Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




As Carraças andam à solta

por dicasdefarmaceutica, em 10.05.14

Estamos no tempo pior para estes parasitas que se alimentam do sangue dos nossos amigos cães, pois é do calor que elas gostam mais.

As carraças são parasitas externos que se alimentam do sangue do hospedeiro. Parasitam principalmente os cães, mas também podem parasitar os gatos.
Existem cerca de 870 espécies de carraças e são um problema crescente em todo o mundo devido, por exemplo, às alterações climáticas.

As carraças estão mais ativas durante o tempo quente mas, em Portugal, como temos um clima ameno, elas estão ativas durante todo o ano.

Quando descobrir uma carraça no cão, deve proceder do seguinte modo:
1 - Não arranque a carraça com a mão, pois ao fazê-lo, está apenas a eliminar o corpo da carraça; a parte da boca manter-se-á agarrada à pele do cão, podendo causar reações locais.
2 - Calce umas luvas de látex.
3 - Aplique umas gotas de vaselina ou parafina líquida em volta da carraça.
4 - Com a ajuda de uma pinça, tente que fique mais solta e remova-a com cuidado, fazendo movimentos circulares, como que a desaparafusar um parafuso.
5 - Após remover a carraça, mergulhe-a em álcool para que consiga eliminar também os ovos.
6 - Lave bem as mãos, após a remoção.
7 - Vigie a pele do cão durante uns dias, para assegurar que não está infetada.

Para garantir a saúde e o bem-estar do seu cão, deve prevenir a infestação por estes parasitas, colocando regularmente medicamentos veterinários apropriados.

Há vários destes medicamentos no mercado:

Existem pipetas, sprays e coleiras. O insecticida de uma coleira leva dois dias a distribuir-se pelo corpo do animal, enquanto a pipeta leva apenas uma hora a atuar. O Sebastião (o meu cão) prefere as pipetas e destas, gosta particularmente das pipetas Pulvex. A coleira incomoda-o e tem um cheiro estranho. Alguns amigos do Sebastião preferem o Advantix ou o Frontline e também não têm carraças.
Atenção, que há pipetas diferentes, consoante o peso do cão!

Todas estas pipetas são eficazes contra carraças, pulgas, moscas, mosquitos e piolhos e devem colocar-se do seguinte modo:
1 - Aplicar de forma contínua sobre a pele, no sentido contrário à orientação do pêlo.
2 - Aplicar no dorso do animal, salvaguardando o acesso do cão à zona da aplicação.
3 - Não dar banho nas 48 horas subsequentes à aplicação.
4 - Renovar a aplicação de 2 em 2 meses.

Não se esqueça: PROTEJA O SEU CÃO DAS CARRAÇAS!
Aconselhe-se com o veterinário!

publicado às 19:15

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Maio 2014

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog