Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Os produtos de limpeza retiram o bronzeado?

por dicasdefarmaceutica, em 31.08.14

Ao limparmos a cara com um algodão ou o corpo após o banho, pensamos: "lá se vai o bronzeado"... O algodão ou a toalha sujos parecem estar a tirar o tom bronzeado que ganhámos após tantas horas de "trabalho ao sol"...
Mas, não se preocupem porque esse "sujo" são as células mortas e as impurezas que se acumulam na pele durante o dia e não o bronzeado.

A melanina, que é o pigmento que escurece a pele na presença do sol, é produzida bem abaixo da superfície. A partir do momento em que deixamos de nos expor ao sol, a produção de melanina diminui e a pele começa a aclarar, à medida que as células novas vão substituindo as mais velhas.

Os produtos de limpeza são fundamentais para manter uma pele saudável; eles eliminam apenas a sujidade superficial e fazem com que a pele fique com um aspeto mais suave e luminoso. Além disso, a limpeza faz com que os restantes produtos, nomeadamente os hidratantes (tão importantes nesta fase pós-praia) sejam mais bem absorvidos.

Em conclusão, os produtos de beleza não só não retiram o bronzeado, como são amigos da pele e ajudam a manter o tom moreno e luminoso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:08


Uma equipa de portugueses do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa descobriu como travar a evolução de um tipo de leucemia muito frequente em crianças.

Trata-se de uma terapêutica alternativa para o tratamento da leucemia linfoblástica aguda das células T (LLA-T), caracterizada por um aumento descontrolado do número de linfócitos T (Glóbulos brancos). A terapia em causa pode ser menos nociva para os doentes, em comparação com a quimioterapia tradicional.

“Demonstrámos que a expressão do gene CHK1 está aumentada neste tipo de leucemia. O curioso é que o CHK1 serve como uma espécie de travão para a multiplicação celular, mas acaba por matar as células leucémicas porque as mantém sob algum controlo. Se inibirmos o CHK1 as células tumorais ficam tão “nervosas” – o que chamamos de ‘stresse replicativo’ – que acabam por morrer. O CHK1 constitui, por isso, um novo alvo molecular para potencial intervenção terapêutica em leucemia pediátrica”, afirma João Barata, o coordenador do projeto.
A equipa de investigadores utilizou um composto farmacológico (PF-004777736) para inibir o gene CHK1 e verificou que o composto induzia a morte de células de LLA-T sem afetar as células T normais. A investigação conseguiu observar que a utilização daquele composto farmacológico é capaz de interferir na proliferação das células afetadas e de interromper o seu ciclo de vida, diminuindo o desenvolvimento da doença.

Sempre que vá lendo informações sobre as novidades que vão aparecendo no ramo da saúde e, sobretudo, no ramo de novos tratamentos, vou tentar escrever sempre um pequeno post dobre os vários assuntos.
Congratulo-me sempre que são os portugueses os protagonistas desta inovações...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:25

Atenção ao vírus Ébola!

por dicasdefarmaceutica, em 28.08.14

Cada vez ouvimos mais falar sobre o surto de Ébola que afeta parte do continente africano.

Os sintomas preliminares de uma infecção por este vírus incluem os sintomas semelhantes aos gripais, como febre, fraqueza e dor muscular. Contudo, a doença progride rapidamente para um quadro com agravamento de sintomas, como vómitos, diarreia, falência hepática e renal, e hemorragias internas e externas.
Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a taxa de mortalidade em pessoas infectadas é elevada, chegando aos 90%.

A infecção resulta do contato direto com líquidos orgânicos de doentes (sangue, urina, fezes ou sémen). O período de incubação da doença pode durar até três semanas.

Aguardam-se com espetativa os vários medicamentos para o combate do vírus Ébola que estão em fase de estudo, estando alguns a serem já experimentados em doentes infectados.

A República Democrática do Congo é o quinto país em que a infecção pelo Ébola foi confirmada. Deste modo, Angola, seu país vizinho, passa a integrar o grupo de países com risco moderado a alto de infecção por Ébola.

Temos que estar alerta, pois neste momento, mais de 100 mil portugueses trabalham em Angola. Todas as pessoas ligadas à saúde, inclusive os farmacêuticos, devem manter-se actualizados, consultando regularmente as fontes de informação oficiais disponíveis.
A Ordem dos farmacêuticos disponibilizou informação sobre as seguintes fontes e páginas de interesse para todos nós:

Fontes:

Pharmacy Today. APhA - American Pharmaceutical Association:
http://www.pharmacist.com/ebola-primer-facts-pharmacists

DGS - Direcção Geral de Saúde:
http://www.dgs.pt/paginas-de-sistema/saude-de-a-a-z/ebola.aspx


Páginas de interesse:

DGS - Direcção Geral de Saúde (Portugal):
http://www.dgs.pt/paginas-de-sistema/saude-de-a-a-z/ebola.aspx

ECDC - European Centre for Disease Prevention and Control (União Europeia):
http://www.ecdc.europa.eu/

CDC - Center for Diesase Control and Prevention (Estados Unidos da América):
http://www.cdc.gov/vhf/ebola/

OMS - Organização Mundial de saúde:
http://www.who.int/csr/don/en/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:21

Quanto tempo devo dar de mamar ao meu bebé?

por dicasdefarmaceutica, em 26.08.14

Hoje vou dedicar este post a todas as "barriguinhas" grávidas que encontrei estas férias. Nos últimos dias, tenho visto muitas barrigas que ainda andavam escondidas...
Para toda elas, um conselho: tentem amamentar os vossos bebés!

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda um período de seis meses de amamentação. Dados recentes revelam que 87,8% dos bebés portugueses são amamentados, mas a duração média da amamentação é de apenas 3,6 meses.

O leite materno, produzido pelo organismo da mãe, é o único alimento que responde a todas as necessidades nutricionais do bebé: é baixo em sódio, hipoalergénico e contém o equilíbrio ideal de vitaminas, minerais, hidratos de carbono, proteínas, enzimas e ácidos gordos essenciais. É, sem dúvida, a melhor fonte de nutrientes para o latente.

Se está grávida, faça com que o seu bebé tenha um começo de vida saudável!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:20

Mais uma farmácia do mundo - Camboja

por dicasdefarmaceutica, em 25.08.14
Após 6 semanas de voluntariado em Phnom Penh (capital do Camboja), a minha filha está a gozar uma semana de férias bem merecidas nas ilhas do mesmo país e enviou-me estas imagens de uma farmácia em Sihanoukville:



Se compararmos com as imagens que publiquei no dia 17 de Agosto de uma farmácia em Phnom Penh, parecem realidades bem diferentes.

Pesquisei um pouco e vi que esta cadeia de farmácias com o nome "Carepharma" já está nas regiões mais turísticas do Camboja e é a primeira cadeia de saúde, beleza e bem-estar do país, com marcas internacionais conhecidas e um atendimento mais especializado.

É bom sentirmos que, mesmo num país em que os cuidados de saúde ainda estão muito aquém dos nossos, a evolução no sector farmacêutico é já uma prioridade.

Obrigada Marta por partilhares estas imagens e parabéns pela tua missão!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:17

Bananas sempre na fruteira

por dicasdefarmaceutica, em 23.08.14

"Uma banana vale por um bife"...já dizia a pediatra dos meus filhos e, na realidade, nunca mais faltaram bananas na fruteira cá de casa.

 

A banana é uma autêntica fonte de energia, contendo sacarose, frutose e glicose, 3 açúcares naturais. É rica em proteínas, carbohidratos, vitamina A, vitamina B, fósforo, ferro, potássio e outros minerais.

 

É a fruta número um dos atletas: 2 bananas fornecem energia suficiente para um treino intenso de 90 minutos, além de ajudarem na prevenção de cãibras, devido ao alto teor de potássio.

 

10 RAZÕES PARA INCLUIR A BANANA NA SUA ALIMENTAÇÃO

 

1 - Ajuda na depressão, devido à proteína triptofano, que o corpo transforma em serotonina, responsável pela sensação de bem-estar.

 

2 - Ajuda na anemia, pois estimula a produção de hemoglobina.

 

3 - Ajuda a combater a hipertensão, pois é rica em potássio e pobre em sódio.

 

4 - Ajuda na manutenção de um cérebro saudável, devido sobretudo ao potássio.

 

5 - Ajuda a regular os intestinos, devido ao seu teor em fibra.

 

6 - Ajuda na azia, pois tem um efeito anti-ácido.

 

7 - Ajuda a combater as insónias, devido ao triptofano, um aminoácido precursor da melatonina, hormona do sono.

 

8 - Ajuda nos enjoos, pois quando comida entre as refeições, mantém os níveis de açúcar no sangue elevados.

 

9 - Ajuda nas dietas, pois provoca sensação de saciedade durante algumas horas.

 

10 - Ajuda na picada de mosquitos; ao esfregar a parte interna da casca da banana sente-se um alívio imediato.

 

A ajudar tanto mal, vai de certeza fazer como cá em casa: tenha sempre bananas na sua fruteira!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:37

Uma vez que uma em cada cinco crianças é vítima de alguma forma de violência ou abuso sexual, o conselho da Europa lançou agora uma campanha de prevenção em português, denominada "Aqui ninguém toca".

 

Trata-se de uma campanha que ajuda os pais e educadores a explicarem às crianças que partes do corpo não devem ser tocadas por outras pessoas e como reagir se isso acontecer.

Podem VER AQUI o material didático desta campanha.

 

É muito importante que as todas as crianças aprendam a diferença entre o contato físico bom e o contato físico mau.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:24


Hoje no Diário de Notícias lia que a mortalidade por diabetes aumentou 55% desde o início do século e que, ainda mais alarmante, a incidência da diabetes tipo 1 em crianças e jovens mais do que duplicou este século.

Para ficarmos mais animados, numa outra fonte, podemos ler uma notícia que revela uma nova esperança de cura para a mesma doença, o que nos faz acreditar que estes números podem ser invertidos dentro de poucos anos.

O pâncreas produz insulina e amilina que, normalmente, trabalham em conjunto para regular a resposta do organismo aos alimentos. Alguma da amilina produzida pode ficar depositada à volta das células do pâncreas, formando aglomerados tóxicos que impedem o bom funcionamento das células produtoras de insulina, dando origem à diabetes.

Os investigadores da Universidade de Manchester acreditam ser possível a cura da doença através de medicamentos que impeçam a acumulação da amilina ou de medicamentos que dissolvam os aglomerados já existentes.

Prevê-se que os ensaios clínicos comecem dentro de dois anos. Mais uma esperança para tantos diabéticos espalhados pelo mundo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:37


A revista internacional "MIT Technology Review" divulgou ontem a nomeação de uma cientista portuguesa para a sua lista anual de inovadores com menos de 25 anos.

A investigadora chama-se Maria José Pereira, tem 28 anos e licenciou-se em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra. Atualmente, coordena a área de tecnologias de adesão na "Start up" Gecko Biomedical, localizada em Paris.

Pela primeira vez, uma cientista portuguesa é nomeada por esta prestigiada revista. Esta nomeação deve-se à sua contribuição, nos Estados Unidos da América, para o desenvolvimento de um novo adesivo que funciona como uma cola e que permite reparar mais facilmente defeitos cardiovasculares, que afetam seis bebés em cada mil nascimentos.

Parabéns Maria José Pereira!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:22

Aspirina: cuidados a ter...

por dicasdefarmaceutica, em 19.08.14

Após a publicação do post de ontem sobre o efeito benéfico da aspirina na prevenção de algumas doenças, nomeadamente alguns tipos de cancro, foi-me perguntado porque é que eu estou sempre a alertar para os cuidados a ter com a toma deste fármaco e a aconselhar a consulta médica antes de iniciar esta prevenção.

Então, aqui ficam alguns casos em que é necessário um especial cuidado com a administração da Aspirina:

- Se tiver tendência para sangramentos.

- Se tiver úlcera de estômago ou de intestino.

- Se tiver insuficiência renal grave ou insuficiência hepática grave.

- Se tiver insuficiência cardíaca grave.

- Se tiver antecedentes de asma induzida pela administração de salicilatos ou anti-inflamatórios não esteróides.

- Em associação com doses de metotrexato igual ou superior a 15 mg / semana.

- Durante o terceiro trimestre de gravidez. Nalguns casos, os médicos receitam aspirina 100 mg nos primeiros meses da gravidez...aconselhe-se sempre com o seu médico!

- Em associação com a administração de anticoagulantes.

- Em crianças com idade inferior a 12 anos (risco de Síndroma de Reye).

Como vêem são vários os casos em que a administração do Ácido Acetilsalicílico (Aspirina) não é inofensiva.

Parece-me que não há nenhum farmacêutico que não tenha um carinho especial pela velhinha Aspirina mas, na realidade, é fundamental saber aconselhar o seu uso...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:32

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Agosto 2014

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Pesquisar

  Pesquisar no Blog