Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

IMG_8777.JPG

O laboratório de tecnologia farmacêutica da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto lançou uma plataforma online, onde os consumidores e os profissionais podem esclarecer as suas dúvidas sobre a composição e/ou a segurança de um determinado cosmético.

A plataforma chama-se PORTALinfoCOSMÉTICOS e pretende ser uma "comunicação fácil, com profundidade científica", como a define Isabel Martins de Almeida, docente desta Universidade e coordenadora da plataforma.

 

Já existem plataformas semelhantes noutros países, mas não existia nenhuma em língua portuguesa. Até agora, quando surgia uma dúvida sobre um determinado produto,  teria que se recorrer ao Infarmed, pois é a entidade que supervisiona todos os produtos cosméticos vendidos em Portugal.

 

Na actualidade, o excesso de informação, sobretudo nas redes sociais, causa frequentemente alarmismos excessivos e informações erradas sobre saúde de um modo geral e sobre cosméticos, em particular. Qualquer pessoa fala de cosméticos, das suas composições e propriedades, consoante aquilo que lêem ou que lhes "impingem" nalgum folheto entregue em qualquer local. A fonte é a correta? Tem alguma credibilidade científica? Talvez...

 

Todos sabemos que a literacia da população na área da saúde é muito baixa e isto alarga-se à área particular da cosmética, daí a importância da existência de uma plataforma como esta.

A partir de agora, é fácil saber sobre a segurança e eficácia dos ingredientes de determinado cosmético e também sobre a sua regulamentação. 

 

De qualquer forma, não estejam sempre a desconfiar dos cosméticos comercializados em Portugal, pois todos eles são legislados e supervisionados pelo Infarmed, que assegura se se trata de produtos seguros para a saúde. 

Se tiver dúvidas, além de poder consultar esta plataforma, pode sempre ir à farmácia e conversar com o seu farmacêutico.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:06

É difícil travar os vendedores de rua no Haiti

por dicasdefarmaceutica, em 27.06.17

image_2017-06-27_10-25-47.jpeg

 

Li recentemente um artigo na National Geografic e tenho que partilhar convosco. Fala dos vendedores de rua de medicamentos no Haiti, uma realidade que ninguém consegue travar. Já tinha ouvido falar disto, mas nunca tinha visto fotografias, e que fotografias!

Os fotógrafos Paolo Woods e Gabrielle Galimberti fizeram este trabalho fantástico com estes homens e mulheres a transportar verdadeiras "torres de medicamentos" de toda a espécie e de toda a qualidade.

Claro que esta é uma atividade ilegal, mas as leis raramente são aplicáveis neste país e o Ministério da Saúde Pública pouco pode fazer. Os vendedores de rua são a principal fonte de abastecimento de medicamentos para muitos habitantes do Haiti. 

Estes homens e mulheres vendem de tudo: medicamentos vindos da China, antibióticos "para todos os males", medicamentos falsificados, com o prazo de validade expirado, enfim, a inspeção do Infarmed não passa por aquelas zonas...

Apreciem bem as torres de medicamentos, feitas em pilhas unidas por tiras de borracha e os acessórios para a prática da modalidade! Não faltam as tesouras, para cortar os blisteres e vender à unidose, de forma a não haver desperdício. Será que há controle de temperatura e humidade?

Parece que vender não é a sua única prática; sabem de tudo e o "aconselhamento farmacêutico" também é a sua especialidade. Imaginem o perigo...

Deixo-vos com as fotografias, muito ilucidativas do que acabo de descrever. Parabéns aos fotógrafos! Parabéns à National Geografic por nos dar a conhecer esta realidade!

 

image_2017-06-27_10-41-06.jpeg

 

image_2017-06-27_10-41-07.jpeg

 

image_2017-06-27_10-41-08.jpeg

 

image_2017-06-27_10-41-10.jpeg

 

image_2017-06-27_10-41-12.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:43

"Farmácia" a transportar para uma viagem em segurança

por dicasdefarmaceutica, em 04.06.17

 

image_2017-04-13_11-06-54.jpeg

Estamos em Junho, saiu mais uma revista "Inominável" e com este número mais um artigo de "Dicas de Farmacêutica" que partilho aqui convosco. Aconselho-vos a dar uma olhadela nos restantes artigos da revista, pois vai valer a pena!

 

Já cheira a férias, por isso este artigo pretende ser uma ajuda para todos aqueles que estão quase a fazer as malas e a partir para mais uma aventura merecida, após um ano de trabalho.

Para a mala de viagem estar completa, não podem faltar os medicamentos pois, nunca se sabe o que pode acontecer, e esta medida pode prevenir muitos dissabores, que poderiam estragar esses dias tão esperados. Nalguns países, as farmácias são escassas, os medicamentos são outros e os cuidados básicos de saúde quase não existem, por isso, mais vale prevenir.

Vamos então às "listas da saúde" a transportar na mala de viagem.

 

Lista de Medicamentos:

- Analgésicos (para as dores) e antipiréticos (para a febre)

- Antigripal

- Gotas descongestionantes para o nariz (também vão dar jeito se a viagem for de avião)

- Medicamento para a diarreia

- Medicamento para a prisão de ventre

- Normalizador da flora intestinal

- Sais de re-hidratação oral

- Anti-histamínico (para as alergias)

- Pomada com antibiótico

- Pomada anti-fúngica

- Antiácidos (para a azia e indigestão)

- Antiespasmódico (para dor e desconforto abdominal)

- Comprimidos para o enjoo

- Antibiótico de largo espectro (pedir receita e aconselhar-se com o médico).

 

Outros:

- Repelente de insectos

- Protetor solar

- Pensos rápidos

- Solução desinfetante (pode ser em toalhetes)

- Ligadura elástica autoaderente

- Tampões para os ouvidos

- Preservativos

 

Além destas listas, deverão sempre incluir toda a medicação crónica para o período da viagem, seja ela de uma semana, um mês ou seis meses, pois os medicamentos diferem de país para país e o acesso aos mesmos também não é sempre o mesmo. Devem levar fotocópias das receitas médicas e/ou comprovativos médicos de todos os tratamentos que estão a fazer (com o nome completo do utente, nome genérico do medicamento, dosagens, preferencialmente escrito em inglês). Isto é uma regra crucial em muitos países, onde a entrada com alguns medicamentos pode ser dificultada.

 

Se necessita de transportar medicamentos injetáveis, como no caso de pessoas com diabetes que aplicam insulina, acondicione as agulhas em embalagens lacradas que deverão ser apresentadas à segurança do embarque juntamente com a receita, já que não são permitidos objetos perfuro-cortantes a bordo.

Não se esqueça que, na bagagem de mão (se a viagem for de avião) para transportar líquidos, o limite da embalagem é 100 ml.

Se utiliza algum medicamento que precisa ser conservado no frigorífico, deve solicitar previamente o apoio da companhia de aviação, já que não é permitido entrar no avião com gelo.

 

Muito importante também é verificarem quais as vacinas obrigatórias e as aconselhadas para cada país. Neste campo, acho importante e aconselho sempre uma ida à consulta do viajante. Paga-se, mas vem-se de lá com a certeza que se fez tudo certinho para partir em segurança.

 

Se fizer férias próximo de casa, o principal mesmo é não se esquecer dos cuidados a ter  com o sol e com as altas temperaturas. Aqui ficam algumas dicas importantes para este verão:

- Aumentar a ingestão de água. A hidratação é um cuidado básico durante todo o ano, mas com altas temperaturas, não pode mesmo ser esquecido.

- Nos períodos de maior calor, procurar permanecer em ambientes frescos e evitar atividades que envolvam maior esforço físico.

- Evitar a exposição direta ao sol entre as 11 e as 17 horas.

- Fora de casa, utilizar roupa que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas, óculos com proteção contra radiação UVA e UVB e protetor solar com SPF igual ou superior a 30. Em praias e piscinas, renovar a aplicação de protetor solar de 2 em 2 horas e após os banhos.

Lembre-se que o sol brilha em todos os lugares, não apenas na praia. Proteja-se!

 

Boas férias e boas viagens! 

 

image_2017-04-13_11-07-42.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:06

Farmácias Holon organizam Caminhada Solidária

por dicasdefarmaceutica, em 22.05.17

image_2017-05-18_10-25-42.png

 

As farmácias Reis, Nuno Álvares, Central, Cerqueira e Holon Pragal organizam a “4ª Caminhada Solidária Pela Saúde e Pela Cultura”. A iniciativa tem como objetivo promover um estilo de vida saudável e apoiar a Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos da Freguesia de Cacilhas (ARPIFC).

 

A caminhada realiza-se no dia 27 de maio e trata-se de uma organização conjunta da ARPIFC, Bombeiros Voluntários de Cacilhas, Escola Secundária Cacilhas-Tejo, Farmácia Reis, Farmácia Central, Farmácia Nuno Álvares, Farmácia Holon Pragal, Farmácia Cerqueira e “O Farol”.

Conta ainda com o apoio da Câmara Municipal de Almada, do Museu da Cidade de Almada, da União de Freguesias de Almada, Cova da Piedade, Pragal e Cacilhas.

 

Garanto-vos que o passeio vale a pena. Além dos benefícios que uma caminhada faz para a saúde (física e mental), conhecer Cacilhas e o seu passeio ribeirinho, com uma vista priveligiada para a cidade de Lisboa, é obrigatório. É sem dúvida um dos meus passeios favoritos.

 

Não faltem! Tragam a família e amigos! O encontro é às 9 horas no Largo de Cacilhas e a chegada é ao Museu da Cidade, com visita gratuita.

 

 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:39

image_2017-05-17_18-00-47.jpeg

 

Hoje assinala-se o Dia Mundial da Hipertensão (DMH) e a Covilhã foi a cidade eleita para acolher as atividades comemorativas deste dia. Foram muitos os que passaram nesta bonita cidade para conhecerem os valores da sua Pressão Arterial.

O DMH é uma iniciativa da World Hypertension League, à qual a Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) se associa e tem como objectivo alertar a população para a hipertensão, doença silenciosa que afeta 42% de portugueses.

 

image_2017-05-17_17-59-34.png

 

Neste dia, a SPH pretende sensibilizar a população para a necessidade de conhecer os valores da pressão arterial, aliando-se assim à campanha mundial cujo lema é: “Conheça os seus valores. Controle a sua pressão arterial”.

 

“O objetivo da SPH é reduzir a taxa de mortalidade. Para além da medição da pressão arterial que é essencial para controlar a doença, percebemos que muitos doentes não cumprem a toma da medicação diariamente ou abandonam o tratamento principalmente por dois motivos: primeiro porque a determinada altura acham que estão controlados e não precisam de continuar a terapêutica e depois porque lhes são receitados vários medicamentos, quando há soluções hoje em dia num só comprimido. Assim, este ano queremos reforçar a importância de cumprir a medicação prescrita e de não a abandonar sem consultar o médico”, refere o presidente da SPH, Dr. Carvalho Rodrigues.

 

Sabe-se hoje que 57% dos doentes hipertensos não tem a sua hipertensão controlada, o que é um número assustador. É urgente tomar medidas em "todas as frentes" para inverter estes números.

E já sabem, "puxando a brasa à minha sardinha", o seu farmacêutico pode dar-lhe uma ajuda preciosa no controle desta doença. Como? Não só fazendo as medições da Pressão Arterial e o registo das mesmas, como "gerindo" a sua medicação; pode ainda dar-lhe conselhos de estilos de vida saudáveis e encaminhá-lo para o médico, sempre que se justifique.

 

Aqui ficam 5 dicas:

- Conheça os valores da sua Pressão Arterial, medindo-a regularmente!

- Tome toda a medicação prescrita pelo médico, sem interrupções!

- Reduza o consumo de sal!

- Faça exercício físico!

- Peça ajuda ao seu farmacêutico para controlar a sua Pressão Arterial!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12

"Vencer a Asma antes que a Asma o vença a si"

por dicasdefarmaceutica, em 02.05.17

image_2017-05-02_15-01-19.jpeg

 

A asma é uma doença crónica, que provoca inflamação das vias aéreas dos pulmões, causando pieira, dispneia e tosse. Esta doença afeta pessoas de todas as idades, mas normalmente manifesta-se na infância. Existem 300 milhões de pessoas no mundo com asma e cerca de 1 milhão em Portugal.

Assinala-se hoje o Dia Mundial da Asma e o tema da campanha deste ano é "Vencer a Asma antes que a Asma o vença a si" (ver AQUI).

 

Apesar de ter uma taxa de mortalidade muito baixa, a asma tem uma taxa de internamento elevadíssima e isto acontece porque a grande maioria dos doentes não tem a asma controlada ou, muitas vezes, nem está diagnosticada. 

Quando não tratada, a asma pode colocar a vida dos doentes em risco. Por se tratar de uma doença crónica, o tratamento é sempre prolongado e os doentes, quando controlados, conseguem prevenir os sintomas e ter qualidade de vida. Isso só é possível se os tratamentos aconselhados pelo médico forem convenientemente feitos, seja a medicação preventiva, seja aquela que é feita durante as crises. 


Tratamento da Asma:

Tratamento Preventivo: são medicamentos que devem ser tomados pelos doentes mesmo quando se sentem bem, de acordo com as indicações do médico. Só assim conseguem passar sem sintomas.

Os corticoides inalados são os medicamentos mais eficazes na prevenção das crises de asma. Podem e devem por vezes associar-se a outros medicamentos, como os broncodilatadores beta-agonistas de longa duração, os antileucotrienos e nalguns casos os anti-histamínicos. 

Tratamento durante as crises: para um alívio rápido e eficaz dos sintomas, as recomendações recaem, normalmente, na utilização dos beta-agonistas de curta duração.

Se não melhorar, o doente deve dirigir-se ao centro de saúde ou ao hospital da área de residência.


Seja no tratamento preventivo ou naquele que só faz nas crises, o mais importante é seguir sempre as instruções do médico. 

 

No que se refere a esta doença, os farmacêuticos têm dado muita ajuda no acompanhamento dos doentes e tem sido feito um grande esforço na formação destes profissionais, nesta área. O farmacêutico deve ensinar o doente a melhor forma de controlar a sua asma. Como é que isso poderá ser feito?

- Cumprindo o tratamento diário, respeitando as doses e as frequências recomendadas. A utilização correta dos medicamentos preventivos é o primeiro passo para ter a asma controlada.

- Usando corretamente os inaladores. Uma técnica incorreta leva a que o medicamento se deposite na boca ou na garganta, não atingindo os brônquios e não tendo, por isso, o efeito pretendido. Isto é particularmente importante nas crianças, tendo que haver sempre a adaptação dos inaladores à idade das crianças.

- Conhecendo e evitando os fatores que provocam as suas crises.

- Recorrendo à consulta médica sempre que sentir que a sua asma não está controlada.

 

Lembre-se que controlar a Asma é possível. O lema é "vencer a Asma antes que a Asma o vença a si!"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:09

"Suplementos milagrosos" de Cálcio

por dicasdefarmaceutica, em 27.03.17

image_2017-03-27_11-46-14.jpeg

No último post falei dos suplementos de vitaminas, mas ontem deparei-me com uma senhora muito irritada porque já anda há algum tempo (há mais de um ano) a tomar um suplemento milagroso de Cálcio e agora o médico zangou-se com ela, pois além de não estar melhor relativamente aos "valores da osteoporose", está com "pedra nos rins", provavelmente agravada pelo dito suplemento.

 

Afinal, parece que não só as vitaminas que podem ser "tóxicas", o Cálcio também deve ser tomado só quando é necessário e de acordo com aconselhamento médico.

 

A publicidade de alguns suplementos de Cálcio "milagrosos" não tem qualquer base científica, não estando demonstrado que o uso destes suplementos  possa diminuir as fraturas ósseas e ajude a reforçar as articulações.

O suplemento de Cálcio deve ser tomado apenas em determinadas situações como na gravidez, nalguns casos de osteoporose, em casos que se verifique a não ingestão de produtos ricos em Cálcio e noutros, que devem ser analisados pelo médico. A dose de suplemento deve ser sempre adequada à idade e à condição para a qual é aconselhado.

 

O uso prolongado de suplementos de Cálcio, além de poder provocar cálculos renais, pode ainda ter algum risco cardiovascular, por isso deve ser tomado com precaução.

 

Lembre-se que a grande maioria das pessoas não necessita deste suplemento! Basta ter uma alimentação equilibrada e rica em produtos com Cálcio. Aqui ficam algumas dicas de alimentos ricos em Cálcio:

- Leite e derivados

- Amêndoas

- Tofu

- Vegetais (bróculos, espinafres, agrião, couve

- Ovos

- Feijão branco

- Sardinhas

- Aveia

- Linhaça

- Açai

Existem muitos outros, por isso, alternativas não faltam.

 

De qualquer modo, engana-se quem pensa que basta consumir a quantidade diária recomendada de Cálcio para ter uns ossos saudáveís. Para que este mineral seja bem utilizado pelo organismo, também é preciso garantir o fornecimento apropriado de vitamina D, tendo em vista que é ela a substância responsável pela entrada do Cálcio na corrente sanguínea e permitir a sua absorção. 

O assunto da vitamina D já foi abordado aqui no blog, dê uma espreitadela aos posts:

Défice de vitamina D num país de sol? - Parte I

Défice de vitamina D num país de sol? - Parte II

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:16

Suplementos de Vitaminas: só quando é preciso

por dicasdefarmaceutica, em 24.03.17

image_2017-03-24_16-37-02.jpeg

  

As vitaminas são essenciais para sobrevivermos e fundamentais para mantermos o nosso bem-estar e a nossa saúde, mas os suplementos vitamínicos são quase sempre desnecessários porque os alimentos naturais, numa alimentação equilibrada, fornecem as quantidades de vitaminas que o organismo precisa.

 

Caros colegas, não quero de todo estragar o negócio das vitaminas, mas como com todos os suplementos, é preciso saber aconselhar. O problema é quando são compradas em qualquer sítio e sem qualquer aconselhamento. E aqui fica a primeira dica: se quer comprar suplementos de vitaminas, aconselhe-se com o médico, com o farmacêutico ou com outro profissional de saúde que saiba a sua história clínica e que perceba do assunto (nutricionista, enfermeiro, etc...). Não tome as vitaminas do seu "vizinho"!

 

Sabe que as vitaminas em excesso podem ser tóxicas? Chama-se hipervitaminose quando as vitaminas se acumulam no organismo e não são eliminadas. Isto acontece sobretudo com as chamadas vitaminas lipossolúveis (solúveis em gordura), nomeadamente as vitaminas A, D, E e K. Normalmente, o excesso de vitaminas hidrossolúveis (solúveis em água) é eliminado pela urina, como é o caso das vitaminas B ou C .

 

Assim, além da qualidade das vitaminas (A, B, C...) existentes nos suplementos, é muito importante ter atenção às quantidades. Segunda dica: os suplementos vitamínicos não são para tomar para toda a vida; quando necessários, normalmente devem ser tomados durante um período limitado, sempre de acordo com as necessidades de cada um.

 

Existem vários sinais e sintomas associados à toma exagerada de suplementos vitamínicos, quando essa toxicidade de que falei existe. Esses sinais variam muito de pessoa para pessoa e podem ir desde náuseas, cefaleias, quedas de cabelo e em casos mais graves, hemorragias (excesso de vitamina E) ou mesmo excesso de cálcio no sangue (excesso de vitamina D). Algumas pessoas, até com a vitamina C, que é mais facilmente eliminada, têm alguns transtornos intestinais.

 

Assim, e para finalizar, aqui fica a terceira dica: sempre que possível, substitua as cápsulas de vitaminas por uma dieta equilibrada!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:20

As suas rugas vão gostar...

por dicasdefarmaceutica, em 14.03.17

image_2017-03-13_14-20-32.jpeg

 

Não há milagres e é mesmo verdade, a partir dos 50 anos, a pele fica mais fina, mais baça, com rugas e o que se nota mesmo mais, é a perda de elasticidade...tudo parece ficar "pendurado".

O que se passa é que, quando envelhecemos, as substâncias que mantêm a nossa pele suave e preenchida diminuem, o que faz com que a estrutura da pele perca a sua aparência lisa e firme.

 

Existem alguns produtos no mercado que podem dar uma ajudinha nesta fase difícil da pele, trabalhando em conjunto para combater a perda de elasticidade, a flacidez, as rugas e aquela cor sem brilho.

 

Conhecem a marca Eucerin à venda na maior parte das farmácias e parafarmácias? Talvez seja mais conhecida pelos excelentes produtos para o corpo, muitas vezes recomendados por dermatologistas, mas a marca tem também várias gamas de rosto, para os diferentes tipos de pele e patologias.

 

A Eucerin lançou agora  a linha Eucerin® Elasticity + Filler para pele madura. Os ingredientes que compõem esta gama, fortalecem a estrutura da pele, melhorando a elasticidade e preenchendo as rugas mais profundas.

A gama oferece três produtos diferentes:

- Eucerin® Elasticity + Filler Creme de Dia

- Eucerin® Elasticity + Filler Creme de Noite

- Eucerin® Elasticity + Filler Óleo de Rosto

image_2017-03-13_17-36-17.jpeg

 

Agora, algo mais técnico: porque é que estes produtos funcionam?

 

Eucerin® Elasticity + Filler Creme de Dia e Creme de Noite

Estes dois cremes combinam ingredientes poderosos no combate às rugas. Têm na sua composição Arctiina, que acelera o processo de renovação de colagénio nas células da pele e Silimarina, que protege o colagénio e a elastina do stress oxidativo. A Silimarina também activa o sistema de microcirculação da pele ao nível celular. Contêm ainda o conhecido Ácido Hilalurónico, que preenche as rugas mais profundas

O creme de dia tem FPS 15 e funciona muito bem como uma excelente base de maquilhagem.

 

- Eucerin® Elasticity + Filler Óleo de Rosto

Contém Óleo de Argão, Óleo Cardo-Marino e Vitamina E, os ingredientes perfeitos para deixar a sua pele macia e bem cuidada para receber os outros cremes (de dia ou de noite). Quem já utilizou um óleo deste género antes de qualquer tratamento, sabe que a pele fica realmente diferente.

 

Se sente que a sua pele está a ficar diferente, com rugas e sem brilho e nunca ligou a cremes, limpezas e afins, está na hora de começar a mimá-la. Porque não experimentar esta gama da Eucerin? Tem uma excelente relação preço/qualidade.

Convém salientar que estes produtos não têm parabenos e são não comedogénicos.

 

Não se esqueça que antes dos cremes, vem a limpeza da pele e, já agora, continue a beber muita água, pois a sua pele também agradece!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:16

"Dia Internacional da Mulher"

por dicasdefarmaceutica, em 08.03.17

 

image_2017-03-08_09-14-50.jpeg

 

Todas as mulheres que têm um blog, falam deste tema neste dia e eu não quis se exceção.

"Dia Internacional da Mulher", porquê a 8 de março? Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica em Nova Iorque entraram em greve, ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia, para 10 horas. Estas operárias que, nas suas 16 horas, recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como “Dia Internacional da Mulher”.

 

A mais antiga referência à presença das mulheres na profissão farmacêutica, remonta à Idade Média, a Maria Nunes, boticária em Lamego no séc. XIV.

Mais tarde, nos séculos XV e XVI surgem igualmente referências a boticárias que manipulavam medicamentos para senhoras da alta nobreza: “A Rainha D. Joana (1462-1530) mulher de D. Afonso V, tinha ao seu serviço como boticária, Isabel de Sequeira. Também D.Brites, mãe de D. Manuel, duque de Beja e futuro rei de Portugal, tinha como sua boticária Isabel Lopes, cuja botica era tão bem equipada com material farmacêutico que após a morte de D. Brites a botica e a boticária foram transferidas para o Hospital de Beja."

Ao longo dos séculos, várias mulheres se afirmaram como "boticárias" em Portugal. Em 1947, Maria Serpa dos Santos, natural do sítio do Mirante, freguesia da Conceição, concelho da Horta (Açores), foi a primeira mulher a doutorar-se em farmácia em Portugal. Foi professora e investigadora da faculdade de farmácia de Coimbra.

 

As mulheres farmacêuticas não pararam mais e, na atualidade, 80 por cento dos farmacêuticos inscritos na Ordem, são mulheres.

Não vou referir nomes, mas são muitas as mulheres a ocupar lugares de topo nas empresas farmacêuticas e a "dar a cara" em organizações internacionais, representando o que melhor se faz em Portugal e no Mundo, no sector farmacêutico.

 

Não gosto particularmente destes dias "temáticos", mas dadas as disparidades ainda existentes neste mundo do século XXI entre homens e mulheres, ainda faz todo o sentido, continuarmos a refletir sobre este assunto.

 

Homens e Mulheres são diferentes e a neurociência mostra isso mesmo: existem diferenças anatómicas e funcionais assinaláveis nos cérebros masculino e feminino. Os homens parecem usar mais o hemisfério esquerdo para pensar e comunicar os seus pensamentos, orientando o seu discurso de forma mais linear. As mulheres parecem usar mais áreas dos dois hemisférios quando comunicam, prefigurando uma utilização mais rica da informação armazenada. Segundo o Dr George Keeler "os homens falam a linguagem das partículas, as mulheres a linguagem das ondas". 

Por isto mesmo, não somos melhores nem piores do que os homens, somos diferentes e essa diferença complementa-se nas várias profissões e na vida. 

As oportunidades, assim como os reconhecimentos e as renumerações, deveriam ser iguais para todos.

 

Um bom "Dia da Mulher" para todos os farmacêuticos (Mulheres e Homens) deste país! 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:14

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog