Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Pessoas felizes adoecem menos

por dicasdefarmaceutica, em 20.03.17

image_2017-03-20_09-34-14.jpeg

 

Escolhi esta imagem porque a felicidade desta vendedora de fruta está estampada naquele sorriso. Deve ter muita saúde...

 

Cuidar das emoções é essencial para cuidar da nossa saúde, atrevo-me mesmo a dizer que é quase tão importante como os tais três pilares que estou sempre a falar: alimentação, exercício físico e sono.

 

Emoções "más", como o medo, a tristeza, a raiva, a frustração, a inveja e outras, quando vividas muitas vezes, funcionam como tóxicas para o nosso organismo e vão torná-lo doente. 

Não são só as doenças como a ansiedade ou a depressão que são provocadas por estas emoções "más"; elas também podem potenciar outras doenças, como ataques cardíacos, acidentes vasculares, úlceras de estômago, alterações glandulares, cancro e muitas outras. 

Além disso, quando o nosso pensamento só se centra em coisas más, a recuperação das doenças é muito mais complicada e as emoções condicionam a cura de muitas delas. Está provado que o sistema nervoso e o sistema endócrino estão envolvidos "de mãos dadas" nas respostas imunológicas do organismo e, por isso mesmo, na cura de muitas doenças.

 

A neurociência já disse: "Pessoas felizes adoecem menos!" Quando as nossas emoções são positivas, deixamos de nos desgastar e achar que tudo de mau nos acontece e que o mundo é verdadeiramente hostil. Pessoas felizes, não só adoecem menos, como, quando estão doentes, têm uma recuperação muito mais rápida. Isto é evidente em muitas doenças e o cancro é uma delas.

Quanto mais grave for a situação, mais importante é o positivismo e a esperança na cura; toda a nossa energia deve estar centralizada na cura e não na doença.

 

De certeza que estão a pensar que hoje estou muito lamechas e isso não é muito habitual. Normalmente, falo de medicamentos, de ciência pura e muito pouco de emoções e energias, pois não é esta a minha área. Será que esta parte mais emocional não deveria ser a "área" de todos nós? Acredito mesmo que sim.

 

É tudo muito bonito, mas como é que temos só emoções boas e "deitamos fora" as más? Não sei bem, mas temos que fazer um esforço. Todos sabemos o que é felicidade, esperança, alegria, gratidão, dádiva, amor...é só pôr em prática. Tudo isto são emoções positivas e, por isso mesmo, curativas.

Quando estamos alegres, brincamos, rimos, produzimos hormonas da felicidade e sentimo-nos com mais saúde. Não é por acaso que às vezes, com uma simples conversa animada com um amigo, aquela dor que nos atormentou todo o dia, desaparece. Já sentiram isto?

A dádiva e a gratidão são dois sentimentos que também melhoram a nossa saúde e o nosso bem-estar e não podemos viver sem eles. As nossas emoções ficam "ao rubro" quando conseguimos dar algo importante a alguém, nem que seja um sorriso, pois não falo aqui de coisas materiais, apesar destas também nos fazerem felizes em muitas ocasiões. E a gratidão? Que importante que é sermos gratos por aquilo que temos, aqui sim, focamo-nos só nos pontos positivos e tentamos pôr os negativos "para trás das costas".

O Amor é a emoção mais importante da vida e quem ama, adoece menos. Adoece menos porque ama a vida, ama as coisas simples, ama a família, ama os amigos, ama a natureza, ama uma simples conversa ou simplesmente olhar para o mar ou para uma flor que nasceu ao acaso no jardim  ao pé de casa.

 

E quem não consegue ser feliz? O que pode fazer para adoecer menos? Tem mesmo que procurar rodear-se de pessoas positivas, refletir, conhecer pessoas novas e outras realidades. Dar e receber pode estar bem perto de nós, "na rua ao lado", é só procurar. Sair da zona de conforto e afastar as tais emoções "más" deve ser o foco.

 

Se está doente, todos estes conselhos ainda são mais importantes. Ame a vida, procure novas emoções, focalize-se na cura e peça ajuda! Não se "feche na sua concha"!

 

Além de todo este "blá-blá", existem algumas atividades que ajudam a "curar" emoções, como o yoga, a meditação ou mesmo uma aula animada de zumba no ginásio ou uma caminhada ao ar livre. O importante é fazer uma escolha baseada nos nossos gostos e naquilo que nos sentimos bem, rodeados de pessoas que nos fazem felizes.

 

Não se esqueçam: "Pessoas felizes adoecem menos! Sejam felizes!"

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:17

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog