- A seguir o tratamento prescrito pelo médico.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:38

image.png

A Farmácia Holon Morais Soares celebra, em parceria com a Junta de Freguesia de Arroios, o Dia Mundial da Saúde.

 

O evento decorre amanhã entre as 9h30 e as 19h00 no Mercado das Culturas e tem como objetivo promover a educação para a saúde junto das crianças e idosos daquela freguesia.

 

Cada vez são mais as ações a decorrer em farmácias ou com a colaboração destas, de forma a que o farmacêutico esteja cada vez mais perto da população, contribuindo de forma ativa na deteção e prevenção das várias doenças.

Como referiu Ricardo Januário, Diretor Técnico da referida farmácia, "é nosso dever, enquanto farmacêuticos comunitários, promover o acesso e a literacia em saúde, principalmente junto de populações mais sensíveis, como é o caso das crianças e dos idosos. As nossas ações de formação vão permitir reter e apreender princípios básicos de como crescer e envelhecer com mais qualidade de vida".

 

Aqui fica o calendário das ações promovidas pela Farmácia Holon Morais Soares:

9h30
- Palestra: “A Escola e a Higiene Oral”

14h30
- Ação de Formação sobre Cuidados Séniores
• Saber comer no envelhecimento
• Incontinência Urinária

Das 9h30 às 19h00
- Rastreios:
• Espirometrias
• Avaliação da qualidade do sono
• Avaliação do risco da diabetes

 

Quem se dirigir ao mercado das culturas em Arroios, pode ainda ser presenteado com um lanche saudável e nutritivo, preparado por uma nutricionista das farmácias Holon ou com uma aula de yoga (às 18h30) para descontrair ao final do dia.

 

Se vive nesta freguesia ou nas redondezas, não deixe de ir "tratar da sua saúde"!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

image.jpeg

Novecentas? Mil? Ninguém sabe ao certo, mas o número de mortes semanais em Angola de crianças e adultos vítimas de malária, cólera, febre amarela, chikungunya e outras doenças não pára de crescer.

 

Há prevenção contra muitas das doenças que continuam a matar pelo mundo fora, comprimidos e vacinas que não chegam a quem mais precisa. Para os visitantes e ainda bem, a prevenção é obrigatória mas, e os que lá vivem e convivem todos os dias com os mosquitos? Para esses, apesar do esforço, a palavra prevenção é ainda uma raridade.

 

O problema agrava-se quando há falta de medicamentos e camas nos hospitais. Isso é o que se está a passar agora, uma terrível crise sem precedentes no sector da saúde.

A par da crise da saúde, o lixo acumula-se nas ruas e as condições de higiene também não são muitas...

 

A malária continua a ser a doença que mais mata em Angola e, só em Luanda, morrem dez crianças por dia com a doença.

 

Não é só em Angola...os mosquitos continuam a ser os animais que mais matam no mundo. E porquê? Como é que animais tão pequenos matam tanta gente? É que eles picam, transportam sangue, logo, transportam doenças, até longas distâncias.

 

Vejam os números:

 

Tubarões: Causam em média 10 mortes por ano.

Lobos: Causam em média 10 mortes por ano.

Leões: Causam em média 100 mortes por ano.

Elefantes: Causam em média 100 mortes por ano.

Hipopótamos: Causam em média 500 mortes por ano.

Crocodilos: Causam em média 1.000 mortes por ano.

Caramujos: Causam em média 10.000 mortes por ano.

Barbeiros (Doença de Chagas): Causam em média 10.000 mortes por ano.

Cachorros: Causam em média 25.000 mortes por ano.

Cobras: Causam em média 50.000 mortes por ano.

Humanos: Causam em média 475.000 mortes por ano.

Mosquitos: Causam em média 725.000 mortes por ano.

 

É urgente que se continuem as medidas de combate a estas "pragas" e que as medidas de prevenção sejam alargadas a todos os "cantos" do mundo!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:28

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog