Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Turismo acessível para todos

por dicasdefarmaceutica, em 21.03.17

image_2017-03-21_13-53-26.jpeg

Quem gosta de viajar, já pensou de certeza nos milhões de pessoas que, devido às suas necessidades específicas, nomeadamente os deficientes e os mais idosos, não podem deslocar-se por falta de condições e informação.

É a pensar nestas pessoas que está a ser desenvolvida a primeira plataforma ibérica na área do turismo acessível: a TUR4all. Esta plataforma, que já está a funcionar em Espanha, vai facilitar o planeamento das viagens em Portugal e Espanha destas pessoas com necessidades específicas.

 

A TUR4all disponibiliza informação objetiva e atualizada sobre todas as condições de acessibilidade de hotéis, monumentos, museus, transportes, restaurantes com menus em braille, entre outras.

 

Quando viajamos pelo mundo, vemos muitos locais onde é fácil perceber que a acessibilidade é uma preocupação e que qualquer pessoa poderá desfrutar do local. Cidades como Barcelona, Estocolmo ou mesmo Londres, pelas suas condições de acessibilidade, captam turistas de todas as taxas etárias e também aqueles com dificuldades motoras ou visuais, pois sabem que quase todos os monumentos, transportes, hotéis e restaurantes, estão preparados para eles.

Sabiam que é muito fácil um deficiente motor movimentar-se em Las Vegas e que até existem viagens preparadas para que possam aventurar-se até ao Machu Picchu? 

 

Pois é, o nosso país, com a quantidade de turistas e com a quantidade de locais que tem para mostrar, tem que se preocupar mais com as pessoas que são, por uma razão ou por outra, "diferentes". Por acaso, no mês passado, deparei-me com um problema: queria levar uma pessoa deficiente a uma casa de fados, daquelas mais conhecidas, e nenhuma delas tinha acesso facilitado. Acham normal? Acabei por ir, mas rezando para que não lhe desse vontade de ir à casa de banho, pois seria impossível descer aquela escada...

 

A TUR4all está a ser desenvolvida numa ação conjunta entre a Accessible Portugal, a Fundação Vodafone Portugal e o Turismo de Portugal com o apoio da ENAT - European Network for Accessible Tourism, em colaboração com a PREDIF em Espanha, apoiada pela Fundação Vodafone Espanha.

 

A TUR4all vai estar disponível em várias línguas a partir de setembro, em website e aplicação móvel. Esta aplicação não vai tornar Portugal mais acessível, mas vai informar os locais que têm essa preocupação. Todos ficaremos a ganhar...

 

Fica já prometido para próximo, um post com algumas das aplicações deste género espalhadas pelo mundo.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:46

App "My Nurse"

por dicasdefarmaceutica, em 01.02.17

image_2017-02-01_18-39-39.png

Que tal ter um técnico de saúde disponível para ir a sua casa? O enfermeiro para ir dar uma injeção, o fisioterapeuta para fazer um tratamento ou mesmo um auxiliar de ação médica para fazer a higiene diária? O domicílio na saúde não é novidade, mas a facilidade e comodidade para obter esse serviço é que é algo diferente do que estamos habituados.

 

Se existem aplicações úteis, esta é de certeza uma delas. Acho que toda a gente já pensou em como seria tão mais fácil que fosse o enfermeiro ou o fisioterapeuta a ir a casa, evitando filas de espera no centro de saúde ou no hospital. Quando a pessoa está mais debilitada, as deslocações são muitas vezes dolorosas e também dispendiosas.

 

A plataforma "My Nurse" é única no mundo e através dela, os utilizadores podem, de uma forma muito fácil, solicitar serviços de cuidados de saúde ao domicílio. Em casa, no escritório ou onde for necessário, os profissionais da "My Nurse" deslocam-se para cuidar da sua saúde.

 

Na plataforma, o utilizador inscrito coloca a disponibilidade, isto é, a hora pretendida, o serviço pretendido e, automaticamente, aparecem os prestadores disponíveis na zona, com currículo e comentários visíveis. É muito fácil e cómodo.

 

Os serviços disponíveis na plataforma são:

image_2017-02-01_19-11-09.jpeg

O acesso a esta plataforma é muito simples: pode inscrever-se diretamente no site da My Nurse ou telefonar para o número +351 911 161 106.

Mais uma App de grande utilidade para instalar no seu tablet ou no seu smartphone.

image_2017-02-01_19-15-24.png

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:59

"Conheça a sua pulsação. Pode salvar a sua vida!"

por dicasdefarmaceutica, em 29.11.16

image_2016-11-29_19-42-41.jpeg

 

Entre 28 de novembro e 3 de dezembro, as Farmácias Holon associam-se à campanha europeia “Conheça a sua pulsação. Pode salvar a sua vida!”, com o objetivo de sensibilizar a população para a Fibrilhação Auricular, promovendo uma avaliação gratuita nas suas farmácias.

 

A Fibrilhação Auricular é a forma mais comum de arritmia (uma anomalia do ritmo cardíaco) e afeta 4 em cada 100 pessoas com mais de 65 anos de idade. Estima-se que em Portugal existam cerca de 122 mil pessoas com esta condição.

 

A medição da pulsação é um bom indicador da saúde do nosso coração. Esta medida simples poderá ajudar a detetar batimentos cardíacos irregulares, prevenindo doenças graves como o AVC (Acidente Vascular Cerebral).

 

Nesta campanha, os farmacêuticos de algumas farmácias Holon vão, de uma forma gratuita, medir a pulsação dos seus utentes, encaminhando para consulta médica aqueles a quem for detetada alguma anomalia.

 

Fatores de risco que podem provocar ou facilitar a progressão da fibrilhação auricular:
- Idade;
- Hipertensão arterial;
- Disfunção tiroideia sintomática;
- Obesidade;
- Diabetes mellitus;
- Doença pulmonar obstrutiva crónica e síndroma de apneia do sono;
- Doença renal crónica;
- Insuficiência cardíaca sintomática;
- Doença valvular cardíaca;
- Doenças das artérias coronárias;

 

Deixo-vos aqui o nome de algumas farmácias Holon onde está a decorrer esta campanha:

- Farmácia Luciano e Matos (Coimbra)

- Farmácia Ferreira Pinto (Portalegre)

- Farmácia Diamantino (Fundão)

- Farmácia Pedroso (Covilhã)

- Farmácia Nova da Barosa (Leiria)

- Farmácia Holon Covilhã 

- Farmácia Holon Oeiras

- Farmácia Fonseca (Amora, Seixal)

- Farmácia Holon Barreiro

- Farmácia Paula Santos (Silves)

- Farmácia Nuno Álvares (Almada)

- Farmácia Holon Santo António dos Cavaleiros

- Farmácia Holon Albufeira

 

Também nas outras farmácias do país, o seu farmacêutico pode ajudá-lo sempre a fazer a medição da pulsação. Lembre-se de lhe pedir, pois mesmo que tenha que pagar, o valor nunca é muito alto e este controle pode salvar-lhe a vida!

 

Só mais uma dica: tenho uma App fantástica no telemóvel para medir a pulsação. Chama-se "Instant Heart Rate" (Monitor de frequência cardíaca) e é muito fácil de utilizar: basta colocar a ponta do dedo indicador na câmara do telefone e em dois segundos, a frequência cardíaca é exibida no écran. Um gráfico em tempo real mostra o coração a bater ritmo a ritmo.

 

image_2016-11-29_21-43-05.jpeg

 

Comece já hoje a avaliar a saúde do seu coração!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42

App ajuda doentes com asma e rinite alérgica

por dicasdefarmaceutica, em 29.11.16

image_2016-11-24_10-17-22.jpeg

 

"Diário da Alergia" é o nome da uma aplicação que pode ajudar quem sofre de rinite alérgica ou asma a controlar a doença.

Trata-se de uma aplicação simples de utilizar, onde pode monitorizar os sintomas diários da rinite, da conjuntivite alérgica e da asma. Pode ainda fazer o registo da toma de medicamentos.

Os  registos são apresentados na forma de uma escala, permitindo ao doente analisar melhor a evolução do tratamento.

 

image_2016-11-24_10-29-27.jpeg

 

Estas aplicações ajudam o doente a controlar melhor a sua doença e ajudam também o médico assistente na interpretação dos sintomas e evolução dos resultados da terapêutica instituída.

Controlar doenças como a asma e a rinite alérgica não é tarefa fácil pois, muitas vezes, os sintomas confundem-se com outras patologias e o tratamento iniciado não é o mais eficaz. Além disso, a eficácia do tratamento depende muito da utilização de dispositivos, nem sempre bem utilizados. Neste campo, peça ajuda ao seu farmacêutico!

 

Estas aplicações e estes "diários" são sempre uma preciosa ajuda. 

O download da aplicação é gratuito e está disponível em Google Play e Apple Store

 

image_2016-11-24_10-42-24.png

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:08

image.jpeg 

Foi já há um ano que falei AQUI da App "Poupe na Receita". 

Após alguns ajustes, parece que esta App gratuita está já a funcionar em pleno.

O Infarmed fez agora uma atualização da mesma e são já muitas as pessoas a utilizá-la.

 

"A aplicação Poupe na Receita é uma aplicação mobile gratuita que permite aos utentes aceder aos preços dos medicamentos de modo a facilitar a identificação das opções mais baratas.

Permite também visualizar o folheto informativo do medicamento, consultar as novidades e alertas sobre medicamentos e produtos de saúde, localizar farmácias na proximidade do utilizador e criar um plano de tomas de medicamentos com um sistema de alertas.

Para além destas funcionalidades, esta aplicação oferece a possibilidade de ler códigos de barras nas receitas médicas (medicamentos e substâncias ativas) ou nas embalagens dos medicamentos, para aceder no imediato à informação."

 

Num universo em que o smartphone deve ser o objeto que mais passeia nas nossas mãos, estas aplicações são uma ferramenta preciosa para uma gestão cuidada é responsável da medicação.

Com esta App e sempre com a ajuda do seu farmacêutico, vai ser mais fácil escolher o genérico que mais lhe convém, na farmácia que mais lhe agrada, podendo ainda aceder de forma rápida a toda a informação sobre os medicamentos que lhe foram receitados.

 

Com as receitas eletrónicas a funcionar em pleno e com esta App, dispensamos as resmas de papel, muitas vezes em triplicado, e perdidos em qualquer canto da casa ou do carro.

 

Claro que, quem não tem smartphone ou mesmo quem não consegue ver as mensagens no telemóvel, continua a ter alternativa; deve informar o médico e a "papelada" com os códigos respetivos será entregue em mão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:34

Jogo on-line para ajudar a investigação do Alzheimer

por dicasdefarmaceutica, em 08.05.16

image.jpeg

 

A demência destrói memórias e por isso deixamos de poder partilhá-las com os nossos entes queridos. É por isso que a Deutsche Telekom, em parceria com a Alzheimer’s Research UK, a University College London e a University of East Anglia, criou um jogo para ajudar a ciência a tentar encontrar uma cura para a demência.

Chama-se "Sea Hero Quest" e é um jogo de orientação espacial. Enquanto joga, o seu jogo fica registado anonimamente numa base de dados.

 

image.png

 

Um dos primeiros sintomas da doença de Alzheimer é a perda do sentido de orientação. Até agora, tem sido difícil responder à pergunta: porque é que a pessoa se perde? Será devido à doença ou ao próprio processo de envelhecimento?

Com o objetivo de criar a maior base de dados a nível mundial sobre orientação espacial, este jogo pode ajudar a ciência a desenvolver a cura desta doença e todos podemos ajudar.

 

image.jpeg

 

  

Este jogo está disponível para IOS e Android. Já o descarreguei em Português e é gratuito.

Faça a sua parte e ajude esta investigação! O objetivo é chegarem às 100.000 pessoas até ao final do ano, para terem uma base de dados significativa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:22

O perigo das Apps da Saúde

por dicasdefarmaceutica, em 14.03.16

image.jpeg

 

Já falei aqui várias vezes de Apps úteis na área da saúde, nomeadamente naquelas que lembram a hora de tomar a medicação, ou naquelas que lembram que está na hora de beber mais um copo de água, ou mesmo nas que ajudam ao não esquecimento da toma da pílula.

 

Quando a palavra-chave é "Prevenção" as Apps são muito úteis e ajudam todos, utentes e profissionais de saúde e bem-estar. 

Acho que posso mesmo afirmar que a grande maioria das Apps são inofensivas, visando sobretudo a motivação de quem as utiliza para hábitos de vida mais saudáveis.

 

O problema é que, das milhares de Apps da área da saúde (sim, são milhares...), algumas não têm qualquer controle e a segurança da informação é, muitas vezes, duvidosa.

Quando uma App promete ajuda num diagnóstico médico ou aconselha este ou aquele tratamento, o melhor é mesmo desconfiarmos e aconselharmo-nos com um profissional de saúde.

 

Enquanto que em Inglaterra e nos Estados Unidos existe regulação das Apps da Saúde, em Portugal e na grande maioria disse países europeus, isso ainda não existe e esta dita "medicina digital" não está fácil de parar.

 

É bom que existam Apps da Saúde, não sou de todo contra o seu uso mas, além de terem que ser reguladas, devem funcionar, sobretudo, como aliadas entre os vários profissionais de saúde e o utilizador da App.

 

Li hoje um artigo (ver AQUI) que referia que existem Apps que, após "analisarem" a tosse do utilizador, aconselham o xarope mais adequado. O que é isto? Vamos parar para pensar...um tratamento, mesmo de uma tosse, não pode ser "receitado" por uma App.

 

Já se fala de sensores que viajam no sangue e percorrem todos os recantos do corpo transmitindo para o smartphone alertas de cancro; outros controlam a exposição do organismo a radiações, poluição e pesticidas nos alimentos. Parece que estas são algumas das sofisticadas Apps que provavelmente vão estar acessíveis ao cidadão comum em 2025.

 

Por favor, senhores que "mandam" nesta área da saúde, Srs. ministros, Infarmed, arranjem com urgência métodos de regulação das Apps da saúde!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:29

Tatuagem na pele pode dar dados sobre a nossa saúde

por dicasdefarmaceutica, em 06.02.16

image.jpeg

 

Com umas novas tatuagens apelidadas de Tech Tags ("Tatuagens Tecnológicas) será possível verificarmos alguns dos nossos dados de saúde, em tempo real e no telemóvel. As Tech Tats prometem ser capazes de medir a temperatura do corpo, os níveis de hidratação e a frequência cardíaca, informação que pode ser descarregada via Bluetooth para uma aplicação do smartphone.

 

Eu que nem sequer gosto de tatuagens, tenho que concordar que isto poderá ser uma grande invenção. Com um microprocessador colado à pele, sensores térmicos e tinta condutora de eletricidade, a empresa texana Chaotic Moon promete esta novidade que, por enquanto, não passa de um protótipo.

 

Apesar de já existirem alguns dispositivos portáteis com as mesmas funções, estes são geralmente volumosos e limitativos. Estas tatuagens podem ser colocadas em qualquer parte do corpo e, para quem gosta, até podem ser um "enfeite" personalizado, mais útil do que os habituais.

 

E há mais: estas tatuagens também devem chegar ao sistema bancário, servindo como um substituto dos cartões de crédito. Eric Schneider, engenheiro da Chaotic Moon afirma: “Com as tech tats você pode carregar todas as suas informações na pele. Quando quiser dados do seu cartão e da sua carteira de identidade, basta pegá-los diretamente do sistema”.

 

A pele é o maior órgão do nosso corpo e parece que vamos começar a utilizá-la para muita coisa, para guardar nela os nossos maiores "segredos", bem longe dos olhares indiscretos ou, para quem preferir, à mostra de toda a gente...depende do local escolhido para fazer a dita Tech Tat.

 

image.jpeg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:13

image.jpeg

Até o Serviço Nacional de Saúde (SNS) já está on-line. Agora vai ser mais fácil, muita coisa vai ser resolvida através deste portal, diminuindo as filas de espera, os telefonemas difíceis e, sobretudo, acabaram as surpresas. Agora, ligamo-nos à internet e ficamos a saber previamente quanto tempo vamos esperar na urgência ou quantos dias são previstos até àquela consulta que vamos marcar. 

Desta forma, é-nos dada a hipótese de optar por aquele hospital que, mesmo sendo mais longe, está com um tempo médio na urgência mais baixo.

 

Esta é uma funcionalidade igualmente útil para médicos de família ou outros profissionais de saúde que, através do novo portal, poderão perceber para que hospital devem encaminhar os doentes.

 

O novo site está dividido em quatro grandes áreas estruturais:

1. SNS

Neste espaço encontra várias informações sobre os hospitais, os centros de saúde, as unidades de cuidados continuados, as farmácias, os medicamentos, as taxas moderadoras, etc...

 

2. Instituicional

Neste campo, pode encontrar documentos como o Plano Nacional de Saúde ou os programas prioritários da Direcção-Geral da Saúde.

 

3. Cidadão

Aqui, para todos os cidadãos, pode marcar consultas, renovar medicação ou simular se é possível ficar isento de taxas moderadoras. 

 

4. Profissional

Espaço dedicado aos profissionais de saúde, com muitas informações úteis, que podem consultar a qualquer hora.

 

Existem ainda dois campos a referenciar:

"Fim da opacidade"

Neste campo, o portal disponibiliza informação sobre tempos de espera para urgências, consultas e cirurgias nos vários hospitais do SNS. É muito fácil e prático de utilizar.

image.png

 "Transparência

Neste campo, é possível consultar indicadores variados, como a despesa com medicamentos, as chamadas atendidas pela Linha Saúde 24, o número de mamografias já realizadas em 2016 ou quantas vacinas um determinado centro de saúde já administrou. As informações podem ser georreferenciadas e comparada a prestação entre várias zonas. Ao todo são mais de 180 variáveis a explorar, organizadas em 53 grupos de dados.

image.png

A saúde tem que ser assim, transparente e cada vez mais perto dos doentes. Ainda muito tem que ser feito para a melhoria desta acessibilidade à saúde pública, mas esta medida é, sem dúvida nenhuma, um grande avanço ao serviço dos cidadãos.

Consulte AQUI o portal, informe-se e experimente, para quando precisar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 21:36

Enfarte entre os mais jovens

por dicasdefarmaceutica, em 27.01.16

image.jpeg

Quando falamos de enfarte agudo do miocárdio, associamos sempre a doença a pessoas mais velhas, mas esta atinge cada vez gente mais nova, muitas vezes na faixa dos 30 ou 40 anos.

 

São vários os factores que podem levar à doença mas, segundo os especialistas, o tabagismo, o stress e os maus hábitos alimentares, estão no topo da lista quando falamos em enfarte nas camadas mais jovens.

 

Só para rever, e porque nunca é demais lembrar, os principais factores de risco do enfarte agudo do miocárdio são:

- Tabagismo

- Hipertensão arterial

- Colesterol elevado

- Sedentarismo

- Obesidade

- Diabetes

- Stress

- História familiar

Quando se juntam dois ou mais factores, as probabilidade de vir a sofrer da doença, aumentam.

 

É importante também referir que, nos últimos anos, o melhoramento dos tratamentos, diminuiu a taxa de mortalidade.

Ter um enfarte aos 30 ou 40 anos tem sempre um impacto muito significativo a nível psicológico e físico, que se vai reflectir durante toda a vida, por isso, o melhor mesmo é prevenir. Além da mudança de hábitos, a visita regular ao médico também deve estar na lista de prioridades, para prevenir o enfarte do miocárdio.

 

Pense nesta notícia e comece já hoje a tratar do seu coração!

 

Como as App's estão na moda, fique com esta sugestão, apoiada pela Sociedade Portuguesa de Cardiologia:

"Prevenir é o melhor remédio" - "um jogo sobre medicina preventiva que lhe irá proporcionar conhecimentos que, se forem aplicados nas suas escolhas diárias, o farão viver de forma mais ativa, sentindo-se melhor e com mais saúde."
"Este jogo ajudá-lo-á, por exemplo, a evitar a fadiga crónica, a obesidade, os hábitos tabágicos, a falta de confiança, conduzindo-o a uma vida mais saudável, mais enérgica e estimulante."

Divirta-se!

image.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Outubro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog