Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




"A Diabetes em Portugal"

por dicasdefarmaceutica, em 30.12.14

image.jpg

 

No seguimento do post do dia 16 de Novembro (VER AQUI), relativo ao debate "Portugal 2013" da revista Frontline com o tema "A Diabetes em Portugal", deixo-vos AQUI o link para poderem aprofundar o tema e verem como vai a Diabetes no nosso país.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:56

image.jpg

 

"A elaboração do Formulário Nacional de Medicamentos está concluída, prevendo-se a sua divulgação no início de 2015, através da página eletrónica do INFARMED, I.P..

A elaboração e atualização do Formulário Nacional de Medicamentos (FNM), de utilização obrigatória pelos prescritores nos estabelecimentos e serviços do Serviço Nacional de Saúde, é competência da Comissão Nacional de Farmácia e Terapêutica.

Este Formulário tem como objetivo assegurar a toda a população o acesso equitativo aos medicamentos com valor terapêutico acrescentado, no respeito pela garantia de acesso aos melhores tratamentos em todas as unidades do Serviço Nacional de Saúde.

O Formulário é, também um documento essencial para garantir a divulgação das melhores práticas terapêuticas e é uma ferramenta de apoio à gestão clínica, com particular destaque para a segurança dos doentes.

Até ao momento apenas existia o Formulário Hospitalar Nacional de Medicamentos, que descrevia os fármacos utilizados em meio hospitalar. O FNM atualiza estes medicamentos mas abrange também os de uso em ambulatório, possuindo como tal, um impacto bastante mais abrangente.

Com este Formulário, o Ministério da Saúde prossegue a reforma do SNS, acompanha as melhores práticas internacionais e dá mais um passo para garantir que todos os Portugueses continuarão a usufruir, nas melhores condições técnicas, do direito à proteção da saúde."

 

Esta é a notícia que podemos ler no recente comunicado de Imprensa.

Até agora, o Formulário Nacional de Medicamentos (FNM) era obrigatório apenas em meio hospitalar. A partir de 2015, todos os médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) vão passar a receitar de acordo com o FNM, que se prevê ser apresentado logo no início do próximo ano.

 

O Infarmed informou que "foram revistos todos os medicamentos comercializados em Portugal, tendo sido excluídos do FNM aqueles que a Comissão Nacional de Farmácia e Terapêutica considerou já não terem lugar na prática clínica, tendo em conta as atuais alternativas terapêuticas disponíveis."

 

Os médicos estão apreensivos, pois desconhecem a versão final do FNM. Será que a opção de tirar do FNM determinados medicamentos é só uma questão financeira e política ou terão sido avaliados também de uma forma científica?

Quero acreditar que todos os critérios foram avaliados, dada a importância destas escolhas para a saúde da população portuguesa.

 

Como só os médicos do SNS estão obrigados a receitar pelo FNM, os doentes do privado podem estar descansados, pois continuarão a ter acesso a todos os medicamentos...

 

Vou aguardar que saia o dito Formulário antes de começar a criticar, pois desconheço o seu conteúdo e ainda não ouvi ninguém a pronunciar-se sobre o mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11

Como aliviar as Dores de Garganta

por dicasdefarmaceutica, em 28.12.14

image.jpg

 

Ter dores de garganta custa muito. Com a garganta inflamada é difícil falar, comer e até os líquidos custam a passar...tudo arde e arranha...

A dor de garganta surge, mais frequentemente, como consequência de um processo viral (constipações e gripes), mas também pode ter origem bacteriana, como no caso das amigdalites ou das faringites.

 

Em geral, uma dor de garganta sem complicações resolve-se, por si só, ao fim de alguns dias através da aplicação de algumas medidas simples, não sendo necessário recorrer logo aos medicamentos.

Algumas dicas para aliviar a dor:

 

- Beber chá ou leite morno com mel e limão (suaviza a garganta).

 

 - Ingerir líquidos (água, chá ou sopas). Esta é, sem dúvida, a medida mais importante, ajudando na lubrificação das vias respiratórias.

 

- Não fumar e evitar estar em ambientes com fumo ou muito aquecidos.

 

- Chupar um rebuçado ou uma pastilha (de preferência sem açúcar).

Existem atualmente no mercado dezenas de tipos diferentes de pastilhas para dor de garganta, que podem ser adquiridas facilmente em qualquer farmácia sem prescrição médica. As principais substâncias presentes nestas pastilhas são o mentol, ambroxol, benzidamina, lidocaína, benzocaína e alguns anti-inflamatórios.

image.jpg

 

Existem também alguns sprays que ajudam no alívio da dor de garganta, muito utilizados para um alívio rápido local.

image.jpg

 

Nunca abuse das pastilhas e dos sprays. Se as dores de garganta não passarem passados três a cinco dias, consulte o médico, pois pode necessitar de reforçar estas medidas ou de recorrer a determinados medicamentos, tais como anti-inflamatórios, analgésicos ou até antibióticos (estes últimos sempre sujeitos a receita médica).

Sem dúvida que o anti-inflamatório mais utilizado para a garganta é o Ibuprofeno, mas existem muitas alternativas, por isso peça conselho ao seu farmacêutico.

Se começar a ter febre ou se as dores não passarem, consulte um médico, pois apesar de normalmente ser uma doença benigna e passageira, as faringites e amigdalites podem trazer complicações mais ou menos graves.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:39

image.jpg

 

No portal dos profissionais do sector farmacêutico netfarma li esta notícia, que tenho que partilhar aqui no blog:

 

" No próximo ano, os utentes do SNS vão poder utilizar o cartão de cidadão para levantar medicamentos com receita médica, nas farmácias portuguesas, segundo informações avançadas pelo “Jornal de Notícias”.

Mais conforto para os utentes e menos risco de fraude são algumas das vantagens associadas às receitas sem papel, que devem chegar no segundo trimestre de 2015.

Se tudo correr dentro do expectável, o utente com uma doença crónica, por exemplo, poderá pedir a renovação das receitas no Portal do Utente, ir à farmácia e levantar os medicamentos com o cartão do cidadão, evitando passar no centro de saúde."

 

Aguardamos 2015 com expectativa e vamos ver se estas grandes mudanças vão acontecer...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:36

Feliz Natal!

por dicasdefarmaceutica, em 24.12.14

image.jpg

 

E hoje, uma única dica: FELIZ NATAL para todos aqueles que lêem as minhas dicas!

 

image.jpg

 

image.jpg

 

image.jpg

 

image.jpg

 

image.jpg

 

image.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:57

image.jpg

 

Um dos últimos posts ("Burlas e falcatruas em Farmácia - VER AQUI) suscitou o interesse de alguns jovens farmacêuticos que me enviaram emails preocupados com o futuro e dignidade da sua nova profissão.

 

Se há alguns anos atrás, sair da faculdade era sinónimo de emprego garantido (100% de empregabilidade), actualmente, o número de farmacêuticos que saem da faculdade é muito superior ao número que o mercado consegue suportar. Começa aqui o grande "disparate": para quê formar tanta gente? Para enviar mão de obra qualificada para o estrangeiro? Penso não ser esse o objectivo...

 

Os que conseguem entrar no mercado de trabalho, sentem-se mal pagos e, muitas vezes são "obrigados" a ceder a pressões por alguns desses "Senhores" que se aproveitam dos mais novos para conseguirem os seus objectivos, nem sempre os mais dignos desta profissão...é aqui que surge a preocupação de muitos dos nossos colegas que, sem qualquer experiência se questionam sobre o que podem ou não fazer, o que podem ou não assinar, o que podem ou não vender...

 

O meu conselho: se, mesmo ameaçados por um futuro menos risonho, escolheram ser farmacêuticos e estão dispostos a "arregaçar as mangas" para conquistarem o vosso lugar, não cedam a pressões e peçam aos muitos FARMACÊUTICOS ("com letra grande") que vos mostrem qual o caminho certo a seguir. A Ordem dos Farmacêuticos também vos pode sempre ajudar nas questões legais. Se têm dúvidas, perguntem e não tenham medo de perder o tão desejado emprego.

 

Prefiro esquecer o panorama farmacêutico de há 10 ou 20 anos atrás, deixar de fazer lamentações e aconselhar-vos a tomarem atitudes baseadas no empreendedorismo, na mudança, na utilidade no serviço de apoio farmacêutico à população e sobretudo, no gosto pela profissão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38

Nariz Entupido

por dicasdefarmaceutica, em 22.12.14

image.jpg

 

A congestão nasal, vulgarmente chamada por nariz entupido é muito incomodativa, impedido-nos de respirar bem, de falar e sobretudo, de dormir.

 

Existem alguns cuidados básicos que podem aliviar a congestão nasal e que devem ser feitos desde a infância:

- Assoar o nariz regularmente sem fazer demasiado esforço.

- Ingerir muitos líquidos (água e chá).

- Aplicar soro fisiológico ou água do mar, quando sentir necessidade (VER AQUI).

- Dormir com a cabeça ligeiramente levantada.

- Fazer inalações com vapor de água durante 10 minutos.

- Nos bebés, utilizar com as devidas precauções, um aspirador, para remover o muco.

image.jpg

 

Por vezes, é necessário recorrer à utilização de descongestionantes nasais. Estes podem ser de dois tipos:

1 - Administração local de ação rápida, em forma de spray, gel ou gotas. 

image.jpg

 

2 - Administração oral, em forma de comprimidos ou xaropes (anti-histamínicos) necessitam de mais tempo para serem eficazes e têm que ser utilizados com algumas precauções, sobretudo em pessoas com problemas cardíacos, hipertensão, diabéticos, pessoas com glaucoma e hipertiroidismo.

Devem ser sempre comprados com aconselhamento médico ou farmacêutico.

 

Vou centralizar-me nos descongestionantes de ação local rápida e nalgumas recomendações:

- Não ultrapassar a dose recomendada e a duração do tratamento.

- O seu uso prolongado tende a criar habituação.

- Os medicamentos utilizados para as crianças são diferentes dos dos adultos. Atenção!

- Cumprir as regras de utilização; muita gente tende a utilizar as gotas e os spray da mesma forma e existem diferenças importantes no modo de aplicação.

 

Gotas: recline a cabeça para trás e rode a cabeça lentamente para ambos os lados para espalhar a solução em toda a mucosa nasal. Aguarde dois minutos nessa posição, de forma a não engolir as gotas.

 

Spray: manter a cabeça direita (não inclinar para trás) e inspirar quando aplicar o medicamento.

 

Quando se trata de ter o nariz entupido, peça ajuda ao seu farmacêutico e siga rigorosamente as instruções dos fabricantes dos medicamentos utilizados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:36

Que frio...hidrate a pele do bebé!

por dicasdefarmaceutica, em 21.12.14

image.jpg 

Com este frio também a pele do bebé se ressente. Bochechas rosadas, com a pele muito seca, são muito comuns, sobretudo nesta época do ano.

Alguns bebés, sobretudo os recém-nascidos, não necessitam de nenhuma hidratação extra mas, a grande maioria dos bebés precisa deste cuidado, sobretudo quando sai de casa com este frio.

 

Antes de tudo, os pais devem ficar atentos à escolha do hidratante. O produto deve ser específico para bebés, com aroma suave e, preferencialmente, hipoalergénico, já que a pele das crianças é muito mais fina e sensível do que a dos adultos.

 

Uma boa opção, com um preço muito convidativo é o Creme de Rosto Ultra-Nutritivo da Corine de Frame, da gama Koala.

Trata-se de um creme com "Cold Cream Vegetal" que protege a pele do bebé porque a hidrata em profundidade. A sua fórmula é enriquecida com calêndula bio para cuidar e suavizar a pele muito seca e sensível. É um creme sem parabenos, hipoalergénico e testado dermatologicamente.

 

image.jpg

 

Inspirada na imagem ternurenta e maternal de uma mãe Koala que aconchega carinhosamente a sua cria, Corine de Farme idealizou esta mascote para traduzir a imagem desta nova gama, para venda exclusiva em farmácias e especialmente formulada para a pele frágil e delicada dos bebés.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:48

"Burlas e falcatruas" em Farmácia

por dicasdefarmaceutica, em 19.12.14

image.jpg

"Durante nove anos, uma médica e dois responsáveis pela farmácia de Ronfe, em Guimarães, utilizaram receitas falsas para lesar o Serviço Nacional de Saúde (SNS). Chegaram mesmo a usar os dados de uma paciente que já tinha falecido para sacarem 700 euros ao SNS com um medicamento indicado para o tratamento de epilepsia e ansiedade. Os três arguidos foram acusados pelo Ministério Público de Guimarães, mas todos pediram a abertura de instrução, tentando evitar a ida a julgamento... Estão acusados de três crimes: burla qualificada, falsificação de documentos e uso de documento falsificado agravado."

 

"Foi dada como provada associação criminosa no processo Remédio Santo, caso de burla ao Serviço Nacional de Saúde...Durante dois anos, o Serviço Nacional de Saúde terá sido lesado pelo menos em 4 milhões de euros. Dezoito arguidos estavam acusados de associação criminosa, burla qualificada e falsificação de documentos."

 

"Foi ontem detido um farmacêutico, professor universitário, por mais uma alegada burla ao Serviço Nacional de Saúde (SNS). O homem foi detido durante uma operação da Policia Judiciária e Ministério Público que fez mais quatro arguidos. À operação, a Judiciária deu o nome de Triângulo das Bermudas."

 

Não é meu costume falar aqui de política e "desgraças" ligadas à Farmácia mas, perante as notícias que nos "entram" em casa com tanta frequência, não posso deixar de dizer o quanto lamento a nossa profissão estar a ser cada vez mais associada a estas "burlas e falcatruas"...

Será que esta gente estudou a mesma ética e deontologia que eu estudei? Claro que sim, pois um deles parece que até é professor da dita disciplina...

 

Lá vai o tempo em que os farmacêuticos ganhavam dinheiro a vender medicamentos...eu sei que cada vez as coisas estão mais difíceis mas, pelos vistos, algumas mentes estão cada vez mais "espertas" a tentar enganar os outros...

 

Quero só dizer que tenho a sorte de não conhecer estes farmacêuticos que nada dignam a nossa profissão...felizmente, fazem parte do meu contacto, muitos colegas e amigos que todos os dias "lutam" para atender bem os seus clientes, para cuidar de pagar ordenados dignos aos seus colaboradores e para exercer a função de farmacêutico como sonharam, a ajudar os seus clientes a "terem mais e melhor saúde".

 

Farmacêuticos mais novos que lêem este blog, não se desiludam pois, felizmente a nossa profissão está cheia de bons profissionais e será feita justiça sobre todos esses "senhores" que teimam em desprestigiar a farmácia e os farmacêuticos.

image.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:37

14 de Fevereiro 2015 - Banco Farmacêutico

por dicasdefarmaceutica, em 17.12.14

Só para colocarem nas agendas novas de 2015...

image.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:33

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog