Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Elimine as Hepatites!"

por dicasdefarmaceutica, em 28.07.17

IMG_8780.JPG

Celebra-se hoje o Dia Mundial da Hepatite.

O objetivo deste dia é alertar para o diagnóstico, tratamento e prevenção desta doença que, como sabemos, é sempre tema preocupante e actual em todo o mundo.

O tema específico de 2017 é "Elimine as Hepatites". A principal mensagem/objetivo é "eliminar a hepatite viral (B e C) como ameaça à Saúde Pública até 2030".

A eliminação da hepatite viral é um objetivo de todo o mundo e a campanha "Show Your Face" é uma forma da mensagem chegar a todos.

 

"#ShowYourFace é uma campanha de fotos Polaroid personalizadas que chama a atenção para rostos humanos com o objetivo de salientar que a hepatite é importante para todos, em qualquer lugar do mundo, e que ajudar a eliminá-la é algo que todos podemos fazer. Juntos, podemos dar um rosto humano à campanha de eliminação da hepatite viral.

IMG_8779.JPG

Cada rosto vem acompanhado da declaração EU ESTOU/SOU, mensagens pessoais fortes que têm como objetivo fazer com que as pessoas sintam-se empoderadas e pessoalmente conectadas e compreendam seu papel na eliminação das hepatites. As declarações EU ESTOU/SOU enfatizam as ações individuais que estão sendo tomadas para atingir o objetivo de 2030 ou e ressaltar os sentimentos daqueles que sofrem de hepatite para incentivar outros a tomarem uma posição."

 

Vou partilhar convosco um linfográfico de um blog de saúde (121doc) que me parece muito ilucidativo para a sensibilização deste tema.

 

image_2017-07-20_18-12-00.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:16

Dia Mundial do Cancro da Cabeça e Pescoço

por dicasdefarmaceutica, em 26.07.17

image_2017-07-26_11-53-16.jpeg

 

Assinala-se amanhã, dia 27 de julho, o 3º Dia Mundial de Cancro de Cabeça e Pescoço (DMCCP), uma iniciativa da Federação Internacional das Sociedades Oncológicas de Cabeça e Pescoço (IFHNOS), que em Portugal é liderada pelo Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço (GECCP) com a campanha de sensibilização “Agir com Cabeça”.

Sensibilizar a população para este tema é muito importante pois este cancro, quando diagnosticado numa fase precoce, pode ter uma taxa de sobrevivência entre 80 a 90%.

 

Como forma de assinalar o DMCCP, o GECCP vai colocar 3 cubos gigantes com a imagem da campanha em praças emblemáticas das cidades de Coimbra, Lisboa e Porto. O objetivo é atrair a atenção das pessoas e assim prestar mais informação sobre esta patologia, com especial foco na identificação dos sintomas ainda muito desconhecidos pelos portugueses.

Ainda nesse dia, na Praça Carlos Alberto, no Porto, vão realizar-se rastreios gratuitos ao Cancro de Cabeça e Pescoço em dois períodos, das 10h30 às 12h30 e das 14h30 às 16h30.

 

É importante estar atento aos sintomas e agir, pois dada a "vulgaridade" dos mesmos, podem ser menosprezados e associados a outras doenças menos graves. Alguns destes sintomas:

- Feridas na boca que não cicatrizam
- Língua dorida ou com úlceras
- Rouquidão persistente
- Nariz entupido
- Hemorragias nasais persistentes
- Dificuldade em engolir
- Dores de garganta persistentes

Se estes sintomas começarem a surgir frequentemente e se alongarem no tempo, o melhor é mesmo procurar um especialista e fazer um rastreio.

 

Segundo Ana Castro, médica oncologista e presidente do Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço, “Uma das preocupações atuais é que este tipo de cancro, que outrora afetava sobretudo homens, a partir dos 50 anos, que apresentavam um consumo excessivo de tabaco e álcool, começa a incidir cada vez mais em pessoas jovens, muito devido ao vírus do HPV. Anualmente, continuam a surgir ainda cerca de 3.000 novos casos no nosso país, sendo que mais de metade destes são diagnosticados em estádios avançados, é preciso agir! ”.

E acrescento o mote da campanha:"Agir com Cabeça!"

 

image_2017-07-26_12-00-26.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:07

 

IMG_8777.JPG

O laboratório de tecnologia farmacêutica da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto lançou uma plataforma online, onde os consumidores e os profissionais podem esclarecer as suas dúvidas sobre a composição e/ou a segurança de um determinado cosmético.

A plataforma chama-se PORTALinfoCOSMÉTICOS e pretende ser uma "comunicação fácil, com profundidade científica", como a define Isabel Martins de Almeida, docente desta Universidade e coordenadora da plataforma.

 

Já existem plataformas semelhantes noutros países, mas não existia nenhuma em língua portuguesa. Até agora, quando surgia uma dúvida sobre um determinado produto,  teria que se recorrer ao Infarmed, pois é a entidade que supervisiona todos os produtos cosméticos vendidos em Portugal.

 

Na actualidade, o excesso de informação, sobretudo nas redes sociais, causa frequentemente alarmismos excessivos e informações erradas sobre saúde de um modo geral e sobre cosméticos, em particular. Qualquer pessoa fala de cosméticos, das suas composições e propriedades, consoante aquilo que lêem ou que lhes "impingem" nalgum folheto entregue em qualquer local. A fonte é a correta? Tem alguma credibilidade científica? Talvez...

 

Todos sabemos que a literacia da população na área da saúde é muito baixa e isto alarga-se à área particular da cosmética, daí a importância da existência de uma plataforma como esta.

A partir de agora, é fácil saber sobre a segurança e eficácia dos ingredientes de determinado cosmético e também sobre a sua regulamentação. 

 

De qualquer forma, não estejam sempre a desconfiar dos cosméticos comercializados em Portugal, pois todos eles são legislados e supervisionados pelo Infarmed, que assegura se se trata de produtos seguros para a saúde. 

Se tiver dúvidas, além de poder consultar esta plataforma, pode sempre ir à farmácia e conversar com o seu farmacêutico.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:06

IMG_8755 (1).JPG

 

Ontem falei AQUI de hidratação. Hoje vou falar de uma campanha que alerta para os perigos do abuso das bebidas alcóolicas, nesta época do ano.

Com este tema e no âmbito do Plano da Saúde Sazonal, o Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD) lançou esta terça-feira, dia 11 de julho, a campanha “O que vai beber?” Os cartazes da campanha são bem ilucidativos das mensagens a transmitir. Ora vejam:

IMG_8756 (1).JPG

 

IMG_8769.PNG

 

IMG_8770.PNG

 

IMG_8771.PNGN

 

IMG_8772.PNG

 

IMG_8773.PNG

 

Os cartazes não são muito bonitos, mas lembram para alguns dos malefícios do álcool. Beber uma cervejinha à beira-mar ou beber uma caipirinha num final de tarde numa esplanada, não faz mal a ninguém, mas cuidado com os abusos! Esta campanha é importante para "passar pelos olhos" dos milhares que se deslocam em direção às nossas belas praias nesta altura do ano.

 

BOAS FÉRIAS, COM MUITA ÁGUA E POUCO ÁLCOOL! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:54

Mantenha-se hidratado!

por dicasdefarmaceutica, em 13.07.17

 

IMG_8754.JPG

O calor está aí e parece que veio para ficar. Hoje vamos às dicas sobre o que fazer para combater a desidratação. Hidratar é importante durante todo o ano, mas com as altas temperaturas, a palavra "ÁGUA" deve estar sempre a acompanhar-nos e nunca pode ser esquecida.

 

O que é Desidratação?
"A desidratação é uma doença potencialmente grave que se caracteriza pela baixa concentração não só de água, mas também de sais minerais e líquidos orgânicos no corpo, a ponto de impedir que ele realize suas funções normais."

Uma pessoa desidratada sente-se mal e nem sabe bem porque é que isso acontece. Parece começar a sentir-se tonto, sem vontade para fazer nada, sem conseguir raciocinar e isso pode ser "apenas" falta de água. Até o mau humor pode ser falta de água!

 

Assim, vamos lembrar as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS), através do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável, para a hidratação e a alimentação em dias quentes:

- Mantenha-se bem hidratado mesmo que não sinta sede;

- Aumente a ingestão de água e infusões sem adição de açúcar ao longo do dia;

- Dê um sabor saudável à sua bebida. Pode aromatizar a sua água, de forma natural, adicionando: Um pedaço de fruta (limão, laranja, lima, …) Hortícolas (pepino…) Especiarias (canela…) Ervas aromáticas (hortelã…)

- Opte por alimentos sólidos que são ricos em água, como frutos e hortícolas, cozinhados ou em cru;

- Coma sopa para se hidratar. É a forma mais segura de hidratação no verão, podendo sempre optar pelas suas versões frias (por exemplo, gaspacho);

- A água é portátil. Lembre-se de ter sempre consigo uma garrafa de água, em particular quando se desloca (praia, exercício, viagem de automóvel, …);

- Evite bebidas alcoólicas, excessivamente açucaradas ou com cafeína, em particular no verão. Em vez de hidratarem, contribuem para a perda de água.

- Além disso, o álcool em excesso é um forte agressor do sistema hepático;

- Monitorize a ingestão de água. A cor da urina pode ser um marcador do nosso estado de hidratação. Esta deve ser abundante, incolor e inodora;

- Faça refeições leves e mais frequentes e evite refeições pesadas e muito condimentadas;

- Escolha locais com uma boa oferta de bebidas saudáveis;

- Acondicione e transporte os alimentos mais perecíveis (queijo, iogurtes, marisco, ovos, etc.) em geleiras, sacos ou malas térmicas, com cuvetes de gelo ou placas frias, para manter a temperatura. Uma infeção alimentar aumenta perigosamente o risco de desidratação;

- Vigie os familiares de risco, em particular as crianças, e incentive os amigos a beber água ao longo do dia e no local de trabalho. O mau humor e o bom desempenho cognitivo têm muito que ver com uma hidratação adequada!

A DGS recomenda ainda que as pessoas que sofram de doença crónica, ou que estejam a fazer uma dieta com redução de sal ou restrição de líquidos, se aconselhem com o seu médico ou contactem a linha Saúde Pública: 808 211 311

 

Já sabiam isto tudo? Claro que sim, mas nunca é demais lembrar estas dicas saudáveis para uns dias de férias com saúde. Estar atento e falar destas dicas aos amigos e familiares, pode ajudar a aproveitar o calor de uma forma responsável. Atenção aos mais idosos! Hidrate-se!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:35

Roadshow - "SALVE A SUA PELE"

por dicasdefarmaceutica, em 10.07.17

IMG_8749.PNG

 

De 17 a 21 de julho as Farmácias Holon organizam o ROADSHOW “PROTEÇÃO DE VERÃO - SALVE A SUA PELE”, que procura sensibilizar as pessoas para a importância da proteção solar na prevenção do cancro da pele.

 

Inês Dias, farmacêutica do Serviço Dermofarmácia Holon e coordenadora deste projeto, explica a importância da iniciativa: “Vamos ter uma equipa de cinco farmacêuticas especializadas que vão realizar uma avaliação cutânea gratuita a todos os visitantes deste Roadshow. É fundamental explicar às pessoas que a exposição solar exagerada e repetida pode causar sinais de envelhecimento, lesões crónicas ou até mesmo cancro da pele! O Protetor Solar deve ser usado sempre, mesmo nos dias nublados, e de acordo com as características de cada tipo de pele”.

 

O Roadshow irá decorrer em 5 praias, de norte a sul do país:

Dia 17 - Carcavelos
Dia 18 - Costa da Caparica
Dia 19 – Nazaré
Dia 20 – Matosinhos
Dia 21 - Faro

 

As Farmácias Holon fizeram um resumo para lhe ensinar a escolher o protetor solar:

 

IMG_8748 (1).PNG

 

Além disto, nunca se esqueça que o protetor deve ser colocado numa quantidade generosa, que cubra toda a área exposta e deve ser regularmente reposto (de 2 em 2 horas). Também é importante lembrar que o Sol brilha em todo o lado, por isso o protetor solar não deve ser um produto exclusivo da praia.

 

Aproveite bem o Sol, pois aproveitado de uma forma responsável, é um dos elementos mais importantes para a vida, ajudando no fabrico da vitamina D, fundamental para o desenvolvimento ósseo, além de ter muitas outras vantagens por nós tão apreciadas. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45

Viajar em segurança, com "Saúde" na bagagem

por dicasdefarmaceutica, em 07.07.17

image_2017-07-04_12-44-34.jpeg

 

Todos os anos é a mesma coisa e parece-me sempre que já fiz não sei quantos posts com este tema. Contudo, e como cá em casa começam os preparativos para um dos mais novos partir para mais uma aventura, nunca é demais lembrar mais uma vez aqueles cuidados básicos para uma viagem segura, no que à saúde diz respeito.

Vou resumir este post a 4 pontos fundamentais:

 

1 - IR À CONSULTA DO VIAJANTE

As pessoas que vão viajar para destinos fora da Europa, sobretudo se o fazem pela primeira vez, devem sempre ir a uma consulta do viajante.

Esta consulta deveria ser feita quatro semanas antes da viagem, de forma a que todas as vacinas necessárias pudessem ser administradas em tempo útil. De qualquer forma, se acha que já é tarde, não perca tempo, marque e vá na mesma. Ser-lhe-ão dados conselhos para que faça uma viagem em segurança e poderá ser acompanhado por esta consulta, antes, durante e após a viagem, caso seja necessário.

Pode consultar AQUI os locais das referidas consulta, no SNS. Estas consultas também estão disponíveis nalguns hospitais particulares e no IHMT, em Lisboa.

 

2 - LEVAR UMA BOLSA COM MEDICAMENTOS

Para a mala de viagem estar completa, não podem faltar os medicamentos pois, nunca se sabe o que pode acontecer, e esta medida pode prevenir muitos dissabores, que poderiam estragar esses dias tão esperados. Nalguns países, as farmácias são escassas, os medicamentos são outros e os cuidados básicos de saúde quase não existem, por isso, mais vale prevenir.

Lista de Medicamentos:
- Analgésicos (para as dores) e antipiréticos (para a febre)
- Antigripal
- Gotas descongestionantes para o nariz (também vão dar jeito se a viagem for de avião)
- Medicamento para a diarreia
- Medicamento para a prisão de ventre
- Normalizador da flora intestinal
- Sais de re-hidratação oral
- Anti-histamínico (para as alergias)
- Pomada com antibiótico
- Pomada anti-fúngica
- Antiácidos (para a azia e indigestão)
- Antiespasmódico (para dor e desconforto abdominal)
- Comprimidos para o enjoo
- Antibiótico de largo espectro (pedir receita e aconselhar-se com o médico).

Além destas listas, deverão sempre incluir toda a medicação crónica para o período da viagem, seja ela de uma semana, um mês ou seis meses, pois os medicamentos diferem de país para país e o acesso aos mesmos também não é sempre o mesmo. Devem levar fotocópias das receitas médicas e/ou comprovativos médicos de todos os tratamentos que estão a fazer (com o nome completo do utente, nome genérico do medicamento, dosagens, preferencialmente escrito em inglês).

Outros:
- Repelente de insectos
- Protetor solar
- Pensos rápidos
- Solução desinfetante (pode ser em toalhetes)
- Ligadura elástica autoaderente
- Tampões para os ouvidos
- Preservativos

 

3 - CUIDADOS NAS VIAGENS DE AVIÃO

Muito importante durante as viagens de avião, de forma a prevenir alguns desconfortos e problemas, é seguir algumas medidas simples, nomeadamente:

- Ingerir líquidos antes e durante o voo
- Aplicar loção hidratante na pele
- Aplicar gotas nasais de soro fisiológico
- Usar óculos em vez de lentes de contacto
- Executar exercícios simples com frequência durante o voo, evitando estar sempre sentado e na mesma posição
- Utilizar meias elásticas especiais (de contenção venosa). Isto aplica-se sobretudo a quem tem problemas circulatórios, pois nas viagens de avião há um risco acrescido de formação de coágulos sanguíneos e a possibilidade de desenvolver tromboses venosasm em especial nos membros inferiores. Algumas pessoas são aconselhadas a fazer profilaxia medicamentosa.
- Utilizar roupas largas e confortáveis

 

4 - OUTRAS MEDIDAS BÁSICAS

Existem alguns cuidados, que devem ser seguidos em todos os países onde as condições básicas de saneamento e higiene são diferentes das nossas, nomeadamente nas viagens para a Ásia, África, etc...

- Só consumir água engarrafada (atenção ao gelo!)                                                             - Evitar alimentos crus ou mal cozinhados                                                                            - Lavar sempre muito bem as mãos                                                                                      - Evitar o contacto com os animais (cuidados com a raiva!)

 

BOAS FÉRIAS, COM MUITA SAÚDE!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:35

É bom ser Criança em Portugal!

por dicasdefarmaceutica, em 04.07.17

image_2017-07-04_11-35-51.jpeg

 

Nesta época em que se diz mal de tudo e em que há tantos culpados desculpados de tanta coisa, é bom que se fale do que é bom e que se dê os parabéns a quem luta para que as coisas boas aconteçam. 

 

De acordo com os resultados divulgados recentemente pela KidsRights, uma organização não-governamental internacional que promove o bem-estar de crianças vulneráveis por todo o mundo, Portugal está em primeiro lugar no que diz respeito à proteção dos direitos das crianças. A posição cimeira é justificada pelos bons resultados nos campos da legislação infantil, saúde e educação.

Neste estudo foram avaliados 165 países, em 23 indicadores. As cinco primeiras posições ficaram para Portugal, Noruega, Suíça, Islândia, Espanha e França, respetivamente. Os últimos lugares do ranking foram para a República Centro Africana, o Afeganistão, Serra Leoa, Vanuatu e a Republica do Chad. Pode consultar AQUI o relatório completo.

 

A propósito deste assunto que tanto nos orgulha, o guia "Tenho uma criança" está on-line desde a passada sexta-feira, dia 30 de junho, no Portal do Cidadão. Este guia reune um conjunto de informações úteis para os futuros e recém pais e mães.

A título de exemplo e como Saúde é a área a que me dedico, aqui fica um"cheirinho" do que podem encontrar neste guia:

 

Cuidados de saúde gratuitos:

As crianças e jovens até aos 18 anos têm acesso a cuidados de saúde gratuitos nos centros de saúde e hospitais do Serviço Nacional de Saúde, estando isentos de taxas moderadoras.


Consultas de acompanhamento da criança e jovem:

Desde a primeira semana de vida até completar os 18 anos, a saúde da criança/jovem é vigiada pelos profissionais de saúde em consultas regulares de acompanhamento.

image_2017-07-04_11-51-16.png

Em caso de doença ou acidente:

Os pais e as mães podem faltar para dar assistência ao filho:
- até 30 dias por ano ou durante o período de hospitalização, se o filho tiver menos de 12 anos ou se tiver uma deficiência ou doença crónica.
- até 15 dias por ano, se tiver 12 anos ou mais.

Os avós também podem faltar ao trabalho para dar assistência aos netos, caso os pais não possam fazê-lo. Os dias de faltas dos avós são descontados dos dias a que cada um dos pais tem direito.

O valor do subsídio para assistência a filho ou a neto é 65% da remuneração de referência.

 

O mais importante mesmo é sabermos que as nossas crianças são felizes. Para que tal aconteça, "todas as crianças têm direito a crescer num ambiente seguro. A instabilidade e a insegurança física ou emocional afetam o seu desenvolvimento, a sua autoconfiança e a sua capacidade de aprender. Os pais e as mães são responsáveis por supervisionar e educar os seus filhos".

 

Parabéns Portugal! Vamos continuar a proteger as nossas crianças.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:19

Adesivo pode ser alternativa à vacina da gripe

por dicasdefarmaceutica, em 01.07.17

image_2017-06-30_19-05-48.jpeg

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Georgia e da Universidade Emory, nos Estados Unidos, desenvolveram uma vacina contra a gripe em forma de adesivo com microagulhas.

Pressionando este adesivo sobre a pele, as microagulhas penetram, libertando os vírus inativados, que fazem parte do processo de imunização. O adesivo é aplicado na zona do pulso, durante 20 minutos. Foram feitos testes em 100 voluntários e a imunização funcionou, quando comparada com a vacina tradicional.

 

Quais as vantagens desta vacina da gripe em forma de adesivo?

- Sistema indolor (para quem não gosta de injeções...).

- Pode ser aplicada em qualquer lugar (casa, emprego, etc...).

- Não necessita conservação a baixa temperatura (frigorífico), o que é uma grande vantagem também no transporte e para os países menos desenvolvidos.

- O adesivo pode ir diretamente para o lixo, após o seu uso.

 

Contudo, 80% dos voluntários a quem foi testada a vacina, confirmaram que no local onde foi aplicado o adesivo, a pele ficou vermelha, com ligeira irritação e sentiram comichão durante alguns dias.

 

Os cientistas afirmaram que a vacina funciona, mas ainda serão necessários alguns testes clínicos para que seja aprovada e comece a ser uma alternativa à vacina da gripe atual, em forma de injeção. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:26

image_2017-06-28_18-21-53.png

 

Todos nós sabemos que existem umas pessoas mais gulosas do que outras. Há mesmo aqueles que dizem que não gostam de doces. Sabemos também que os doces fazem mal à saúde e a abstinência dos mesmos deverá ser uma regra transversal a todas as dietas.

Também é certo que comer doces é um hábito e, bastam uns dias para o nosso organismo se desabituar das gulodices diárias.

Os cientistas descobriram mais uma razão para esta diferença no que ao apetite por doces diz respeito.

 

Um grupo de investigadores dinamarqueses descobriu que existe uma hormona que parece controlar o desejo por açúcar. 

Esta hormona é segregada pelo fígado e é designada por FGF21 (factor de crescimento de fibroblastos). Ela pode transmitir ao cérebro informação para deixarmos de sentir a necessidade de ingerir açúcar. Os cientistas observaram que as pessoas mais gulosas apresentam níveis sanguíneos mais baixos desta hormona, comparando com as pessoas que não têm propensão para doces.

O estudo chegou à conclusão que as pessoas com variantes genéticas particulares na hormona, estão 20% mais predispostas para consumir doces do que as pessoas sem essas mutações.

Acredita-se que no futuro, poderá ser possível desenvolver medicamentos que controlem os níveis de FGF21.

Esta hormona já foi também associada à predisposição para o consumo de álcool, sendo o mecanismo semelhante ao do açúcar. 

 

Entretanto, enquanto não surgem estes medicamentos, convém reduzir o consumo de açúcares, porque o excesso de açúcar no organismo, além de levar ao excesso de peso, obesidade e diabetes tipo 2, é também responsável por muitas outras doenças.

Já que estou a falar deste assunto, existe um suplemento que também pode ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue. Trata-se do suplemento de Crómio, sobre o quel  já falei AQUI no blog.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:06

Imagens

Algumas das imagens presentes no blog são retiradas da Web. Na impossibilidade de as creditar corretamente agradeço que, caso alguns dos autores não autorize a sua publicação, entre em contato, para que as mesmas sejam retiradas de imediato.

Termo de responsabilidade

A informação contida neste blog não substitui o aconselhamento médico ou farmacêutico. O objetivo do blog, é informar sobre vários assuntos ligados à saúde em geral, e à farmácia em particular. Os vários temas são abordados de uma forma não exaustiva, acessível ao público em geral.


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Pesquisar

  Pesquisar no Blog