Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




image_2017-06-28_18-21-53.png

 

Todos nós sabemos que existem umas pessoas mais gulosas do que outras. Há mesmo aqueles que dizem que não gostam de doces. Sabemos também que os doces fazem mal à saúde e a abstinência dos mesmos deverá ser uma regra transversal a todas as dietas.

Também é certo que comer doces é um hábito e, bastam uns dias para o nosso organismo se desabituar das gulodices diárias.

Os cientistas descobriram mais uma razão para esta diferença no que ao apetite por doces diz respeito.

 

Um grupo de investigadores dinamarqueses descobriu que existe uma hormona que parece controlar o desejo por açúcar. 

Esta hormona é segregada pelo fígado e é designada por FGF21 (factor de crescimento de fibroblastos). Ela pode transmitir ao cérebro informação para deixarmos de sentir a necessidade de ingerir açúcar. Os cientistas observaram que as pessoas mais gulosas apresentam níveis sanguíneos mais baixos desta hormona, comparando com as pessoas que não têm propensão para doces.

O estudo chegou à conclusão que as pessoas com variantes genéticas particulares na hormona, estão 20% mais predispostas para consumir doces do que as pessoas sem essas mutações.

Acredita-se que no futuro, poderá ser possível desenvolver medicamentos que controlem os níveis de FGF21.

Esta hormona já foi também associada à predisposição para o consumo de álcool, sendo o mecanismo semelhante ao do açúcar. 

 

Entretanto, enquanto não surgem estes medicamentos, convém reduzir o consumo de açúcares, porque o excesso de açúcar no organismo, além de levar ao excesso de peso, obesidade e diabetes tipo 2, é também responsável por muitas outras doenças.

Já que estou a falar deste assunto, existe um suplemento que também pode ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue. Trata-se do suplemento de Crómio, sobre o quel  já falei AQUI no blog.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:06

É difícil travar os vendedores de rua no Haiti

por dicasdefarmaceutica, em 27.06.17

image_2017-06-27_10-25-47.jpeg

 

Li recentemente um artigo na National Geografic e tenho que partilhar convosco. Fala dos vendedores de rua de medicamentos no Haiti, uma realidade que ninguém consegue travar. Já tinha ouvido falar disto, mas nunca tinha visto fotografias, e que fotografias!

Os fotógrafos Paolo Woods e Gabrielle Galimberti fizeram este trabalho fantástico com estes homens e mulheres a transportar verdadeiras "torres de medicamentos" de toda a espécie e de toda a qualidade.

Claro que esta é uma atividade ilegal, mas as leis raramente são aplicáveis neste país e o Ministério da Saúde Pública pouco pode fazer. Os vendedores de rua são a principal fonte de abastecimento de medicamentos para muitos habitantes do Haiti. 

Estes homens e mulheres vendem de tudo: medicamentos vindos da China, antibióticos "para todos os males", medicamentos falsificados, com o prazo de validade expirado, enfim, a inspeção do Infarmed não passa por aquelas zonas...

Apreciem bem as torres de medicamentos, feitas em pilhas unidas por tiras de borracha e os acessórios para a prática da modalidade! Não faltam as tesouras, para cortar os blisteres e vender à unidose, de forma a não haver desperdício. Será que há controle de temperatura e humidade?

Parece que vender não é a sua única prática; sabem de tudo e o "aconselhamento farmacêutico" também é a sua especialidade. Imaginem o perigo...

Deixo-vos com as fotografias, muito ilucidativas do que acabo de descrever. Parabéns aos fotógrafos! Parabéns à National Geografic por nos dar a conhecer esta realidade!

 

image_2017-06-27_10-41-06.jpeg

 

image_2017-06-27_10-41-07.jpeg

 

image_2017-06-27_10-41-08.jpeg

 

image_2017-06-27_10-41-10.jpeg

 

image_2017-06-27_10-41-12.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:43

Curiosidades na área da Saúde

por dicasdefarmaceutica, em 14.06.17

image_2017-06-14_22-00-08.jpeg

Nas viagens de avião, dou sempre uma olhadela nas revistas e desta vez, dei com estes dois aparelhos que desconhecia e que me fizeram questionar: o que mais irão inventar? Despertaram-me curiosidade por estarem ligados à saúde.

 

O primeiro chama-se Upright e é um pequeno aparelho que é colocado nas costas e que vibra cada vez que a pessoa que o utiliza se descuida com a postura. Provavelmente, é bom para ter por perto da secretária, evitando assim as tantas horas de má postura das pessoas que trabalham ou estudam sentadas. Quantas vezes damos por nós cheios de dores nas costas devido a uma postura incorreta? Será que resulta? Uma pequena vibração pode lembrar que as "costinhas" devem estar direitas...

 

O segundo é o Kardia Mobile, um pequeno aparelho que se liga ao smartphone e que em 30 segundos realiza um eletrocardiograma, que pode ser enviado ao médico de imediato. Dizem que é bastante preciso e que pode ser bastante útil para quem sofre de problemas de coração. Quem o tem, convém não exagerar e não estar constantemente a fazer eletrocardiogramas e enviar ao médico. Às vezes, estas novas tecnologias podem tornar-se exageradas...

 

Enfim, hoje queria só deixar-vos com estas duas curiosidades. Bom feriado!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:39

Deficiência de Selénio em Portugal

por dicasdefarmaceutica, em 06.06.17

image_2017-06-06_18-07-21.jpeg

No passado mês de fevereiro, falei AQUI do elemento selénio e da sua necessidade como suplemento alimentar.

No dia 25 de maio, a Pharma Nord organizou em Lisboa, uma sessão de esclarecimento sobre este assunto. O evento teve como convidados Catarina Galinha, engenheira bióloga e investigadora do Instituto Superior Técnico de Lisboa, e Miguel Baião, Médico especialista em Medicina Geral e Familiar, Medicina Integrativa e Ortomolecular. Contou com uma audiência de quase 200 convidados, entre farmacêuticos, nutricionistas, médicos, enfermeiros e jornalistas.

Um estudo recente, realizado pela investigadora Catarina Galinha, analisou amostras de solo e trigo provenientes de vários terrenos agrícolas de norte a sul do país, procurando entender as causas para haver níveis tão baixos de selénio nos alimentos e no sangue. A conclusão foi de que o trigo cultivado em solo português, bem como os vegetais e frutos, é muito pobre em selénio.

Portugal não é caso único. Estima-se que cerca de 20% da população europeia não obtenha a quantidade recomendada de selénio.

Os solos europeus apresentam níveis muito inferiores de selénio, quando comparados com outras regiões, como os Estados Unidos, Canadá ou Japão. Para terem uma ideia da dimensão desta realidade, os estudos mostram que o trigo que é importado do Canadá ou dos EUA, contém 50 vezes mais selénio do que aquele que é produzido nos solos portugueses.

A agravar estes números, nas últimas décadas, o consumo de selénio pela população europeia tem vindo a diminuir consideravelmente devido, essencialmente, à baixa ingestão de cereais integrais e ao aumento do consumo de trigo produzido nos solos empobrecidos da Europa.

Mais uma vez, falamos aqui da importância da alimentação na nossa qualidade de vida. Na realidade, se tivermos uma alimentação equilibrada, a nossa qualidade de vida será melhorada, mas por vezes não chega. A qualidade dos nossos solos e daquilo que comemos também vai comprometendo a nossa saúde e é aqui que os suplementos podem dar a sua ajuda.

Contudo, já sabe, não tome suplementos alimentares sem falar como o seu médico ou farmacêutico! Já sabe também que eles nunca substituem uma alimentação variada e de qualidade!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:06

"Farmácia" a transportar para uma viagem em segurança

por dicasdefarmaceutica, em 04.06.17

 

image_2017-04-13_11-06-54.jpeg

Estamos em Junho, saiu mais uma revista "Inominável" e com este número mais um artigo de "Dicas de Farmacêutica" que partilho aqui convosco. Aconselho-vos a dar uma olhadela nos restantes artigos da revista, pois vai valer a pena!

 

Já cheira a férias, por isso este artigo pretende ser uma ajuda para todos aqueles que estão quase a fazer as malas e a partir para mais uma aventura merecida, após um ano de trabalho.

Para a mala de viagem estar completa, não podem faltar os medicamentos pois, nunca se sabe o que pode acontecer, e esta medida pode prevenir muitos dissabores, que poderiam estragar esses dias tão esperados. Nalguns países, as farmácias são escassas, os medicamentos são outros e os cuidados básicos de saúde quase não existem, por isso, mais vale prevenir.

Vamos então às "listas da saúde" a transportar na mala de viagem.

 

Lista de Medicamentos:

- Analgésicos (para as dores) e antipiréticos (para a febre)

- Antigripal

- Gotas descongestionantes para o nariz (também vão dar jeito se a viagem for de avião)

- Medicamento para a diarreia

- Medicamento para a prisão de ventre

- Normalizador da flora intestinal

- Sais de re-hidratação oral

- Anti-histamínico (para as alergias)

- Pomada com antibiótico

- Pomada anti-fúngica

- Antiácidos (para a azia e indigestão)

- Antiespasmódico (para dor e desconforto abdominal)

- Comprimidos para o enjoo

- Antibiótico de largo espectro (pedir receita e aconselhar-se com o médico).

 

Outros:

- Repelente de insectos

- Protetor solar

- Pensos rápidos

- Solução desinfetante (pode ser em toalhetes)

- Ligadura elástica autoaderente

- Tampões para os ouvidos

- Preservativos

 

Além destas listas, deverão sempre incluir toda a medicação crónica para o período da viagem, seja ela de uma semana, um mês ou seis meses, pois os medicamentos diferem de país para país e o acesso aos mesmos também não é sempre o mesmo. Devem levar fotocópias das receitas médicas e/ou comprovativos médicos de todos os tratamentos que estão a fazer (com o nome completo do utente, nome genérico do medicamento, dosagens, preferencialmente escrito em inglês). Isto é uma regra crucial em muitos países, onde a entrada com alguns medicamentos pode ser dificultada.

 

Se necessita de transportar medicamentos injetáveis, como no caso de pessoas com diabetes que aplicam insulina, acondicione as agulhas em embalagens lacradas que deverão ser apresentadas à segurança do embarque juntamente com a receita, já que não são permitidos objetos perfuro-cortantes a bordo.

Não se esqueça que, na bagagem de mão (se a viagem for de avião) para transportar líquidos, o limite da embalagem é 100 ml.

Se utiliza algum medicamento que precisa ser conservado no frigorífico, deve solicitar previamente o apoio da companhia de aviação, já que não é permitido entrar no avião com gelo.

 

Muito importante também é verificarem quais as vacinas obrigatórias e as aconselhadas para cada país. Neste campo, acho importante e aconselho sempre uma ida à consulta do viajante. Paga-se, mas vem-se de lá com a certeza que se fez tudo certinho para partir em segurança.

 

Se fizer férias próximo de casa, o principal mesmo é não se esquecer dos cuidados a ter  com o sol e com as altas temperaturas. Aqui ficam algumas dicas importantes para este verão:

- Aumentar a ingestão de água. A hidratação é um cuidado básico durante todo o ano, mas com altas temperaturas, não pode mesmo ser esquecido.

- Nos períodos de maior calor, procurar permanecer em ambientes frescos e evitar atividades que envolvam maior esforço físico.

- Evitar a exposição direta ao sol entre as 11 e as 17 horas.

- Fora de casa, utilizar roupa que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas, óculos com proteção contra radiação UVA e UVB e protetor solar com SPF igual ou superior a 30. Em praias e piscinas, renovar a aplicação de protetor solar de 2 em 2 horas e após os banhos.

Lembre-se que o sol brilha em todos os lugares, não apenas na praia. Proteja-se!

 

Boas férias e boas viagens! 

 

image_2017-04-13_11-07-42.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:06

Dia da Criança - "Começar Saudável, Viver Saudável"

por dicasdefarmaceutica, em 01.06.17

image_2017-06-01_11-12-25.jpeg

A Nestlé lançou recentemente o programa “Começar Saudável, Viver Saudável”, destinado a todos os pais e futuros pais.

Aspectos como a importância de uma boa alimentação durante a gravidez, da amamentação e da diversificação alimentar do bebé são alguns exemplos daquilo que é abordado neste programa.

Neste Dia da Criança, deixo-vos este vídeo tão ilucidativo da importância que a toma de decisões acertadas desde bebé, tem numa vida futura de qualidade.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

31 factos sobre Lúpus

por dicasdefarmaceutica, em 01.06.17

image_2017-05-31_22-10-00.jpeg

 

Durante os 31 dias do mês de Maio, a Associação de Doentes com Lúpus, colocou na sua página de Facebook, um post por dia sobre a doença.

Achei esta iniciativa muito interessante, porque nos dá uma visão muito realista do que é o Lúpus. O resultado está aqui, compilado e partilhado. Parabéns pela iniciativa!

 

image_2017-05-31_21-42-26.jpeg

image_2017-05-31_21-42-29.jpeg

image_2017-05-31_21-43-43.jpeg

image_2017-05-31_21-43-45.jpeg

image_2017-05-31_21-53-56.jpeg

image_2017-05-31_21-53-58.jpeg

image_2017-05-31_21-55-12.jpeg

image_2017-05-31_21-55-14.jpeg

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 07:47

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog