Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mês do coração - Tabagismo

por dicasdefarmaceutica, em 31.05.14

O dia 31 de Maio é dos não fumadores, é um dia para lembrar os malefícios do tabaco e, sobretudo, para sublinhar que deixar de fumar é uma missão possível.
Este dia foi criado para sensibilizar para a necessidade de proteger as pessoas que não fumam do tabagismo passivo.

Neste mês do coração, lembro também que o tabagismo é um dos grandes fatores de risco cardiovascular. É considerado pela Organização Mundial da Saúde a principal causa de morte evitável em todo o mundo.

Uma vez iniciado o consumo do tabaco, rapidamente se transforma em dependência (física e psíquica) provocada pela nicotina, o componente principal do tabaco. Mas a nicotina não é a única má da fita; o fumo do tabaco contém mais de 4000 compostos químicos, dos quais 40 são reconhecidos como carcinogénios.

São sobretudo duas as doenças em que o tabaco é o principal suspeito: o cancro do pulmão e a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC). Além destas, muitas outras doenças são agravadas pelo tabagismo, como:
- Doenças cardiovasculares (hipertensão, angina de peito, acidentes vasculares cerebrais, enfarte do miocárdio, arteriosclerose).
- Doenças broncopulmunares (bronquite, enfisema pulmunar, doenças do trato respiratório).
- Úlceras (gástricas, duodenais, bucais).
- Vários tipos de cancro (boca, esófago, estômago, pâncreas)
A estas doenças, junta-se o envelhecimento precoce, problemas de pele, etc...

Deixar de fumar é possível, mas é verdade que é preciso muita determinação para abandonar este vício, pois o organismo reage mal à ausência da nicotina; é o chamado síndrome de abstinência (insónias, irritabilidade, ansiedade, tonturas, dores de cabeça, dores musculares).
E porque o síndrome de abstinência é doloroso, um dos métodos para deixar de fumar consiste em fornecer ao organismo a quantidade de nicotina de que foi privado. Trata-se de uma terapia de transição que alivia o desejo agudo de fumar e os sintomas da privação, mas não tem os efeitos tóxicos do tabaco.
Estes medicamentos estão disponíveis sob a forma de adesivos, pastilhas, inaladores e sprays nasais e, algumas desta apresentações, podem ser compradas nas farmácias, sem receita médica. Existem outros medicamentos (ex: vareniclina - champix), que só se devem comprar após consulta médica, dado ter algumas contra-indicações, que só o médico pode avaliar.

Mas mentalizem-se que a força de vontade é a principal "arma" para deixar de fumar. A cessação tabágica é um dos domínios de intervenção farmacêutica por isso, se está a pensar deixar de fumar, pode contar com a ajuda e aconselhamento do seu farmacêutico.

NÃO FUME MAIS! SE NÃO PARAR JÁ, FAÇA-O EM RECINTOS ABERTOS E PENSE NOS QUE NÃO FUMAM!
PROTEJA-SE DO FUMO DOS OUTROS!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:10

Suar não emagrece

por dicasdefarmaceutica, em 30.05.14

Há sempre uma razão para escrever um post. Hoje, no passeio com o Sebastião (o meu S. Bernardo favorito), passou por mim uma rapariga a correr, que mais parecia deslocar-se para o Pólo Norte...até o capuz levava na cabeça; o suor escorria-lhe pela cara abaixo, a única parte do corpo a descoberto...será que pensa que assim vai emagrecer e mais rápido? Desengane-se...

A transpiração é uma função essencial do organismo, funcionando como uma espécie de ar condicionado, que regula a nossa temperatura interior. Quando o mercúrio sobe nos termómetros ou quando fazemos um esforço, este sistema reage para nos manter nos 37 graus, ou seja, para manter estável a temperatura corporal.
Os que pensam que vão emagrecer devido à transpiração, podem desiludir-se pois, na realidade, vão perder água e sais minerais.

Emagrecer não é perder água; é sim eliminar gordura corporal.
O processo de emagrecimento decorre do exercício físico implicar gasto de energia; daí muita gente sentir fome após uma sessão de corrida ou de ginásio.

A água que se perde pelo processo de transpiração deve ser prontamente reposta, ingerindo líquidos durante e após o exercício físico. A maior eliminação de água por suar demais (sudorese excessiva) pode causar problemas de desidratação e queda de pressão arterial; existem casos em que a pessoa chega a desmaiar.

O que acontece é que o uso de roupas pesadas ou muito quentes, bloqueia o processo normal de refrigeração da temperatura corporal, assim como o uso de complementos de plástico, ditos para emagrecer.

Deixo 3 DICAS sobre este assunto:
1 - Com o tempo quente, faça exercício antes das 10h00 ou depois das 17h00.
2 - Leve sempre consigo uma garrafa de água.
3 - Utilize roupas leves e confortáveis e sapatos apropriados; deixe as roupas quentes para o Inverno...

FAZER EXERCÍCIO FÍSICO FAZ BEM À SAÚDE E AJUDA A EMAGRECER, MAS SUAR NÃO EMAGRECE!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:11

Os 10 Princípios da Dieta Mediterrânea

por dicasdefarmaceutica, em 29.05.14

A Dieta Mediterrânea não se limita aos alimentos que pomos no prato.
Segundo a UNESCO, esta designação "visa preservar um património comum e transmitir um saber milenar patente na exploração dos recursos locais -pesca, agricultura e pecuária-, técnicas de conservação e preparação dos alimentos e nos hábitos culturais de partilha e convívio à mesa."

Acho importante partilhar convosco os 10 PRINCÍPIOS DA DIETA MEDITERRÂNEA:

1 - Usar o azeite como principal fonte de gordura.

2 - Beber água ao longo do dia (1,5 a 2 litros/dia).

3 - Consumir peixe várias vezes por semana.

4 - Consumir diariamente laticínios (de prefeência magros).

5 - Utilizar ervas aromáticas em detrimento do sal.

6 - Apostar no consumo moderado de frutos secos.

7 - Consumir diariamente cinco porções de frutas e vegetais.

8 - Preferir produtos locais, frescos da época.

9 - Usar métodos de preparação simples.

10 - Promover os laços sociais e a convivência à volta da mesa.

A dieta mediterrânea é o reconhecimento mundial da alimentação saudável.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:56

Menopausa - de pêra a maçã

por dicasdefarmaceutica, em 28.05.14

É por volta dos 50 anos que as mulheres notam que o corpo está a mudar. Em vez da pêra, ampulheta ou cenoura que lhes dava a forma, os corpos vão assumindo contornos de maçã, com a linha da cintura a esvair-se. É a gordura a acumular-se no abdómen; manter o peso torna-se mais difícil.

A culpa é das hormonas, que interferem no apetite e no metabolismo, que fica mais lento, havendo uma maior probabilidade da gordura se acumular. As roupas vão ficando mais apertadas. Vejam a parte boa, pode ser uma boa desculpa para renovar o guarda-roupa...

A menopausa é um processo natural que se traduz na ausência de menstruação quando os ovários deixam de funcionar; a mulher perde a capacidade de reprodução. Os primeiros sinais ocorrem, em média, por volta dos 50 anos.

Os sintomas da menopausa variam de mulher para mulher e não acontecem com a mesma intensidade para todas; algumas não apresentam sequer queixas.
Os sintomas mais comuns são:
- Calores, afrontamentos e suores noturnos.
- Irritabilidade, ansiedade e dificuldade de concentração.
- Insónias.
- Secura vaginal e diminuição de desejo sexual.

Muitas vezes, os médicos indicam reposição hormonal para diminuir a intensidade dos sintomas. Alguns medicamentos contêm as mesmas hormonas produzidas pelos ovários, mas em menor quantidade. Devem falar sempre com o médico antes do início de qualquer reposição hormonal, pois cada mulher é um caso e, para algumas, é totalmente desaconselhado.

Podem sempre adotar algumas medidas que ajudam a passar esta nova fase da vida com qualidade, já que o envelhecimento ainda vem longe.

ALGUMAS DICAS:
- Comer adequadamente. Dar preferência às verduras, legumes, fibras, azeite, carne branca e peixe.
- Beber 1,5 a 2 litros de água por dia.
- Praticar exercício físico. Dar preferência aos exercícios aeróbicos (por exemplo, caminhada), pois previnem também a osteoporose e as doenças cardiovasculares.
- Não fumar.
- Manter uma vida sexual ativa.
- Incluir soja e seus derivados na alimentação do dia a dia, devido ao seu elevado teor de fitoestrogénios, substância de origem vegetal cuja estrutura e ação biológica é similar à dos estrogénios humanos. A isoflavona de soja é um derivado da soja, que é um grande aliado das mulheres na menopausa, pois ajuda a controlar os incómodos que ocorrem nesta fase da vida da mulher.

E não se esqueça que a menopausa não é o fim.
A MENOPAUSA É O INÍCIO DE UM NOVO CICLO DE VIDA

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:26

Conheça a sua Tiróide

por dicasdefarmaceutica, em 27.05.14

Estamos na Semana Internacional da Tiróide. Já sei, vão dizer que há semanas e dias para tudo e é verdade, mas isto serve para sensibilizar a população para as várias doenças, de modo a que se possa praticar, cada vez mais, uma medicina preventiva. Se conhecermos um pouco das doenças, dos seus sintomas, do tratamento, todos ficaremos mais enriquecidos e mais saudáveis e poderemos ajudar quem se encontra perto de nós.

A Tiróide é uma glândula que se encontra na parte anterior do pescoço e regula a função de importantes órgãos, como o coração, o cérebro, o fígado e os rins. Esta glândula produz as hormonas tiroideias T3 e T4.
Quando a tiróide liberta estas hormonas em quantidade insuficiente, fala-se de hipotiroidismo; quando produz em excesso, fala-se de hipertiroidismo.
Fala-se de bócio quando o volume da glândula aumenta.

SINTOMAS COMUNS HIPOTIROIDISMO
- O coração bate mais devagar.
- Obstipação.
- A pessoa pode engordar.
- Sonolência.
- Cansaço generalizado, acompanhado de dores musculares e articulares.
- Diminuição da memória.
- Intolerância ao frio.
- Irregularidades menstruais.
- Aumento dos níveis de colesterol.

SINTOMAS COMUNS HIPERTIROIDISMO
- O coração dispara.
- Diarreia.
- Emagrecimento.
- Agitação.
- A pessoa parece ter muita energia, mas acompanhada de algum cansaço.
- Intolerância ao calor.
- Irregularidades menstruais.

A patologia tiróideia é muito comum entre a população portuguesa. "Destaca-se a disfunção tiroideia nomeadamente o hipotiroidismo subclínico, a patologia nodular da tiroide, o cancro da tiroide e a carência iodada na população portuguesa, em particular na mulher grávida", referiu em entrevista Luís Raposo, coordenador do Grupo de Estudo da Tiroide (GET) da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo (SPEDM).
Ver o post do dia 25 deste mês http://dicasdefarmaceutica.blogs.sapo.pt/suplemento-de-iodo-para-gravidas-18408

Mas, no que diz respeito às doenças da Tiróide, as notícias são muito positivas pois, normalmente, trata-de de doenças fáceis de diagnosticar, fáceis de tratar e , muitas vezes, fáceis de curar.
Mesmo as doenças malignas da Tiróide têm uma cura que ronda os 90%.

O que verificamos é que os doentes quando são tratados sentem-se bem. Na farmácia, é muito importante o aconselhamento para que a terapêutica seja feita corretamente, consoante a indicação do médico (endocrinologista) e alertando sempre que a maioria destes medicamentos devem ser tomados em jejum, 30 minutos antes da primeira refeição do dia.

Lembre-se que o reconhecimento de um nódulo na Tiróide pode salvar uma vida!
Lembre-se que a doenças da Tiróide são graves quando não são diagnosticadas e não tratadas!

Vai decorrer amanhã uma grande ação de rastreio na Praça da Figueira da 9h00 às 13h00, em que as pessoas são incentivadas a dar um "High Five" pela prevenção das doenças da Tiróide.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:18

Não tome os comprimidos da vizinha!

por dicasdefarmaceutica, em 26.05.14

A brincar, hoje abordo um dos temas mais importantes em farmácia: a automedicação ou a medicação aconselhada por pessoas sem conhecimentos para tal. E, para ilustrar isto, lembro-me sempre de uma das anedotas clássicas de salão: "A D. Maria estava com uma enorme diarreia. Falou com a vizinha, a D. Paula que lhe recomendou e deu uns comprimidos milagrosos, que ela tomava sempre que tinha um problema semelhante. Umas horas depois, a D. Paula liga aflita à D. Maria: - Ó vizinha...ai que eu me enganei, em vez do Diarrex, dei-lhe o Calmex para os nervos. - Deixe lá ó vizinha, borrei-me toda, mas estou muito calma...está tudo bem!" São comuns relatos de pacientes que passaram a tomar determinados medicamentos, a partir de recomendações de vizinhos, amigos ou parentes. Os perigos desta prática são reais e graves. - Nem sempre o mesmo sintoma é de uma mesma doença; - Nem sempre o medicamento que aliviou o outro, vai aliviá-lo a si. - Nem sempre pode tomar os medicamentos dos outros, pois podem interferir com a sua medicação crónica, diminuindo o seu efeito ou tendo efeitos secundários inesperados. - Um medicamento mal usado pode mascarar alguns outros sintomas e retardar o diagnóstico de uma doença grave. As pessoas são diferentes; as indicações são diferentes; as doses são diferentes...não se auto-medique e NÃO PEÇA MEDICAMENTOS À SUA VIZINHA! UM MEDICAMENTO NA DOSE ERRADA PODE INTOXICAR E MATAR!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29

Suplemento de Iodo para Grávidas

por dicasdefarmaceutica, em 25.05.14

Tendo em conta os dados que mostram um nível insuficiente de iodo nas grávidas portuguesas, a Direção Geral de Saúde aconselha as mulheres que planeiam engravidar, as grávidas e as que estão a amamentar, a receber um suplemento diário de iodo, sob a forma de iodeto de potássio.

O iodo tem como função fundamental a biosíntese das hormonas tiroideias, as quais desempenham um papel muito importante no crescimento e desenvolvimento dos órgãos, principalmente do cérebro. O crescimento e desenvolvimento do cérebro é máximo durante o período fetal e nos primeiros anos de vida, daí a importância deste suplemento.

O iodeto de potássio é receitado pelo médico, tendo em conta a quantidade da mesma substância presente noutros suplementos vitamínicos que a grávida esteja a tomar e a situação clínica de cada uma. É sempre necessário aconselhamento médico, pois o iodo está contra-indicado, por exemplo, para quem tem problemas da tiróide.

Claro que o suplemento de iodo não dispensa uma alimentação variada e equilibrada,que inclua alimentos ricos neste componente. São ricos em iodo vários peixes (bacalhau, sardinha, salmão), o leite e seus derivados, leguminosas e alguns produtos hortícolas e até a cerveja (não muito aconselhável para grávidas...). É verdade, agora que está tão na moda a comida japonesa, convém não esquecer as algas, muito ricas em iodo e que nos estamos a habituar a comer.

A ingestão de excesso de iodo via alimentar é muito rara; as consequências do excesso são menos graves do que as do défice.

Se pretende engravidar, está grávida ou está a amamentar, fale com o seu médico sobre o suplemento de iodeto de potássio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:04

A minha dica para comprar medicamentos na internet...

por dicasdefarmaceutica, em 24.05.14

A minha dica é simples:
NUNCA COMPRE MEDICAMENTOS NA INTERNET!

A interpol apreendeu esta semana 9,4 milhões de medicamentos contrafeitos e potencialmente perigosos, durante uma operação simultânea em 111 países e tendo como alvo sites de venda na internet.
Em Portugal foram apreendidos cerca de 5000 medicamentos ilegais, com um valor estimado de cerca de 20 000 euros.

Os operação resultou na eliminação de 19 000 anúncios de medicamentos ilícitos e no fecho de 10 600 sites de venda de fármacos.

Os medicamentos que são mais procurados nestes sites são para a disfunção eréctil e para emagrecer. Contudo, foram também apreendidos medicamentos para o tratamento do cancro, constipações, malária e colesterol.

Eu pergunto: como é que as pessoas não têm medo de tomar estas "drogas ilegais"? Como é que não pensam que podem estar a tomar "gato por lebre"? Não há nenhuma garantia de que o que está escrito no rótulo seja realmente o que se encontra dentro do frasco, sobretudo no que diz respeito à dosagem.

Contudo, apesar dos alertas, os portugueses continuam a correr riscos.
Muitos são adolescentes que compram medicamentos para emagrecer, pois assim fogem às perguntas feitas na farmácia. "Às vezes, os farmacêuticos são uns parvos e metem-se na vida dos outros" - dizem eles.
Outros grandes fãs deste sites são os homens que, inexplicavelmente, continuam com vergonha de falar com o médico e de ir à farmácia pedir os medicamentos para a disfunção eréctil.
Mas, mais grave ainda, são aqueles que compram medicamentos para doenças graves, como o cancro, porque custam menos uns euros...qual será o preço a pagar depois?

Algumas farmácias já entregam medicamentos ao domicílio e a encomenda é feita via internet; isto é uma situação diferente. Se pretender comprar medicamentos por esta via, nunca o faça sem consultar o site do infarmed http://www.infarmed.pt/portal/page/portal/INFARMED, de modo a verificar se o estabelecimento está registado e autorizado a fazer dispensa de medicamentos ao domicílio.

Por tudo isto, continue a comprar os medicamentos na farmácia ou nas parafarmácias (medicamentos não sujeitos a receita médica); privilegie sempre o contato com o farmacêutico e NÃO COMPRE MEDICAMENTOS NA INTERNET.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:28

Mês do Coração - Obesidade

por dicasdefarmaceutica, em 23.05.14

Com já vem sendo hábito, neste mês do coração, vou alertar para mais um fator de risco cardiovascular: a obesidade.
Considerada pela Organização Mundial de Saúde como a "epidemia do séc.XXI", a obesidade é uma doença crónica de armazenamento excessivo de gordura.

A obesidade é um dos maiores problemas de saúde pública mundiais e é considerada como a segunda causa de morte passiva de prevenção, logo a seguir ao tabagismo. É na educação da população e na prevenção que temos que apostar.

Mais de metade da população portuguesa tem excesso de peso e , mais grave ainda, as nossas crianças e adolescentes estão cada vez mais gordos.

Sabemos o número do cartão de cidadão, agora até já sabemos de cor o número de contribuinte, já falei da importância de saber o número do valor do colesterol (LDL) http://dicasdefarmaceutica.blogs.sapo.pt/mes-do-coracao-colesterol-15082, temos também que saber quais os "números" no que se refere à nossa "gordura". Estes valores são o Índice de massa corporal (IMC) e o perímetro abdominal.

ÍNDICE DE MASSA CORPORAL (IMC) - trata-de uma fórmula que relaciona o peso e a altura para classificar a obesidade.

Considera-se excesso de peso, um IMC superior a 25 e a obesidade corresponde a um IMC igual ou superior a 30.
Existem tabelas já feitas que podem consultar:

Na tabela: Vermelho - obesidade; Amarelo - excesso de peso; Verde - peso normal; Azul - abaixo do peso normal

PERÍMETRO ABDOMINAL - permite medir a gordura acumulada à volta da cintura. Este valor deve ser inferior a 88 cm nas mulheres e inferior a 102 cm nos homens.

Saiba os seus valores e, antes de chegar aos limites, o melhor é prevenir, adotando estilos de vida mais saudáveis, tendo dois objetivos principais:
1 - COMER MELHOR
2 - SER MAIS ATIVO

Terei oportunidade de vos dar algumas dicas sobre o "comer melhor" , mas de certeza que quase todos os dias lêem sobre este assunto...é só ter vontade de começar a "praticar" e não adiar sempre para a próxima semana o início da dieta. O importante é a reeducação alimentar para toda a vida. Se não consegue sozinho, fale com o seu farmacêutico, vá a uma consulta de nutrição, fale com o seu médico, fale com quem quiser, mas comece já a COMER MELHOR!

O "SER MAIS ATIVO" é o grande lema da campanha deste ano. Combater o sedentarismo, sobretudo dos mais jovens, é uma das medidas mais importantes que todos devemos tomar. Faça com que as suas crianças se mexam, leve-as a passear, tire-as do sofá e da frente do computador. Inicie já uma atividade física regular, que pode ser uma simples caminhada de 20 ou 30 minutos. Faça com que em sua casa todos SEJAM MAIS ATIVOS!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:32


Hoje, em plena cidade de Lisboa, vi uma jovem de vinte e poucos anos deitar para um caixote de lixo uma embalagem de comprimidos. Não sei se estava vazia ou cheia, mas foi parar ao contentor verde, daqueles que estão pendurados nos postes. Pensei: será que esta jovem nunca ouviu falar no Valormed? Provavelmente, ainda não. Apesar das campanhas anuais e da publicidade "espalhada" nas farmácias, ainda há gente que não está suficientemente informada. Nunca é demais, vou relembrar os pontos-chave:

Na grande maioria das farmácias portuguesas existem contentores Valormed.

O QUE DEVE ENTREGAR OU DEPOSITAR NO CONTENTOR VALORMED:
- Medicamentos fora de prazo ou que já não utiliza.
- Embalagens de medicamentos vazias, blisters, ampolas, bisnagas, frascos, etc...

O QUE NÃO DEVE ENTREGAR OU DEPOSITAR NO CONTENTOR VALORMED:
- Agulhas, seringas, termómetros e radiografias.
- Aparelhos elétricos ou eletrónicos.
- Gaze e material cirúrgico.
- Produtos químicos.

COMO FUNCIONA O SISTEMA VALORMED?
1 - Os utentes entregam os medicamentos ou as embalagens na farmácia; devem vir num saco (não necessita ser um saco próprio) e poderão ser entregues ao balcão ou depositados diretamente no contentor. Algumas farmácia optam não ter o contentor na zona do público por uma razão de segurança. Pergunte como funciona na sua farmácia!
2 - Os contentores são recolhidos nas farmácias e transportados para o centro de triagem.
3 - No centro de triagem os resíduos são separados e classificados.
4 - Os materiais das embalagens são reciclados.
5 - Os medicamentos são valorizados ou incinerados de forma segura.

O sistema Valormed dá uma solução ambiental às embalagens e medicamentos fora de uso, que as pessoas possam ter em suas casas. Esta causa seria mais do que suficiente para não nos esquecermos dela mas, lembre-se também que "livrar-se"dos medicamentos que já não usa, também é uma medida importante que evita o acesso das crianças a estes resíduos que são, tantas vezes, responsáveis por intoxicações graves.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:46

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.

Pág. 1/4



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Maio 2014

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog