Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Medicamento para o Colesterol aumenta o risco de Morte

por dicasdefarmaceutica, em 18.07.14

Alguns jornais dos últimos dias trazem esta notícia "bombástica" que revela que há um medicamento para o colesterol que aumenta o risco de morte.

 

"Um estudo Internacional revela que a niacina (vitamina do complexo B) usada no tratamento do colesterol não reduz o risco de ataque cardíaco ou de acidente vascular cerebral, aumenta, pelo contrário, o risco de morte".

 

Este medicamento, também conhecido por vitamina B3 ou PP, atua essencialmente para aumentar os níveis do bom colesterol (HDL).

 

A niacina "foi associada a um aumento tendencial da morte", disseram os cientistas, acrescentando que está também associada a "significativos aumentos de efeitos secundários graves: problemas de fígado, excesso de infeções, excesso de sangramento, gota, perda do controlo do açúcar no sangue de diabéticos e o desenvolvimento de diabetes em pessoas que não tinham a doença quando o estudo começou".

 

Donald Lloyd-Jones, responsável pela Medicina Preventiva na Northwestern University Feinberg School of Medicine e no hospital Northwestern Memorial, vincou que "pode haver uma morte por cada 200 pessoas a quem prescrevemos a niacina", o que é gravíssimo!

 

Em Portugal, a maioria dos médicos não prescreve a niacina para combater o colesterol elevado; fica-se pelas estatinas ou outros medicamentos para o mesmo efeito.

 

O problema é que, como se trata de um medicamento de venda livre e a "pressa" de ter os valores de colesterol normais é muita, muitas pessoas recorrem a estas "ajudas", sem qualquer conselho, só porque leram na internet ou ouviram a vizinha falar...é mais um caso de "não tome os comprimidos da vizinha".VER AQUI

 

Se, por acaso, está a tomar niacina não entre em pânico! Fale com o seu médico e com o seu farmacêutico!

publicado às 18:33

Quando a barriga não funciona...

por dicasdefarmaceutica, em 17.07.14

Barriga inchada e mal-estar é aquilo que sentimos quando os intestinos teimam em não executar a sua função.

 

"A obstipação, vulgarmente conhecida como prisão de ventre, caracteriza-se por uma maior dificuldade em expulsar as fezes do intestino, provocando desconforto abdominal e por vezes dor e dificuldade crescente em evacuar. Sucede quando o intestino produz resíduos mais sólidos do que o habitual, ou quando as contracções musculares são insuficientes para fazer deslocar as fezes. E quanto maior o tempo de permanência no intestino, mais difícil se torna a sua expulsão."

 

A obstipação, de uma forma geral não é um problema grave, mas pode levar ao desenvolvimento de complicações, como hemorróidas, entre outras.

 

PRINCIPAIS CAUSAS DA OBSTIPAÇÃO

 

- Maus hábitos alimentares.

- Vida sedentária.

- Stress ou ansiedade.

- Quantidade insuficiente de líquidos.

- Preguiça em defecar.

- Mudança de ambiente e viagens.

- Ingestão de determinados medicamentos (ex: antiácidos, opiáceos, antidepressivos, etc...)

- Gravidez.

- Cirurgias.

 

Muitas vezes, a alteração dos hábitos alimentares e do estilo de vida é suficiente para regularizar de novo o trânsito intestinal mas, aqui ficam mais algumas DICAS:

 

- Aumentar a ingestão de fibras: legumes, fruta, cereais, leguminosas...

- Beber cerca de 1,5 Lt água por dia.

- Praticar exercício físico: uma boa caminhada pode ser suficiente.

- Tentar evacuar todos os dias à mesma hora, sem pressas e não contrariar a vontade de ir à casa de banho...eu sei, há tanta coisa para fazer...fora de casa...enfim, nada fácil!...

- Conhecer o efeito secundário dos medicamentos que toma.

 

Há casos em que temos mesmo que recorrer ao uso de laxantes. Mas, assim sendo, quando as dicas anteriores não funcionarem e quando a obstipação se prolongar (o normal de evacuações pode ir de 3 vezes por dia a 3 vezes por semana...cada caso é um caso!) , deve sempre pedir ajuda ao seu farmacêutico.

 

O uso de laxantes tem que ser adequado a cada situação, dando sempre preferência aos menos agressivos e que não provoquem habituação.

Uma dica "privada": a minha preferência vai para o granulado "Normacol Plus": 1 a 2 saquetas por dia, acompanhado de uma alimentação equilibrada e de uma caminhada de 20 minutos, e tudo começa a funcionar...

publicado às 18:20

Chocolate - Aliado contra os efeitos prejudiciais do Sol

por dicasdefarmaceutica, em 15.07.14

Todos já ouvimos falar dos benefícios do chocolate em doses pequenas (cerca de 20g por dia), sobretudo o chocolate negro.
Na realidade, os antioxidantes existentes nos grãos de cacau ajudam a baixar a tensão arterial, a manter as artérias limpas e a reduzir o risco de diabetes.

Para os apreciadores de chocolate, e são muitos, mais uma boa notícia: este alimento pode ser um forte aliado contra os efeitos prejudiciais do sol. Foi apresentado um estudo do "National Institute of Health", que concluiu que os indivíduos que consumiam diariamente cerca de 20g de chocolate, durante três meses, apresentaram uma maior resistência foto-cutânea contra os efeitos da radiação solar.
Isto deve-se à presença de flavonóides, presentes sobretudo no chocolate negro.

Mas não se esqueçam que não é para comer uma tablete de uma só vez; 20g são 2 quadrados por dia...

publicado às 20:17

Mulheres, somos mais viciadas em comprimidos...

por dicasdefarmaceutica, em 14.07.14

Mais uma vez vamos culpar a genética. Nós, as mulheres, temos maior propensão para criar dependências químicas.

O corpo da mulher, por ter mais gordura e menos água, absorve mais rapidamente estas substâncias; a vulnerabilidade psicológica também é maior.

 

As mulheres são mais atreitas à depressão e ansiedade, por isso são elas as grandes "fãs" dos antidepressivos e tranquilizantes e Portugal é dos países com maior consumo destas substâncias.

 

A depressão pós-parto, mulheres com altos níveis de stress profissional, a obsessão por ser "magra e gira", as donas-de-casa de meia-idade que sofrem o "síndroma do ninho vazio" quando os filhos saem de casa, são apenas alguns exemplos de casos em que o consumo destas drogas se torna uma dependência.

 

Até eu, sendo farmacêutica e sabendo das contra-indicações destas substâncias, já tive uma altura de maior stress profissional, em que não conseguia ir para a cama sem tomar o "milagroso" comprimido para dormir (no meu caso, recorria ao Diazepan 5mg). Claro que pensava sempre: "faz menos mal tomar um Diazepan 5mg do que não dormir". Na realidade, quando me dei conta, estava completamente dependente desta droga. Fiz o " desmame" e agora só tomo mesmo em SOS.

 

 

E o maior problema está precisamente nestes comprimidos à base de Benzodiazepinas, pois é muito fácil arranjar um comprimido que a vizinha dá, tirar um da caixa da mãe, ou mesmo, ter um farmacêutico "amigo" que faz o jeito de vender uma caixinha.

 

É muito usual estas dependências começarem com uma dieta. Primeiro, as mulheres toma inibidores do apetite, muitos deles que causam insónias. Começam com problemas para dormir e tomam benzodiazepinas (tranquilizantes). Ficam com dificuldade em despertar de manhã e tomam cafés (estimulantes). Os mecanismos cerebrais ficam todos baralhados.

 

Podemos considerar este problema uma toxicodependência socialmente aceite.

 

Esteja atenta ao seu caso! Se está a sentir alguma dependência de algum medicamento (pode até ser um ben-u-ron), fale com o seu médico ou farmacêutico e arranje alternativas a essa dependência!

publicado às 19:11

Estão aí as altas temperaturas - Recomendações

por dicasdefarmaceutica, em 12.07.14

A previsão de altas temperaturas para os próximos dias, levaram a que a Direção Geral de Saúde (DGS) emitisse um comunicado com algumas recomendações, para a população em geral e para algumas situações específicas.

 

Transcrevo aqui as referidas recomendações:

 

População em geral

 

• Aumentar a ingestão de água ou sumos de fruta natural sem adição de açúcar;

• Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;

• Nos períodos de maior calor procurar permanecer em ambientes frescos;

• Evitar, sempre que possível, atividades que exijam grandes esforços físicos, nomeadamente atividades desportivas e de lazer;

• Evitar a exposição direta ao sol entre as 11 e as 17 horas;

• Fora de casa, utilizar roupa solta, opaca e que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas, óculos com proteção contra radiação UVA e UVB e protetor solar com fator igual ou superior a 30. Em praias e piscinas renovar a aplicação de protetor solar de 2 em 2 horas e após os banhos;

• Os trabalhadores no exterior devem proteger-se de forma adequada, nomeadamente fazendo uma boa hidratação e pausas regulares em locais mais frescos;

• Ao viajar de carro escolha as horas de menor calor. A permanência de pessoas dentro de viaturas expostas ao sol, especialmente se forem crianças, grávidas ou idosos, deve ser evitada.

 

Situações específicas

• Uma vez que as pessoas idosas são particularmente vulneráveis, é importante que os familiares e vizinhos estejam atentos à necessidade de ingestão frequente de líquidos e de assegurar um ambiente fresco;

• As crianças com menos de 6 meses não devem ser sujeitas a exposição solar pelo que não se aconselha a sua ida à praia. As crianças com menos de 3 anos devem evitar a exposição direta ao sol;

• As grávidas deverão ter cuidados especiais. Devem assegurar as recomendações de hidratação (ingestão frequente de líquidos), tal como evitar a exposição direta ao sol. Deverão, igualmente, moderar a atividade física;

• As pessoas que sofram de doença crónica ou estejam a fazer uma dieta com pouco sal ou com restrição de líquidos devem seguir as recomendações específicas do seu médico.

 

É muito importante passarem estas recomendações aos vossos contatos, pois todos nós temos familiares e amigos, que pertencem a estes grupos mais vulneráveis.

publicado às 12:15

Mais vegetais e frutas à mesa durante o verão

por dicasdefarmaceutica, em 11.07.14

Praia, sol, calor são palavras que andam de "boca em boca" nesta época do ano.

 

Atenção! Hidratar é fundamental e beber muita água (1,5 Lt a 2 Lt por dia) é de primordial importância. Lembre-se que a hidratação ajuda a manter uma pele bonita, saudável e bronzeada durante todo o verão.

Muitas vezes, com o stress do dia a dia, esquecemo-nos de beber água e, quando chegamos ao fim do dia, reparamos que ingerimos apenas três ou quatro copos de água. Chegamos ao fim do dia, não só cansados como desidratados.

 

Podemos fazer alguma coisa em relação a esta falha: privilegiar alimentos que contenham água, como é o caso dos legumes e das frutas.

 

E, se pensa que para comer legumes tem que ir ao mercado frequentemente para que sejam frescos, isto é um engano, pois os legumes congelados são uma excelente opção.

Quando o processo de congelamento é feito algumas horas após a colheita, é garantida a riqueza dos mesmos, em termos de nutrientes. Por exemplo, os espinafres chegam a perder 14% das vitaminas por dia, o que significa que, após uma semana perderam mais de 98% do seu valor nutritivo.

Assim, se comprarmos legumes frescos que demoram vários dias a chegar ao supermercado, do supermercado vão para as nossas casas, às vezes para o frigorífico e só depois chegam ao prato, acabamos por comer legumes sem aproveitar os seus benefícios.

Não há desculpa: pode comer legumes previamente congelados e enfeitar o seu prato com várias cores.

 

Relativamente às frutas, privilegie as mais drenantes (contrariam a retenção de líquidos): melancia, melão, maçã, pêra, morangos, banana, maracujá e papaia são alguns exemplos.

 

Com este calor, 3 DICAS:

 

- Beba muitos líquidos (água, chás e infusões).

 

- Encha a sua mesa de legumes e frutas.

 

- Tenha uma alimentação variada, utilizando o sal de forma moderada e evitando alimentos muito condimentados.

publicado às 20:25

Com este calor...borrife-se com água termal

por dicasdefarmaceutica, em 10.07.14

Com este calor, sempre que se sinta "sufocada", vermelha e incomodada com a alta temperatura, utilize um spray de água termal para si e para a sua família. A água termal é recomendada no verão devido ao alto teor de nutrientes que possui, favorecendo a hidratação da pele e repondo os minerais perdidos com a transpiração. As propriedades das várias águas termais existentes no mercado são faladas em todas as revistas, blogs e outros meios de comunicação mas, nunca é demais recordar algumas das suas indicações:

 

 

Existem várias marcas à venda nas farmácias. Deixo-vos aqui alguns exemplos e os respetivos sites para poderem aprofundar mais sobre cada uma.

1 - Água termal Avène 

2 - Água termal La Roche Posay

3 - Água termal Vichy

4 - Água termal Uriage

 

Não deixe que o calor a incomode...tenha sempre a Água Termal na carteira ou no saco da praia (existem de vários tamanhos, umas até parecem miniaturas...).

publicado às 19:11

Aplicação (App) para Diabéticos

por dicasdefarmaceutica, em 09.07.14

Uma amiga diabética mostrou-se surpreendida por ainda não ter abordado o assunto "Diabetes" no blog. É verdade!

A doença é demasiado falada nos mais diversos meios, tanto nos mais ligados à saúde, como em tantos outros que, para ser franca, ainda não tive coragem de "pegar a sério" neste assunto.

 

Vou começar esta abordagem por vos apresentar uma aplicação (App) gratuita, que me parece de grande utilidade, permitindo uma gestão segura da Diabetes. Chama-se "Glicontrol" e é da responsabilidade de Hugo Malha Ferreira, um programador informático que descobriu, em 2011, que era diabético tipo1. Quem melhor do que um doente para saber como gerir e orientar, por meios informáticos, a sua própria doença?

 

A "Glicontrol" permite gerir a Diabetes através da monitorização dos níveis de glicémia, hidratos de carbono e insulina.

 

A aplicação tem um aspeto muito apelativo, com cores indicativas de vários parâmetros. Tem tabelas com as taxas de glicose e de insulina, análises gráficas dos valores e faz cálculos do total de hidratos de carbono e doses de insulina.

 

Muito útil é a possibilidade de importar os dados dos leitores de glicose e permitir o envio das leituras por email.

 

Esta aplicação está disponível para IOS, Android e Blackberry; é compatível com iPhone, iPad e iPod touch.

Existe também uma versão Web www.glicontrol.pt

 

Se conhecerem outras aplicações interessantes e úteis para os diabéticos, partilhem e, se gostarem de ver aqui alguns temas de que ainda não falei, digam. DICAS não faltam e temas também não...

publicado às 18:31


Foi há mais de 30 anos que a minha mãe teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e que tive contato de perto com este centro de excelência chamado Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão (CMRA). É sempre com muita alegria que vejo que o centro não pára e continua a crescer, no sentido de acompanhar as necessidades dos utentes que tanto anseiam por uma vaga.

Foi hoje inaugurado um novo espaço no CMRA destinado à recuperação de sequelas provocadas por AVC.
Segundo a Sociedade Portuguesa de Neurologia, uma em cada seis pessoas irá sofrer um AVC ao longo da vida, sendo que esta é a maior causa de incapacidade a longo prazo. Cerca de 50% das pessoas que sofreram esta doença ficam com limitações importantes que limitam a sua qualidade de vida.
Reconheço tão bem algumas destas salas:


Para vos dar o meu exemplo, a minha mãe teve um AVC com 42 anos, ficou paralisada do lado direito e só, graças ao Alcoitão e, sobretudo, à sua enorme força de vontade, consegue ter uma vida com alguma qualidade, apesar das limitações.

Os Acidentes Vasculares Cerebrais são a principal causa de internamento neste centro. Quando são admitidos, os doentes chegam com um nível de independência funcional motora cada vez mais baixo e quando têm alta, o grau de independência é cada vez mais elevado.

Parabéns Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão!

publicado às 21:55

Aspirina pode ser benéfica no cancro da mama

por dicasdefarmaceutica, em 06.07.14

A Aspirina tem a bonita idade de 115 anos. É o medicamento mais conhecido e mais consumido em todo o mundo. A Aspirina contém ácido acetilsalicílico e, só por curiosidade, o seu nome tem a seguinte origem: A de Aceti; Spir de Spirae ulmaria (planta que fornece o ácido salicílico) e In era um sufixo utilizado na época. Formou-se assim o nome Aspirin, que foi "aportuguesado" para Aspirina.

Aspirina 500mg

"Está indicada no alívio de dores de intensidade ligeira a moderada como p. ex. dores de cabeça, dores de dentes, dores musculares, dores menstruais e ainda nos estados febris associados a resfriados ou gripe."

 

Aspirina100mg

"É utilizada nas situações em que é desejável uma redução da agregação das plaquetas."

 

Um estudo recente da Universidade de Glasgow revela que a Aspirina pode reduzir para metade o risco de morte com cancro da mama. 

Isto pode acontecer porque a Aspirina ajuda no bloqueio de substâncias químicas inflamatórias, que alimentam o crescimento e desenvolvimento da doença.

 

De qualquer modo, estes estudos são recentes e ainda é cedo para tirar uma conclusão definitiva relativamente à ligação entre o uso da Aspirina e a sobrevivência dos doentes com cancro da mama.

 

Também há que realçar que a Aspirina pode ter efeitos secundários graves (sobre os quais falarei num dos próximos posts) pelo que, antes de se automedicar, deve consultar o seu médico e informar-se com o seu farmacêutico.

publicado às 19:19

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Julho 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog