Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Virus ZIKA chega a Portugal

por dicasdefarmaceutica, em 17.01.16

image.jpeg

Zika Vírus é uma infecção causada pelo vírus ZIKV, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo transmissor do dengue e da febre chikungunya.

 

O vírus ZIKV não é transmitido de pessoa para pessoa. O contágio dá-se através do  mosquito que, após picar alguém contaminado, pode transportar o ZIKV durante toda a sua vida, podendo transmitir a doença a quem não possuir anticorpos.

Recentemente, alguns cientistas chegaram à conclusão que a transmissão também pode ser perinatal ou sexual, apesar destes serem um número reduzido de casos. 

 

Os sintomas da doença começam de 3 a 12 dias após a picada do mosquito e são comuns a muitas outras doenças, daí o seu difícil diagnóstico:

- Febre baixa (entre 37,8 e 38,5 graus).
- Dor nas articulações, mais frequentemente nas articulações das mãos e dos pés, com possível inchaço.
- Dor muscular. 
- Dor de cabeça e atrás dos olhos.
- Erupções cutâneas, acompanhadas de comichão. Podem afetar o rosto, o tronco e alcançar os membros periféricos, como as mãos e os pés.

 

Sintomas mais raros:

- Dor abdominal.
- Diarreia.
- Constipação.
- Fotofobia e conjuntivite.
- Pequenas úlceras na mucosa oral.

 

Normalmente, trata-se de sintomas ligeiros, que evoluem favoravelmente. Foi o que aconteceu aos quatro casos detectados recentemente em Portugal, todos eles vindos do Brasil.

Segundo a DGS, tem que haver um cuidado especial com as grávidas, pois são consideradas como um grupo de risco para este vírus, visto que “há suspeitas (ainda não inteiramente comprovadas) que a doença possa provocar alterações fetais durante a gravidez, em particular microcefalia”.

 

Como se trata de um vírus que é transmitido aos seres humanos apenas pela picada de mosquitos infectados, a prevenção consiste em adoptar as seguintes medidas:

- Utilizar repelente contra insetos, inclusive na roupa. Reaplicar a cada seis horas ou de acordo com as instruções do fabricante. São considerados eficazes e seguros repelentes à base de DEET, icaridina e EBAAP ou IR3535.

- Usar roupas claras e de preferência com mangas e calças longas.

- Evitar a acumulação de água parada (em latas, copos de plástico, vasos de plantas, garrafas de água, etc...), evitando que a água da chuva se acumule em qualquer local.

- Instalar redes de proteção nas janelas e portas das residências.

- Utilizar redes mosquiteiras nas camas.

 

Até agora foram notificados casos de doença pelo vírus Zika em vários países: Brasil, Cabo Verde, Colômbia, El Salvador, Fiji, Guatemala, México, Nova Caledónia, Panamá, Paraguai, Porto Rico, Samoa, Ilhas Salomão, Suriname, Vanuatu, Venezuela, Martinica, Guiana Francesa e Honduras.

As autoridades de saúde aconselham as grávidas que tenham estado nestes países a consultarem o médico.

 

No Brasil estima-se que o ZIka virus já tenha infectado entre 440.000 e 1.300.000 pessoas, segundo um comunicado do Instituto Pasteur, que anunciou ter sequenciado o genoma deste vírus. 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:58

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Pesquisar

  Pesquisar no Blog