Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mês do coração - Tabagismo

por dicasdefarmaceutica, em 31.05.14

O dia 31 de Maio é dos não fumadores, é um dia para lembrar os malefícios do tabaco e, sobretudo, para sublinhar que deixar de fumar é uma missão possível.
Este dia foi criado para sensibilizar para a necessidade de proteger as pessoas que não fumam do tabagismo passivo.

Neste mês do coração, lembro também que o tabagismo é um dos grandes fatores de risco cardiovascular. É considerado pela Organização Mundial da Saúde a principal causa de morte evitável em todo o mundo.

Uma vez iniciado o consumo do tabaco, rapidamente se transforma em dependência (física e psíquica) provocada pela nicotina, o componente principal do tabaco. Mas a nicotina não é a única má da fita; o fumo do tabaco contém mais de 4000 compostos químicos, dos quais 40 são reconhecidos como carcinogénios.

São sobretudo duas as doenças em que o tabaco é o principal suspeito: o cancro do pulmão e a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC). Além destas, muitas outras doenças são agravadas pelo tabagismo, como:
- Doenças cardiovasculares (hipertensão, angina de peito, acidentes vasculares cerebrais, enfarte do miocárdio, arteriosclerose).
- Doenças broncopulmunares (bronquite, enfisema pulmunar, doenças do trato respiratório).
- Úlceras (gástricas, duodenais, bucais).
- Vários tipos de cancro (boca, esófago, estômago, pâncreas)
A estas doenças, junta-se o envelhecimento precoce, problemas de pele, etc...

Deixar de fumar é possível, mas é verdade que é preciso muita determinação para abandonar este vício, pois o organismo reage mal à ausência da nicotina; é o chamado síndrome de abstinência (insónias, irritabilidade, ansiedade, tonturas, dores de cabeça, dores musculares).
E porque o síndrome de abstinência é doloroso, um dos métodos para deixar de fumar consiste em fornecer ao organismo a quantidade de nicotina de que foi privado. Trata-se de uma terapia de transição que alivia o desejo agudo de fumar e os sintomas da privação, mas não tem os efeitos tóxicos do tabaco.
Estes medicamentos estão disponíveis sob a forma de adesivos, pastilhas, inaladores e sprays nasais e, algumas desta apresentações, podem ser compradas nas farmácias, sem receita médica. Existem outros medicamentos (ex: vareniclina - champix), que só se devem comprar após consulta médica, dado ter algumas contra-indicações, que só o médico pode avaliar.

Mas mentalizem-se que a força de vontade é a principal "arma" para deixar de fumar. A cessação tabágica é um dos domínios de intervenção farmacêutica por isso, se está a pensar deixar de fumar, pode contar com a ajuda e aconselhamento do seu farmacêutico.

NÃO FUME MAIS! SE NÃO PARAR JÁ, FAÇA-O EM RECINTOS ABERTOS E PENSE NOS QUE NÃO FUMAM!
PROTEJA-SE DO FUMO DOS OUTROS!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:10

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Maio 2014

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog